George Soros

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Alien.gif
T O P | S E C R E T |!
Alien.gif

Atenção! Este artigo é sobre uma teoria conspiratória, então tome cuidado com o conteúdo que estiver lendo.

Lembre-se de que o 11 de setembro foi uma farsa armada pelo governo.


JooJ Soros é um bilionário húngaro-americano cuja fortuna foi obtida por métodos desconhecidos. Atualmente Soros supostamente controla secretamente o destino da política e economia mundiais, de acordo com o que o Olavo de Carvalho acredita que acredita e o gado acredita seriamente.

História[editar]

Soros bebê, de acordo com os adeptos das teorias da conspiração

György Schwartz nasceu em 1930, em Budapeste, na Hungria, filho de um advogado judeu que fez uma das primeiras traduções da Desciclopédia em esperanto. Passou sua infância delatando judeus para a morte e tomando seus pertences, mesmo quando os nazistas nem sequer pensavam em fazer o Holocausto ou fazer qualquer coisa na Hungria, enquanto trabalhava simultaneamente em bancos americanos que estavam ocupados demais em não quebrar e nem sequer sabiam o que era Hungria. Nem o fato de ser judeu nem o fato de ter 14 anos de idade os impediram de se juntar à SS quando os nazistas invadiram a Hungria. Após a guerra, György mudou-se para a Inglaterra, onde começou a trabalhar em bancos em Londres enquanto concluía sua educação superior.

Soros já mostrava um desenvolvimento extremamente avançado, tanto que aos três meses de idade, já delatava judeus aos nazistas três anos antes deles assumirem o governo na Alemanha

Projetos[editar]

Durante sua vida, Soros doou grande parte de sua fortuna para projetos sem fins lucrativos, ou pelo menos o que os governos querem que você acredite. Tais projetos incluem:

  • A promoção e implantação do comunismo globalista, mesmo com Soros tendo saído da Hungria aos 17 anos e ter financiado vários movimentos de oposição aos governos do Bloco de Varsóvia nas décadas de 70 e 80. Neste novo mundo, os países seriam ditaduras socialistas controladas por metacapitalistas de origem judaica, como Soros, Sílvio Santos, Tio Patinhas e Seto Kaiba.
  • Destruição dos Estados Unidos da América, por meio de caravanas de imigração e financiamento de organizações antifa como o Black Lives Matter.
  • Destruição dos valores ocidentais, com apoio ao aborto, legalização das drogas, casamento e adoção de crianças por homossexuais.