Mudanças entre as edições de "Desnotícias:Coreia do Norte testa mísseis com sucesso"

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
(Nova página: {{DesNotícias}} '''ALGUMA CIDADE, Ditaduralândia''' thumb|{{c|Sabe aquilo lá? Então, logo mando pros Estados Unidos.|[[Kim Jong-un vendo se...)
 
 
Linha 5: Linha 5:
 
[[Arquivo:Kim Jong-un míssil.jpg|thumb|{{c|Sabe aquilo lá? Então, logo mando pros Estados Unidos.|[[Kim Jong-un]] vendo seus planos darem certo}}]]
 
[[Arquivo:Kim Jong-un míssil.jpg|thumb|{{c|Sabe aquilo lá? Então, logo mando pros Estados Unidos.|[[Kim Jong-un]] vendo seus planos darem certo}}]]
   
Nesse domingo (12/09) {{--}} sendo segunda lá já, porque os olhos puxados são avançados até no fuso {{--}}, o líder supremo da [[Coreia do Norte]], [[Kim Jong-un|aquele gordinho carismático de cabelo de esfregão]], anunciou com tamanha felicidade seu mais novo progresso pra uma futura [[Terceira Guerra Mundial]]: o lançamento bem-sucedido de mísseis de longo alcance. Para fazer tais testes eles foram pra algum lugar da Coreia que tenha água e não tenha ninguém por perto, assim, lançaram os tais mísseis que voaram 1.500 km <s>na horizontal em direção ao ocidente</s>. Como tudo que sobe tem que descer, os mísseis voltaram e caíram nas águas do país, claro. Eles não queriam que caíssem no território sul-coreano porque senão estariam fodidos (na verdade é o contrário, mas deixa a Coreia do Sul acreditar que é forte).
+
Nesse domingo (12/09) {{--}} sendo segunda lá já, porque os olhos puxados são avançados até no fuso {{--}}, o líder supremo da [[Coreia do Norte]], [[Kim Jong-un|aquele gordinho carismático de cabelo de esfregão]], anunciou com tamanha felicidade seu mais novo progresso pra uma futura [[Terceira Guerra Mundial]]: o lançamento bem-sucedido de mísseis de longo alcance. Para fazer tais testes eles foram pra algum lugar da Coreia que tenha água e não tenha ninguém por perto, assim, lançaram os tais mísseis que voaram 1.500 km <s>em direção ao ocidente</s>. Como tudo que sobe tem que descer, os mísseis voltaram e caíram nas águas do país, claro. Eles não queriam que caíssem no território sul-coreano porque senão estariam fodidos (na verdade é o contrário, mas deixa a Coreia do Sul acreditar que é forte).
   
 
A [[KCNA]], uma agência de fofocas da Coreia, e a única também, falou que "os testes têm o significado estratégico de deter outro meio de dissuasão eficaz para garantir de forma mais confiável a segurança do estado e conter fortemente as manobras militares das forças hostis". Aham, eu sei que [[Guerra|forma eficaz de garantir a segurança é essa]]. Querendo também pagar de país democrático e cheio dos carismas, falou que há muito os [[Estados Unidos]] e [[Coreia do Sul|a outra Coreia]] tão fazendo uma política hostil, sendo que eles próprios deixam o mesmo "presidente" durante 100 anos no poder conseguindo ser pior que a [[Cuba]].
 
A [[KCNA]], uma agência de fofocas da Coreia, e a única também, falou que "os testes têm o significado estratégico de deter outro meio de dissuasão eficaz para garantir de forma mais confiável a segurança do estado e conter fortemente as manobras militares das forças hostis". Aham, eu sei que [[Guerra|forma eficaz de garantir a segurança é essa]]. Querendo também pagar de país democrático e cheio dos carismas, falou que há muito os [[Estados Unidos]] e [[Coreia do Sul|a outra Coreia]] tão fazendo uma política hostil, sendo que eles próprios deixam o mesmo "presidente" durante 100 anos no poder conseguindo ser pior que a [[Cuba]].

Edição atual tal como às 22h34min de 12 de setembro de 2021

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

ALGUMA CIDADE, Ditaduralândia

Cquote1.svg Sabe aquilo lá? Então, logo mando pros Estados Unidos. Cquote2.svg
Kim Jong-un vendo seus planos darem certo

Nesse domingo (12/09) — sendo segunda lá já, porque os olhos puxados são avançados até no fuso —, o líder supremo da Coreia do Norte, aquele gordinho carismático de cabelo de esfregão, anunciou com tamanha felicidade seu mais novo progresso pra uma futura Terceira Guerra Mundial: o lançamento bem-sucedido de mísseis de longo alcance. Para fazer tais testes eles foram pra algum lugar da Coreia que tenha água e não tenha ninguém por perto, assim, lançaram os tais mísseis que voaram 1.500 km em direção ao ocidente. Como tudo que sobe tem que descer, os mísseis voltaram e caíram nas águas do país, claro. Eles não queriam que caíssem no território sul-coreano porque senão estariam fodidos (na verdade é o contrário, mas deixa a Coreia do Sul acreditar que é forte).

A KCNA, uma agência de fofocas da Coreia, e a única também, falou que "os testes têm o significado estratégico de deter outro meio de dissuasão eficaz para garantir de forma mais confiável a segurança do estado e conter fortemente as manobras militares das forças hostis". Aham, eu sei que forma eficaz de garantir a segurança é essa. Querendo também pagar de país democrático e cheio dos carismas, falou que há muito os Estados Unidos e a outra Coreia tão fazendo uma política hostil, sendo que eles próprios deixam o mesmo "presidente" durante 100 anos no poder conseguindo ser pior que a Cuba.

Fontes[editar]

Compartilhe
essa desnotícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram