Tales of

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Tales of é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Opa-Opa consegue pegar todas as moedas dropadas pelo chefão.


Tális of
Tális of.png
Logotipo da série
Gênero RPG
Desenvolvedor Namco Tales Studio
Publicador Bandai Namco
Plataforma de origem SNES
Primeiro lançamento Tales of Phantasia (1995)
Último lançamento Tales of Berseria (2016)
Um grupo de protagonistas de um típico jogo Tales of.

Cquote1.png Você quis dizer: Star Ocean Cquote2.png
Google sobre Tales of
Cquote1.png Isso é um Life Bottle!!! Não uma Phoenix Down Cquote2.png
viciado sobre as mortes em Tales of
Cquote1.png PQP!! Olha o life desse maldito FDP!! Cquote2.png
iniciante sobre luta programada para ser derrotada
Cquote1.png Ainda não vi nenhum personagem chamado Tales nesse jogo. Cquote2.png
guri retardado sobre o nome do jogo

A Série Tales of (português: Tazos de) é uma série de RPG criada pela Namco Tales Studio (pertencente à Namco) voltada para o público otaku rpgista, com historinhas dignas de Cavaleiros do Zodíaco, mas guardando terríveis mensagens subliminares de apologia ao nazismo e à violência urbana.

O nome da série vem do famoso Teorema de Tales, cálculo do qual é extraído o dano de combate a cada golpe com sucesso desferido nos inimigos.

A série Tales of consagrou-se por sempre tratar de temas polêmicos, em geral dilemas sexuais de uma típica puberdade adolescente.

Sistema de Batalhas[editar]

Um drama adolescente típico na série Tales of.

Os jogos da série Tales of possui um sistema único de jogabilidade nas batalhas que foi patenteado, e ninguém nunca copiou de tão esquisito que é.

As batalhas desenvolvem-se através do Linear Motion Battle System Super Mario World (Sistema de Batalhas de Movimentação Em Linha Reta do Super Mario World, ou LMBSSMW). Nesse sistema, o jogador tem a liberdade de sair andando feito um otário pelo campo de batalha, e tal qual o Street Fighter, soltar Hadoukens e Shoriukens quando achar necessário gastando magia para isso, mas em todos os jogos da série restaurar a magia é algo muito simples.

Apesar de possui em seu grupo de 8 a 20 integrantes, por algum motivo misterioso podem lutar apenas 4 personagens, o jogador pode escolher uma das três opções para seus personagens: "Auto", "Semi-Auto" e "Manual". No "Auto" o personagem sai andando sozinho na pior forma que uma péssima Inteligência Artificial possa oferecer. No "Semi-Auto" o personagem responde terrivelmente burramente aos comandos do controle. No "Manual" o jogador assume 100% dos movimentos do personagem morrendo rapidamente porque obviamente não sabe jogar...

A qualquer momento o jogador (geralmente um N00b) pode pausar e abrir um menu (geralmente para usar um Life Bottle porque os aliados otários cismam em morrer direto com ataques kamikazes). É possível também equipar as mais variadas opções de armas, armaduras e vestuários.

A inteligência artificial sofrível dos aliados só é recompensada pela inteligência artificial sofrível dos inimigos.

Uma das grandes e poucas vantagens da série Tales of é a opção para mais de 4 jogadores, apesar da tela focar apenas no "player 1", deixando todos os outros fora da tela apanhando sem rumo, sem saber para onde ir, morrendo e gastando Life Bottles.

Franquia[editar]

Uma típica personagem jogável padrão, seminua.

Saga Principal[editar]

Encheções de Linguiça[editar]

v d e h
Tales logo.png