Mudanças entre as edições de "Globalismo"

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Etiquetas: Edição móvel Edição feita através de conexão mobile Edição móvel avançada
Linha 1: Linha 1:
  +
{{Rico}}
  +
{{Conspiração}}
  +
{{Odiado}}
 
[[Arquivo:Globalismo.jpeg|miniaturadaimagem|Livro didático para Homeschooling]]
 
[[Arquivo:Globalismo.jpeg|miniaturadaimagem|Livro didático para Homeschooling]]
   

Edição das 03h44min de 23 de setembro de 2021

Papel-ricos2.jpg Meu personal trainner faltou hoje...

Este artigo é rico e seu autor só compra coisa chic. Seus advogados estão de olho em você, então não vandalize! Pobre? Tenho nojo de pobre, tudo o que tem é feito de prástico...

Vamos, meu bem, ou atrasarei pra minha yoga.

Alien.gif
T O P | S E C R E T |!
Alien.gif

Atenção! Este artigo é sobre uma teoria conspiratória, então tome cuidado com o conteúdo que estiver lendo.

Lembre-se de que o 11 de setembro foi uma farsa armada pelo governo.

Damares Alves.jpg Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
Que não sai na rua para não sofrer linchamento.

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.

Livro didático para Homeschooling

Globalismo é uma teoria da conspiração criada e divulgada na internet pelo astrólogo, guru e líder de seitas Olavo de Carvalho, com muito sucesso, afinal, o usuário da internet é um idiota. Consiste na mistura de globalização com xenofobia e medo da informação, principalmente do Jornal Nacional na Globolixo. Apesar de parecer uma maluquice do Irmão Rubens, o globalismo virou matéria de estudo no Itamaraty, graças ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que foi alfabetizado pelo método do Paulo Freire pelos cursos de filosofia do Olavo de Carvalho pela internet. Também foi levado a sério pelo Ministério da Educação e por outros ministérios do governo do presidente Jair Bolsonaro, que nunca leu nada na vida e não fez nenhum projeto de lei quando era parlamentar. Como todos sabem, Olavo de Carvalho não cria nada, pois estudou até a 4ª do ensino fundamental, apenas recicla, traduz e compila teorias da conspiração da Alemanha nazista e de seitas evangélicas de extrema-direita dos Estados Unidos.

Reciclando livros nazistas que estavam no lixo

O termo globalismo surge pela primeira vez na Alemanha nazista. O bode expiatório da vez eram os judeus, vistos como ratos capitalistas, aliados de outros ratos comunistas. Como Olavo de Carvalho não é bobo, retirou da teoria da conspiração os termos "ratos" e "judeus" para ajustar sua nova teoria da conspiração de origem nazista ao politicamente correto e às leis brasileiras, criando a teoria da conspiração de que os capitalistas se aliaram aos comunistas para dominar o planeta, com o objetivo de proibir o discurso de ódio nas redes sociais, proibir a divulgação de fake news no WhatsApp etc.