Desnotícias:O ministro russo, Yevgeny Zinichev, morreu de frio no Ártico

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

ÁGUAS CONGELADAS, sem país

O ministro russo, Yevgeny Zinichev, que já tinha 55 anos nas costas carregando o peso de trabalhar pra Rússia, morreu após brincar de Urso Polar e se jogar na água batendo com a cabeça contra uma rocha. Foi super normal a morte dele, menos pior que a do Gugu Liberato que era muquirana e acabou tendo que gastar com seu caixão. Do que resolveu?

Yevgeny Zinichev havia ido pro Ártico pra supervisionar o trabalho dos outros e ver se eles continuavam mais fortes que os Estados Unidos. Ele morreu porque um cinegrafista retardado que não sabia o limite do penhasco acabou caindo na água, e claro que não acabou bem. Yevgeny, todo machão, se achando o salva-vidas de geladeira, pulou e bateu a cabeça direto nas rochas, ocasionando em sua morte na hora. E além dele ter morrido, o cinegrafista também bateu as botas. Então, digamos que a vingança é um prato que se come frio, no caso, bem frio. Valdemir Pudim expressou suas "condolências" sobre tal ocorrido, mas não deu tanta importância pois está ocupado com o Talibã. Pra não dizerem que ele é esnobe, disseram que "eles tinham muitos anos de trabalho em comum". Aham, sei...

Fontes[editar]

Compartilhe
essa desnotícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram