Wapol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
OnePiece Team.jpg Este artigo é coisa de piratas! YAHR!!

Se você vandalizar, Wapol vai mandar você
andar na prancha!

Arlong

Wapol cosplay.jpg

Bando PiratasWapol
Pirata / Marinheiro
Idade 29 anos
Codinomes cara de lata
Cargo rei de Drum
Técnicas Fazer fusão de lata
Perfil
Família Pai falecido
Sonho Voltar a ser rei de Drum
Frase Favorita "Sou eu que mando aqui!"


Wapol olhando para os seios de sua esposa.

Wapol, conhecido como The Fatty Blik, ou Gordo de Ferro Chapa de Ferro, é um personagem de One Piece, ex-rei do Reino de Drum, ex-pirata, ex-lixeiro, ex-açougueiro, ex-ator famoso, etc. Atualmente ele é rei do Black Drum Kingdom, onde mora com a Miss Universo e seu cachorro, provavelmente sendo os únicos 3 2 habitantes civilizados na ilha: O cachorro Wapol e a Miss Universo. Ele foi o principal antagonista no Arco Ilha de Drum, e por isso foi espancado até a morte derrota por Luffy.

Aparência[editar]

Wapol é um ser humano (ou não) de aparência incomum (vulgarmente conhecido como feio). Ele é gordo, mais precisamente obeso, tem cabelo azul penteado para os lados como uma árvore de natal azul, velha, mofada e cheia de piolhos e uma mandíbula incrivelmente cilíndrica feita de metal. Wapol usa uma armadura também feita de placas de ferro, provavelmente tirada da mesma sucataria que ele tirou sua mandíbula, e que sua mãe tirou seu computador. Ele usa um capuz feito de pele de hipopótamo com pelos de urso polar, que se completa com uma capa feita do mesmo material. Debaixo de sua armadura, o vestuário de Wapol é basicamente uma saia, ou um vestido túnica de pele laranja, com adornos triangulares azuis. Quando usa sua técnica Slim Up, Wapol fica extremamente anoréxico magro e esbelto, fora dentro dos conceitos de beleza, mas com a cara ainda mais feia do que já era.
Depois que Oda resolveu deixar a história esperar dois anos para retornar, Wapol ficou com cabelos totalmente brancos, por causa da descoberta que coloração de mais faz mal para o couro cabeludo do estresse de ter virado pobre. Ele não se interessou em pintá-los de novo porque aceitou a idade. Wapol agora também tem um maléfico bigode fino e preto, clássico de qualquer vilão de filme antigo, e usa um capuz de hipopótamo com pelos de urso preto.

Personalidade[editar]

Um verme insolente Nefertari Cobra, rei de Alabasta prestes a espancar Wapol devido a sua feiura ignorância para com os problemas do mundo.

Wapol é um pirralho homem mimado, mal e cruel, além de ser um político corrupto e provavelmente o culpado por 99% dos desvios de verba do Brasil, sem nem fazer parte do governo. Ele não da a minima para seu povo, e o considera um bando de inúteis. Por isso ele é temido, odiado e filha da putisado por todo o reino, que chegou ao ponto de linchar o pobre rei, deixando-o totalmente feio, sem mandíbula e com o tronco, como diriam especialistas na área totalmente fudido danificado. Ele também se mostrou um covarde conhecedor da hora certa de abandonar a batalha e se retirar estrategicamente (a.k.a. Dar no pé), como fugiu do ataque dos Piratas do Barba Negra à Ilha de Drum. Sua forma de retirada mostra como Wapol tem pensamento estrategicamente muito esperto, como sabe que para fugir de piratas, a melhor ação possível é correr para o mar. Ele também foi capaz de ver através das roupas mentiras de Nami, e descobrir sozinho, sem a ajuda de ninguém (exceto de seus conselheiros, de alguns livros, documentários, Google, enquete na internet, etc.) a forma mais cruel possível de lidar com o povo. Ele resolveu convocar os vinte melhores médicos dos hospitais públicos (porque são mais baratos) da Ilha de Drum, e matar, ou banir os que sobraram porque Wapol quis, e o que ele quer é lei! ele precisava ver se o povo realmente era idiota, inútil, sem amor a vida, desesperado e revoltado fiel o suficiente para ajoelhar a seus pés para implorar por um atendimento médico. A extrema influência de Wapol no mundo moderno levou aos ministros da saúde do Brasil a tomar esse raciocínio.

Ver Também[editar]

v d e h