Zâmbia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Discionario em png.PNG O Descionário possui um verbete sobre Zambiano
República Centro-Sul (um pouco pra direita) de Zâmbia
Republic of Zambia and Pagode
Rodízio do Norte
Bandeira da Zâmbia
Brasão de Armas da Zâmbia
Bandeira Brasão
Lema: Um Pinto! Um Zambiano
Hino nacional: Bundalelê no Meu Apê

Localização de Rodízio do Norte

Capital Lucasa
Cidade mais populosa Lufa-Lufa
Língua Batuquês
Religião oficial Motumbismo
Governo Piroca democrática
 - Maior ... Motumbo
Heróis Nacionais Kiko Zambianchi, Darth Vader
Área  
 - Total 700.000 Km2 de puteiro km² 
 - Água (%) 2
Analfabetismo 60 
População 5.000.000 de Motumbos e 5.000.000 de esposas 
PIB per Capita 200 
IDH
Moeda Kchassa zambiana
Fuso horário ZYB 620
Clima Subtropical quase antártico
Website governamental ??


Cquote1.png Bem vindo ao Zâmbia! Espero que se sinta feliz aqui Cquote2.png
Recepcionista sobre turista maluco

Cquote1.png Isso aqui não é nada Cquote2.png
Motumbo sobre Zâmbia

Zâmbia é um país africano incravado no centro do continente. O local é habitado por batuqueiros e guerreiros semi-nus que rodeiam castelos gigantes de palha.

História[editar]

Período pré-colonial[editar]

Ninguém sabe.

Rodésia do Norte[editar]

O Zâmbia nunca foi habitado por homens normais até o século XIX. Antes disso a população chegava no máximo a Australopithecus esparsos ou gorilas com fome.

Zâmbia foi como um Quilombo dos Palmares na África. Como o europeu, durante o final do século XIX e início do século XX, dominou todo litoral africano, os negros que não queriam vir de jeito nenhum para a "Terra sem Esperança" chamada Brasil e ainda por cima trabalhar lá, fugiram para o interior do continente, preferindo enfrentar leões e elefantes às carabinas européias.

Perseguir e capturar esses negões não era facil. Zâmbia se tornou então reduto de masculinidade no continente africano.

O país se chamou de Rodízio do Norte, pois a exemplo de Brasília, tudo sempre acabava em pizza. Quando Cabo Arara colocou ordem no país, renomearam o território para Zâmbia. O país passou a ser governado por Kemeth Kakunda, do partido da União Nacional da Inguinoranssa. Porém, uma rebelião liderada por Chimbinha acabou tomando conta do poder e Kemeth Kakunda... bem, você sabe, acabou tomando na rima.

Federação da Rodésia e de Niassa[editar]

Em 1953 Rodízio do Norte se funde com Rodízio do Sul e Niassalândia (atual Malawi), formando a Federação do Rodízio e de Niassa, mas a ideia não pareceu muito boa, e as disputas por galinhas apenas se acirraram mais.

Independência[editar]

Em 1964 o Zâmbia consegue sua independência. O então presidente Uga Uga Kaunda convence os brancos a não emigrarem ao adotar uma política de não-canibalismo ao contrário de grande parte de outros países africanos (mas os brancos emigraram mesmo assim).

Fatos recentes[editar]

Fila do INSS no Zâmbia.

Atualmente o Zâmbia é um país perfeito e pacífico, relevando apenas o surto praticamente irreversível de AIDS, a fome da população, as guerrilhas e a corrupção do governo.

Economia[editar]

A economia do Zâmbia se sustenta nas minas de cobre do país, mas o presidente zambiano Chiluba, em 1993, genialmente privatizou todas minas do país para empresas da China em troca de 10 anos de estoque de miojo, estes 10 anos se passaram e o Zâmbia voltou a ser um país miserável, e agora sem as minas de cobre.

Subdivisões[editar]


População[editar]

Seus ilustres habitantes são Denzel Washington, Eddie Murphy, Wesley Snipes, Lázaro Ramos e Motumbo, sem contar com o neguinho que batuca no alto da colina Fungadanga.

Cultura[editar]

Zâmbia é o país musical e teatral da África, sua população passa metade do dia festejando em uma roda ou em batuques.

Flag-map Zâmbia.png
Zâmbia
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo


Leaotarado.jpg
África
v d e h

Países: África do Sul | Angola | Argélia | Benim | Botswana | Burkina Faso | Burundi | Cabo Verde | Camarões | Chade | Comores | Congo | Costa do Marfim | Djibouti | Egito | Eritreia | Eswatini | Etiópia | Gabão | Gâmbia | Gana | Guiné | Guiné-Bissau | Guiné Equatorial | Lesoto | Libéria | Líbia | Madagascar | Malawi | Mali | Marrocos | Maurício | Mauritânia | Moçambique | Namíbia | Níger | Nigéria | Quênia | República Centro-Africana | República Democrática do Congo | Ruanda | São Tomé e Príncipe | Senegal | Serra Leoa | Seychelles | Somália | Sudão | Sudão do Sul | Tanzânia | Togo | Tunísia | Uganda | Zâmbia | Zimbabwe

Territórios: Canárias | Ceuta | Galmudug | Mayotte | Melilla | Reunião | Saara Ocidental | Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha | Somalilândia