Emo Programmer

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Computeiros.jpg Este artigo é uma piada de computeiro!

Para deixar seu Linux mais rápido, pressione
ALT + PrintScr + B.

Não entendeu a piada? RTFM

Hitler curtindo um som do Fresno. Emo Programmer é emo.

Se você não respeitá-lo(a), um deles chamará o Adolfinho para lhe transformar em purpurina.

Emobookcover.jpg

Cquote1.svg Isso daí é uma bichona! Cquote2.svg
Severino sobre Emo Programmer
Cquote1.svg Delphi, Visual Studio, NetBeans e Eclipse são coisas de Emo Programmer! O negócio é vim, gcc, gdb e cat! Cquote2.svg
Cabra Macho Programmer sobre Emo Programmer
Cquote1.svg Eu daria a bunda pro GNU/Linux ser de código aberto! Cquote2.svg
Emo Programmer sobre GNU/Linux
Cquote1.svg Já é aberto Cquote2.svg
Oscar Wilde sobre Emo Programmer
Cquote1.svg Eu já sabia bobinho... Só queria um motivo Cquote2.svg
Emo Programmer sobre Oscar Wilde
Cquote1.svg É o que há. O resto é resto. Cquote2.svg
Emo Programmer sobre Emo Programmer
Cquote1.svg Perfeito, o melhor. Cquote2.svg
Emo Programmer sobre MacOSX
Cquote1.svg Tinha que ser usuário Mac. Cquote2.svg
Terramel sobre Emo Programmer


Como reconhecer um Emo Programmer[editar]

  • Ouvem Arctic Monkeys ou qualquer banda indie enquanto modelam o sistema super-fofuxo no Astah;
  • Enchem o notebook da firma de adesivos merdas, geralmente com jargões de esquerda;
  • O-dei-am C e C++ por terem ponteiros. ("Ponteiros? Eca! Prefiro pica do Sander");
  • "Banco Oracle?? Cruzes tire isso perto de mim";
  • AMAM Ruby. Aliás é a única linguagem que elas programam, atualmente os Emos Programmers têm migrado para Rails também, porque eXxTá nA mOdAxX e porque a sintaxe de RAILS lembra o peculiar modo miguxo de falar dos Emos. Que negócio mais cone da face da terra...
  • São militontos de open-source e usam Ubuntu porque é fo-fo!
  • Alguns costumam dar o rabo palestrar na FISL e chamam a Microsoft de imperialista (enquanto usam um MacBook Pro);
  • Jogam Dota 2;
  • Queriam ser como os elementos da pilha, um em cima do outro. ("Vem long int, fica no topo que eu sou a sua base");
  • E na lista encadeada? Hum... ("Eu sou a puxa-fila! Quero ver todo mundo me inserindo no final!!!").

Livrando-se de um Emo Programmer[editar]

  • No processo de software XP: coloque Heavy Metal enquanto codifica ou modela. Assim ela vai pensar duas vezes antes de te escolher como par.
  • Na faculdade: diga que vai implementar aquele parser de língua hebraica em ASM x86², com chamadas à API megalomaníaca do Kernel. Ela vai ter um treco.
  • Nunca modele: saia codificando. Ela sairá de perto dizendo: "cruzes..."
  • Eles sempre têm umas mensagens estranhas no seu messeger, desde coisas bem depressivas a frases bem gays do tipo "Vamos pular..." Então incentive esse EMO puro dizendo "então pula viado..." E coisas desse tipo!!!

Nota[editar]

  • Não condena-se a modelagem de software e sim o eterno exercício dela.
    • Afinal, o que é melhor: o sexo ou as preliminares? ("Eu quero é fudê, porra!")
  • Não condena-se quem programa em Java. Condena-se quem só dela faz seu ganha pão sem conhecer certo detalhes teóricos (contidos apenas nos livros perdidos da biblia ou no código fonte recém liberado) pois "o Garbage Collector me ajuda e não tem ponteiro!". (Não tem ponteiro, não tem sobrecarga, não tem nada de útil. Assim dificulta o uso de boas técnicas POG).
  • Java sim, tem ponteiro: apelidaram (ou POGuearam) de referência.
    • Afinal, o que quer dizer então NullPointerException (POGuearam novamente a linguagem), seu Emo Programmer?