SoulCalibur V

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Virtualgame.jpg SoulCalibur V é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Mais um mangá Hentai de Touhou é publicado


O de Sempre V
Soul calibur v breasts.jpeg

Mais material para hentai

Informações
Desenvolvedor Project Soul
Publicador Bandai Namco
Ano 2012
Gênero Brigas de foice
Plataformas PolyStation 3; XBOX 180
Avaliação 40%
Idade para jogar 18

Cquote1.png Experimente também: A mesma coisa de sempre Cquote2.png
Sugestão do Google para SoulCalibur V

Soul Calibur V: O Império Contra-Ataca é mais uma versão fail da falida franquia de semi-jogos de luta Soul Calibur, foi desenvolvido às pressas para tentar compensar o fracasso do Soul Calibur IV, objetivo que falhou miseravelmente em alcançar.

Jogabilidade[editar]

A putaria, não mudou.

Para quem já jogou os anteriores, Soul Calibur V é a mesma porcaria só que piorado já que gráficos não é tudo, agora para quem não jogou os anteriores é recomendável não perder seu tempo comprando essa bosta, nem para bater punheta serve mais, afinal a Taki e seu spandex foram substituídas por uma garotinha menor de idade.

Praticamente, a única melhoria encontrada em relação aos jogos anteriores foi a física do realismo dos peitões das personagens femininas. Os seios estão mais balançantes e com o meneio condizente com o seu tamanho.

Todos os modos legais foram extintos por serem legais demais, como Chronicles of the Sword, Survival, Tower of Lost Souls, etc, ficando apenas um simples Arcade enjoativo e um Modo História que você não pode escolher seu personagem favorito para jogar, sendo obrigar a usar o filho bastardo da Sophitia metido a gay. O Multiplayer continua sendo a velha rotina de disputar quem surra os botões do controle mais rápido.

A criação de personagens continua a mesma, apenas com a adição da possibilidade de colocar estampas nas roupas de desenhos ridículos e também da maior quantidade de calcinhas fincadas na bunda.

Enredo[editar]

Algum imbecil reclamou que os jogos de Soul Calibur anteriores tinham história ruins, talvez algum fã de Final Fantasy que não sabe que boas histórias deve ser encontradas em livros e não em jogos de luta. Por isso o pessoal da Namco fez a cagada de tentar criar uma história bem feita e detalhada para explicar porque todos personagens de Soul Calibur são tão imbecis.

Soul Calibur V ocorre 17 anos após Soul Calibur IV e portanto Luke Skywalker já havia estabelecido a paz na galáxia (ou seja, Nightmare e a Soul Edge se fuderam). O jogo narra os acontecimentos do século XVI da Europa e Ásia (inclusive o descobrimento de outros continentes no mundo além desses dois). Para a surpresa de muitos historiadores, o século XVI na Europa e Ásia consistia em samurais, vadias gregas, demônios de armadura com o braço direito possuído pelo capeta, putas vestidas em spandex vermelhos e muita bestialidade.

Não é mais a Cassandra, mas os hentais continuarão os mesmos.

Muitos personagens da velha guarda morreram de AIDS, como Sophitia, Cassandra, Taki, Seong Mi-na, Xianghua, Setsuka, Lynette, Shura e Talim que foram comidas pelo Lizardman que criou asas e ganhou nome por algum motivo. Foi tanto hentai dessas putas que os produtores da Namco não tiveram alternativa a não ser matá-las (a Amy não morreu, ela é a Viola). Pois bem, a Soul Edge voltou, e o Nightmare também, recuperado de dois de seus três cânceres, mas com um olho no peito agora. Apartir daí que a história recomeça.

Outro detalhe da história diz sobre Siegfried que trocou seu picolé de gelo do Soul Calibur IV pela espada do Cloud Strife e virou capitão das tropas de cavaleiros da Alemanha.

E é só. Sério, não tem NADA mais de história além do que está descrito aqui.

Personagens[editar]

Uma das reclamações dos fãs de Soul Calibur (que não são mais fãs depois do Soul Calibur V) é que não apareciam novas personagens para novos hentais. A Hilde teve armadura demais, sendo a mais recente mesmo a Setsuka. Alguém muito esperto criou uma dúzia de novos personagens, mas às custas de limar uma dúzia de personagens antigos, poupando muito trabalho.

Para alegria dos fãs, foi incluído o assassino fodão Ezio Auditore.