Spider-Gwen

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Kanako e naru.jpg Este artigo trata de uma Hentai Girl

Ela é gostosa, mas nón ecziste. Ela participa de algum desenho, jogo ou quadrinhos e usa biquíni do tamanho de um dedal.

Spider-Gwen aproveita para ouvir música e matar aula enquanto salva a cidade.

Cquote1.svg Por que ela virou a heroína e não eu? Cquote2.svg
Mary Jane Watson sobre Spider-Gwen
Cquote1.svg A verdadeira Mulher-Aranha sou eu, sua ridícula! Cquote2.svg
Jessica Drew sobre Spider-Gwen
Cquote1.svg Ué, eu não tinha te matado? Cquote2.svg
Duende Verde sobre Spider-Gwen
Cquote1.svg Vocês chamam isso aí de versão alternativa? Cquote2.svg
Poderosa sobre Spider-Gwen
Cquote1.svg Prefiro a Gwen Stacy original. Cquote2.svg
Necrófilo sobre Spider-Gwen
Cquote1.svg Mostra a aranha! Cquote2.svg
Punheteiro sobre Spider-Gwen

Spider-Gwen, também chamada de Aranha Fantasma (Ghost Spider) ou simplesmente Mulher-Aranha, é a Gwen Stacy da Terra-65, uma realidade alternativa criada para encher linguiça nos quadrinhos. Trata-se de uma tentativa da Marvel Comics de lacrar e lucrar na onda do feminismo, transformando a ex-namorada morta do Homem-Aranha em super-heroína e matando o próprio Peter Parker em seu lugar. Por incrível que pareça, essa forçação de barra fez mais sucesso do que o esperado, e a personagem chegou a ganhar até uma revista própria.

Sobre ela[editar]

Mesmo transformada em super-heroína, Gwen Stacy não abandonou a carreira de modelo.

Esqueça a história original que Stan Lee criou para Gwen Stacy, a Spider-Gwen é uma versão totalmente desnecessária nova da personagem. Ao invés de ser a nerd gostosa de outrora, ela agora é dançarina de balé e baterista de uma banda de rock chamada The Mary Janes, que conta com a própria Mary Jane Watson como vocalista, além das eternas coadjuvantes sem sal Betty Brant e Glory Grant como membros da mesma.

Na Terra-65, Gwen é a vítima picada por uma aranha radioativa, e não Peter Parker. Este, por sua vez, continua sendo o nerdão loser de sempre, mas como não é ele quem recebe os poderes mutantes aracnídeos, acaba se revoltando contra o bullying que sofre dos colegas e usa sua inteligência para o mal, criando uma solução química que o transforma no vilão Lagarto.

Gwen assume a identidade de Mulher-Aranha e vira a heroína da cidade, tendo que lutar contra os malfeitores, todo aquele clichê de sempre. Em um de seus combates, ela enfrenta o Lagarto, ou seja, Peter, e acaba matando-o. Covarde que só ela, foge do local e deixa o cadáver do cara ali, que depois é encontrado pela polícia, incluindo seu pai George Stacy. Como ninguém sabia que Peter era o Lagarto, George conclui que a Mulher-Aranha é uma criminosa que matou um jovem inocente e fica obcecado em prendê-la, sem saber que na verdade ela é sua própria filha idiota.

Personalidade[editar]

Spider-Gwen mandando nudes para o Homem-Aranha.

Enquanto a Gwen Stacy original destacava-se por ser gostosa e inteligente, a Spider-Gwen é uma loira burra aborrecente metida a revoltadinha com a vida, sendo que sempre foi rica e mimada. Para a sorte dos roteiristas atuais responsáveis por escrever as histórias da personagem, a Gwen clássica não teve sua personalidade muito explorada, servindo apenas para tirar o cabaço de Peter Parker e morrer traumatizando o herói e abrindo caminho para Mary Jane, então qualquer merda que inventassem para a versão Spider dela já serviria.

Assim como o Homem-Aranha se culpou pela morte de Gwen nos quadrinhos originais, a Spider-Gwen também se culpa pela morte do Peter da Terra-65, e na tentativa de consertar o erro, compra no camelô um dispositivo que a permite voltar no tempo e viajar entre dimensões. Claro que uma guria retardada usando um equipamento de qualidade duvidosa não tinha como dar certo, e Gwen passa então a vagar por todo o Aranhaverso e cria várias linhas temporais bugadas, chegando inclusive a conhecer o Aranha original e iniciar um romance com ele, que por sua vez, também a usa para suprir a falta da primeira Gwen.

Ver também[editar]