Paul Bettany

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Crystal Clear action bookmark.svg Paul Bettany Crystal Clear action bookmark.svg
Silas.JPG
Paul infectando as barras pretas da tela widescreen com seu albinismo satânico
Origem Bandeira da Inglaterra Inglaterra
Sexo Só a Elizabeth Olsen sabe
Ocupação Figurante de luxo
Profissional
Profissão Anterior Ator doado, subcelebridade, mordomo do Tony Stark
Conchavo Jennifer Connelly e Johnny Depp
Maior Escândalo Planejou matar e enterrar uma atriz gostosa cuzona
Perfil
Nível de Inteligência Subcelebridade, ou seja, muito baixo
Plásticas Uma, mas precisa de outra
Vícios Cocaína
Emissora Atual Rede TV
Preferências
Livro Nuvola apps bookcase.svg O Código Da Vinci
Música Emblem-sound.svg Qualquer uma da Maria Bethânia
Prato Frango assado da Feiticeira Escarlate
Filme Qualquer um da Marvel, menos Vingadores: Guerra Infinita



Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Visão? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Paul Bettany
Cquote1.svg Você quis dizer: J.A.R.V.I.S? Cquote2.svg
Google sobre Paul Bettany
Cquote1.png Experimente também: Coadjuvante Cquote2.png
Sugestão do Google para Paul Bettany
Cquote1.svg Quem? Cquote2.svg
Todo mundo sobre Paul Bettany.
Cquote1.svg Não sabia que ele era o J.A.R.V.I.S... Cquote2.svg
Todo mundo sobre Paul ter interpretado J.A.R.V.I.S.
Cquote1.svg Se deu bem! Cquote2.svg
Todo mundo sobre Paul ter se casado com a peituda Jennifer Connelly.

Paulo Betânio (Cafundó do Judas, 1971) é um ator que ninguém conhece, uma subcelebridade total e um baita sortudo que se casou com a gostosa da Jennifer Connely, mas a real é que ninguém sabe de quem se trata, quais são seus hobbies, como conseguiu levantar o martelo do Thor e se faz uso dos peitos de sua conje. Ninguém, a não ser os fãs da Marvel e quem assistiu a O Código da Vinci.

Carreira

Paul nasceu na terra da Rainha imortal e do peixe frito no jornal, numa família católica, o que é estranho pra um inglês, mas virou a casaca, tornando-se metodista. Ele se tornou artista de rua, fingindo-se de estátua e competindo com a guarda suíça em quanto tempo eles conseguiam ficar sem se mexer nem pra soltar um barro, além de cuidar de idosas em meio período, trocando apenas as fraldas mijadas e traçando as cuidadoras durante a hora do bingo. Depois de um bom tempo "cuidando das coroas" no asilo, Paul se matriculou no Tablado, fazendo o ritual da sementinha, falando sozinho no espelho e berrando pelos cantos, assim puderam considerá-lo um ator razoável.

O começo da carreira não foi fácil: primeiro ele foi fazer pegadinhas do Silvio Santos e chegou a fazer o casting para o Teste de Fidelidade, mas não passou no Teste do Sofá com o João Kléber graças a sua cara de monge satanista. Chateado com o fracasso, porém aliviado em não ter que comer o João Kléber, Paul foi participar de um filme dramático visando sucesso, mas como era um filme gay, ninguém queria assistir no cinema, apenas baixar no RedTube, coisa que iria demorar e não pagaria porra nenhuma (ou sim).

Paul só voltaria a interpretar (coadjuvantes, é claro) em filmes reconhecidos a partir de 2001, quando fez o peladão de Coração de Cavaleiro e o amigo imaginário de John Nash em Uma Mente Brilhante. Nos anos seguintes, participou de alguns filmes conhecidos como Dogville, Wimbledon - O Jogo do Amor e em 2006, finalmente obteve algum reconhecimento decente, interpretando o doidão Silas em O Código Da Vinci e um psicopata em Firewall, mas como um eterno coadjuvante, ele não perdeu tempo em topar entrar no Universo Cinematográfico Marvel para interpretar o notório J.A.R.V.I.S., um personagem que sequer tem aparência material, sendo usada apenas a sua voz. Isso significa que Paul é também um baita preguiçoso? Talvez, mas o próprio Paul deve ter considerado o ápice de sua carreira de personagens terciários.

Alguns anos depois, contudo, ganhou o personagem Visão, arruinando seu legado com um personagem icônico, só que ninguém minimamente normal liga muito pro personagem, dado o valor que ele teve como vingador no meio nerd e a maioria só foca em Capitão América vs. Homem de Ferro. Aliás, essa mesma maioria broxante também só assistiu WandaVision por causa da gostosa da Elizabeth Olsen, afinal, essa galera continua sem conhecer o Paul, mesmo com este artigo, pois têm preguiça de ler algo maior que um tweet.