Voto compulsório

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps atlantik.png Coloque mais dados aqui. Voto compulsório merece!

Aqui poderiam estar mais dados relevantes ao invés dessa merda.
Esclareça os fatos, melhore a redação e assim salve uma alma do purgatório.
Seja útil uma vez na vida e contribua para este artigo ou seção melhorar: edite-a

60px-Bouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Voto compulsório.
Exemplo de como o sistema funciona

O Voto compulsório (aka. Voto obrigatório) é uma arma de coesão social utilizada pelos países que a exemplo do Brasil, são adotantes do modelo de Ditadura Democrática, no qual todos são "obrigados" a votar.

Este modelo é uma das maiores ofensas possíveis a cidadania, uma vez que institui uma espécie de cidadania obrigatória, que não seria desejável no pomposo Estado de Direito Democrático.

Como funciona?[editar]

O voto compulsório funciona da seguinte forma:

  1. Você tem que votar.
  2. Você é coagido a votar.
  3. Você é forçado a votar.
  4. Se você não vota, tem que se justificar.
  5. Se você não justifica, você paga uma multa ridícula.
  6. Se você ainda assim não aceita isso, você perde o direito de votar e vira Cidadão de Segunda Classe.
  7. E se você vota, o candidato que você elegeu(ou não) vai diminuir a sua qualidade de vida.

Simples assim.

Cquote1.png Simples um caralho. De qualquer forma você acaba se fodendo. Cquote2.png
Brasileiro sobre voto no Brasil

Beneficiários do Voto Compulsório[editar]

Em geral, o maior beneficiário do Voto Compulsório é o ego dos políticos, uma vez que mesmo que você não queira participar desta palhaçada "festa da democracia", você é obrigado por lei a participar dela, como bem está previsto na Constituição Federal.

Além disso, os políticos mais malandros e que por acaso sejam cabeça-de-chave em suas chaves tendem a ser beneficiados com a força dos votos alienados que são dados para os seus miguxos que tem menor força política.

Como podemos ver, todos saem ganhando... Menos nós, os otários que temos de manter a festa.

Ver também[editar]