Sonic CD

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Sonic CD é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Dr. Eggman tenta dominar o mundo mais uma vez


Sonic cd time travel by torpedosonicplz-d9fqzev.gif

Porra, Barry!

Este artigo trata de algum indivíduo, bugiganga, energia ou qualquer outra porcaria
com a capacidade de viajar no tempo e transitar entre as realidades

E enquanto você lê, Trunks tenta voltar ao passado sem sucesso.


Sonic CD
Sonic CD.gif

O Sonic ainda com a mania de mover o seu dedo a dizer: "NÃO GOSTO DESTE JOGO".

Informações
Desenvolvedor Sonic Team
Publicador CEEEGAAA!
Ano 1935 (como peça de teatro), 1993 (como jogo de videogame)
Gênero Correr pra caralho Plataforma/ Viagem na Maionese Tempo
Plataformas Mega CD, Sega CD, Master System, Game Gear, Super Nintendo, Nintendo 64, Nintendo DS, Nintendo Wii, Sony Playstation 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 1000, PSP, Microsoft Xbox, Xbox 360, 460, 1960, 2060, 2960, 35897694878960, GBA, GBUA, Windows NT/95/98/XP/Vista, Linux 2.10, Mac OS X Beta 0.45, micro-ondas, MP3, MP4, MP5, MP6, MP7, MP8, MP9, MP10 e muitos outros MPs, câmara digital, Nokia, Vodafone, TMN, Optimus, Desciclophone, I-Pod (de 2 a 4560 triliões de GB), etc.
Avaliação Jogo fixe (por causa do aumento da velocidade do Sonic)
Idade para jogar Depende da qualidade de ser fixe

Cquote1.png Você quis dizer: De Volta para o Futuro Cquote2.png
Google sobre Sonic CD
Cquote1.png Já cabô? Mas cadê a merda do Super Sonic?! Cquote2.png
Nerd parvo sobre este jogo
Cquote1.png Ah droga! Esse Chefão final é uma bosta, derrorei com apenas 4 golpes sem usar nenhum anel! Cquote2.png
Você sobre o Dr. Robotinik ser mais fácil de derrotar deste jogo
Cquote1.png O que eu vim fazer aqui mesmo? Salvar a Amy?! Cara, que roubada. Cquote2.png
Sonic the Hedgehog sobre Sonic CD
Cquote1.png Só quero ver ele acertar minha teoria da relatividade. Cquote2.png
Albert Einstein sobre Sonic CD
Cquote1.png Como assim um jogo como esse fez o maior sucesso nos video games? Cquote2.png
Nintendo sobre Sonic CD
Cquote1.png Sonic Boom, Sonic Boom, Sonic Boom... Cquote2.png
Musiquinha da versão americana

MetalMaxOverdr.gif

Sonic CD (pronuncia-se: Sonic SiDí) é um dos primeiros jogos da série Sonic the Hedgehog a ser lançado no console Sega CD (e foi um dos poucos que salvou o add-on). Foi lançado em 1935 como uma peça de teatro (na altura chamava-se Sonic the Hedgehog Super Theatre) e depois em 1993 como o atual jogo.

História[editar]

Tudo que rola nessa budega!

Sonic estava a correr pelos malditos prados de Mobius, quando apareceu um planeta muito pequeno chamado Little Planet ("Little Planet"?) que estava aparentemente dominado pelo Robotnik. O plano maquiavélico do Dr. Cabeça de Ovo era pôr o Sonic na guilhotina (como o Napoleão) e unir Mobius com Little Planet. Para isso, conduziu no Egg-o-Mattic (também conhecido como Máquina Esférica Mortífera) para capturar a ouriça cor-de-rosa puta que estava a fazer striptease no jardim de uma das zonas do Little Planet. O Dr. Robotnik achou que isso era ilegal, por isso, como a capturou, meteu-a numa prisão da PIDE numa prisão de alta segurança em Metalic Madness (também conhecida como Zona da Loucura Metálica). Então, o Sonic, por impulso, teve que ultrapassar todas as zonas para conseguir salvá-la. Mas antes Sonic também não contava com a mais nova carta na manga que o Robotnik tinha: ele também havía construído um boneco de porcenala uma extrema cópia robótica do Sonic, denominado Metal Sonic. Assim então Sonic, além de ter que salvar a puta rosa, também tinha que usar seu correr pra caralho pra tentar vencer Metal Sonic numa corrida de 13 segundos.

Amy: "MEU HERÓI!"
Sonic: "CALA-TE, SUA PUTA!"

