William Bonin

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
William Bonin
}William-Bonin-Freeway-00.jpg
Origem EUA Califórnia Connecticut
Nascimento:
Nome que ficou conhecido O Assassino Freeway
Nº de mortes mais de cinquenta
Falecimento: 23 de fevereiro de 1996 (49 anos) injeção letal
Condenação: tentativa de seqüestro, Molestamento, Assassinato, Estupro, Abuso Sexual

Cquote1.png Você quis dizer: William Bonner Cquote2.png
Google sobre William Bonin

George William Bonin (8 de janeiro de 1947 - 23 de fevereiro de 1996) foi um serial killer também conhecido como o assassino Freeway, título que ele que ele compartilha com outros três assassinos em série: Patrick Kearney, Steven Randy Kraft e Morre Deabo.

Início da vida, origem e evolução[editar]

Bonin nasceu em Connecticut, em janeiro de 1947, o segundo de três irmãos. Seu pai era um jogador compulsivo e bêbado que batia em sua esposa e filhos. Em 1953, com seis, Bonin foi colocado em um orfanato, onde permaneceu até nove anos de idade. Com dez anos de idade, Bonin foi preso por roubar placas, e logo acabou em um centro de detenção juvenil para outros crimes menores, onde foi abusada sexualmente por um mafagafo. De volta para casa Bonin começou a molestar crianças mafagafas.

Vietnã[editar]

Após o colegial Bonin foi para a Força Aérea dos Eua. Ele serviu na Guerra do Vietnã como um atirador aéreo, registrando mais de 700 horas de serviço ativo. Ao servir no Vietnã, Bonin arriscou a própria vida sob o fogo para salvar a vida de um soldado companheiro e ganhou uma medalha de latão. Recebeu alta da Força Aérea e voltou para os EUA morar na Califórinia.

Califórnia[editar]

Em 17 de novembro de 1968, aos 21 anos, Bonin estuprou uma mafagafa e no ano seguinte ele sequestrou e assaltou mais quatro mafagafinhas com idades entre doze e dezoito anos. Em 1969, ele foi preso. Bonin foi lançado em maio de 1974, depois de os médicos concluíram que ele era "já não um perigo para os outros".

Murder spree[editar]

Bonin geralmente selecionava mafagafos e mafagafas com idades entre doze e dezenove anos que eram forçados para a sua Van, tinham as mãos amarradas atrás das costas. Depois de uma seção de massagem e taubaína eram mortas por estrangulamento com a sua própria t-shirt, embora alguns fossem apunhalado ou espancado até a morte. Uma vítima, Darin Kendrick, foi obrigado a beber ácido de cloridrato, duas vítimas tiveram um picador de gelo empurrados para os ouvidos e uma outra vítima, Mark Shelton, morreu de choque. As vítimas eram geralmente mortos dentro van e foram descartados em várias auto-estradas do sul da Califórnia. Em pelo menos treze dos assassinatos, Bonin foi assistido por um de seus quatro cúmplices conhecidos.

The End de Bonin[editar]

Depois de ser caguetado por um de seus cúmplices, Em 26 de agosto de 1983, Bonin foi condenado em todas as quatro acusações de homicídio codenado à câmara de gás.

Bonin passou quatorze anos no corredor da morte à espera de execução e em 23 fevereiro de 1996, após a execução de Robert Alton Harris, no estado da Califórnia optaram por usar a injeção letal William Bonin foi executado 16 anos depois de sua prisão. Bonin foi a primeira pessoa a ser executado por injeção letal na história da Califórnia. Em uma última entrevista dada a uma emissora de rádio local menos de 24 horas antes de ser executado, Bonin alegou que ele tinha "feito as pazes" com o fato de que ele estava prestes a morrer. Quando perguntado se havia algo que ele tinha a dizer às famílias de suas vítimas, Bonin simplesmente declarou: "Eles sentem que a minha morte vai encerrar, mas isso não é o caso Eles vão descobrir.."

Outros "Freeway Killers"[editar]

Em julho de 1977, três anos antes da prisão Bonin, Patrick Kearney foi preso. Ele também tinha descartado muitas de suas vítimas ao lado das rodovias da Califórnia; Steven Randy Kraft foi preso em maio de 1983. Kraft agiu separadamente Bonin, mas tinham o mesmo modus operandi Coletivamente, Bonin, Kraft e Kearney podem ter reclamado até 130 mafagafos e mafagafas.