Sobre o Jogo[editar]

Como era de se esperar, a aparição de um jogo do Sonic no Sega CD óbviamente foi um fiasco sucesso: uma jogabilidade renovada (ou não), gráficos surpreendentes (ou não), e uma trilha sonóra perfeitamente excelente (ou não). Aparentemente, devido a maioria dos fãs serem mais da Velha Guarda dos Games, o Sonic CD foi um sucesso nas telinhas e camelôes, já que aqui, além de ser mais um jogo do Sonic em 2D, tinha óbvias inovações (por que se não seria igual ao Sonic de Mega Drive). Dentre elas, a mais inovadora é a possíbilidade de você poder viajar no tempo, contendo 4 épocas temporais diferentes: Passado (tempo dos dinossauros e aquela baboseira de "criação do mundo"), Presente (aonde você está sentado agora mesmo), e o Futuro Bom (dominado por pessoas boas), e Futuro Ruim (dominado por um humano gorducho e sem noção de diversão).

Objetivo no Jogo[editar]

Sonic com o seu bom senso: Cquote1.png Ei! Volta aqui com a Amy... pera aí. Hummm... ah, quer saber, fica com ela. Cquote2.png
Sonic the Hedgehog
Sonic mais uma vez fica "p" da vida com a cituação em que a Sega o mete.

Neste jogo, Sonic ter que utilizar mais uma vez seu correr pra caralho com o objetivo de balançar mais algumas placas inúteis. Porém, seu objetivo real aqui é fazer com que cada futuro de cada fase fique pior bom. Para fazer isto, Sonic deve quebrar as leis da física e relatividade, pegando plaquinhas inúteis com a palavra Past (Passe), e deve pegar um impulso pra poder voltar ao passado. No passado, Sonic deve ficar rodeando a favela toda em busca de homi pra atirar fase toda para encontar uma maquina capturadora de animais, após descer o cacete nela, serviço completo (mesmo que você tenha que conceder a missão em cada santa fase). Em outras palavras, Sonic pode sim viajar no passado (aonde você chegou a este mundo) e, a partir dele, poderá ir ou ao futuro ruim (você escolheu o tráfico e o crime. Eu que não pagarei a pensão) ou o futuro bom (decidistes trabalhar honestamente e agora tens tudo o que queria). Caso não consiga destruir estas máquinas nos dois atos, Sonic cai no Futuro Ruim, aonde o Dr. Robotinik é o imperador do Mundo, que ta totalmente devastado e destruido, o Tails morreu, junto com quase todos os seus amigos, e pior, o Sonic se torna um escravo sexual da Amy. Mas destruindo as lixarias nos dois atos, você irá para o futuro bom, onde o Dr. Robotinik está num manicone de cientistas loucos, com o Mundo bem mais florestado e preservado do que o presente (aliás nem tanto assim), o Tails vira o novo Bill Gates, a Amy Rose se casa com o Shadow vai para um convento de freiras e o Sonic se casa com seu verdadeiro amor (?), sendo também uma lenda que será lembrado por gerações. Mas o Sonic do presente ainda terá que enfrentar o Dr. Robotinik do presente que tá em ambos os futuros para poder fechar o game, em que também terá dois finais que só jogando o jogo conseguirá desfrutar de um deles.

Lançamento do jogo[editar]

Tantas coisas para se fazer em tantos tempos, porem a única coisa garantida que você ver é o herói se fudendo o tempo todo.

Em 1935, foi lançada a peça de teatro Sonic the Hedgehog Super Theatre.
Quatro anos mais tarde, tornou-se numa comédia romântica, substituindo a comédia Ninotchka, de Greta Garbo. A comédia já tinha o nome actual do jogo.

Anúncio publicitário da comédia Sonic the Hedgehog CD, que substituiu Ninotchka.

Em 1965, o jogo veio para Portugal. Milhares de jornais anunciaram a chegada do jogo, mas como lá era uma ditadura na altura, os censores cortaram a notícia e os jornais que anunciaram isso (como o Diário de Notícias, O Século, O Informador Fiscal e o Jornal de Notícias) foram suspensos até 1974.
Em 1993, o jogo verdadeiro foi lançado em todo o mundo, mas actualmente acabou ficando uma velhice.

Itens[editar]

Monitores[editar]

Os monitores aparentemente são os mesmos que os jogos da Velha Guarda dos Games. Ou seja, tem o Monitor Médium invocador de exatos 10 anéis pra seu bolso (Sonic1md 2.gif), o Monitor da "Invencilibidade" (Sonic1md 3.gif), o Monitor do poderoso 1-Up (Sonic1md 4.gif), o Monitor da gosma protetora ambulante que não assusta (Sonic1md 5.gif), e finalmente o grande e único Monitor-Ultra-Fast-Speed (Sonic1md 6.gif). Divirta-se.

Os Outros Itens[editar]

Além dos monitores, existe, com ocitado antes, a possíbilidade viajar no tempo também, com umas placas que estão escritas Past (Passado) e Future (Futuro). Com essas placas, o Sonic pode viajar desde a Criação do Mundo até à CXXII Guerra Mundial (em que todos os homens, animais e vegetais mataram-se todos e foram substituídos por robôs).

Sonic CD promete muitas surpresas.
  • Anéis Ring2.gif - Oras, um jogo do Sonic sem anéis seria só mais um jogo jogadamente jogado no lixo.
  • Bolinha de Checkpoint Sonic cd 1.gif - Caso você morra voltará neste checa ponto
  • Placa Future Sonic cd 2.gif - Uma das duas placas do jogo. Se Sonic se esbarrar nesta placa e acabar pegando impulso, ele viaja para o futuro além. Porém ele pode correr o risco de se perder condicionalmente no Futuro Ruim (ou na infernolândia do Dr. Robotnik). Por isto, o ministério da saúde adverte: se pegue na Placa Past antes.
  • Placa Past Sonic cd 3.gif - Uma das duas placas do jogo. Sonic deve primeiramente em cada ato se esbarrar nesta placa, pegar impulso e, assim, voltar no passado e completar o verdadeiro objetivo de cada ato do jogo.
  • Holograma do Metal Sonic Sonic cd 4.gif - Este estúpido item é só uma brincadeira que o Robotnik fez pra você perder mais tempo ainda no jogo. Em cada passado, Metal Sonic raptou todos os animais do planeta, e para salva-los Sonic deve encontrar um holograma do Metal Sonic e destruí-lo pra poder salvar os animais de todos os tempos (mas como que os animais estão presos por um Holograma?).
  • Máquinas Transportadoras de Robôs Sonic cd 5.gif - Adivinha, esta é a tão estranha máquina que o Sonic deve destruir no passado. Quando destruí-la, o serviço estará completo no ato do jogo, e Sonic pode voltar a correr pra caralho em meados de 13 segundos.

Fases[editar]

Finalmente um bom uso pras placas no final da fase.
  • Palmtree Panic: A primeira fase do jogo, como sempre seguindo os clichês de fases de floresta a lá Green Hill. Aqui é a mais fácil para se viajar no tempo logo após dar uma cheiradinha nas placas e soltar purpurina correndo. Tão fácil esta fase que não dá pra perder nem anéis e tampouco vidas ficando inútil ativar os pirulitos checkpoints. Até o chefão é fácil de derrotar só sendo o Eggman pilotando uma versão Jr. daquele Megazord que ele usa no final de Sonic 2.
Não importa se você perderá para Metal Sonic ou se salvará Amy Rose; em ambas a situações Sonic estará fudido
  • Collision Chaos: A partir daqui é que tem a primeira e última aparição de Amy no jogo em que ela fica se agarrando com o Sonic até vir o Metal Sonic e dar uma encoxada nela. Assim como a outra esta fase também é clichê imitando aquelas fases de cassino que tem em todo jogo, só que nesta não dá pra ganhar nem anéis e tampouco vida fácil, o que deixa os jogadores apelões putos ao chegarem nesta fase. O chefão também é fácil só que é ruim da porra chegar perto dele já que é cercado de troços de pinbal ao redor dele que mal dão pra mover.
  • Tidal Tempest: Outra bobagem do Sonic CD. A terceira fase já é aquática. Mas nada demais, apenas corre pra caralho, faça seu serviço, e pronto. Apenas lembre-se de pegar as bolinhas de ar na parte aquática e se defender de mais um chefe relativamente difícil também.
  • Quartz Quadrant: Esta fase é um tipo de escavação montada, já que contém diversos tipos de pedras e minérios que deixam a fase com uma bela paisagem, mas porém com muitos encanamentos e esteiras, fique atento. Uma esquizofrenia é o fato de que, o chefão desta fase pode se autodestruir se você fazer os movimentos corretos.
  • Wacky Workbench: Uma das escórias do jogo. Esta fase é coberta de um chão feito de molas, aonde Sonic pode usá-las pra continuar pela parte alta da fase. Aqui contém vários aspectos clichês, nada de interessante para ser citado, relativamente o mesmo com o chefão, em que você precisaria de muita cagada um detonado pra poder acabar com ele.
  • Stardust Speedway: A fase que dá finalmente jus ao objetivo secundário do jogo: Correr pra caralho. Um cenário metropólico cheio de rampas, dashes, e tudo que Sonic precisa para se aventurar (até mesmo armadilhas, que lindo). Esta é a penúltima fase, e, como é a penúltima, óbviamente o chefão é difícil. Aqui o chefe será um desafio: uma dificílima (ou não) corrida contra o boneco do Robotnik, Metal Sonic (com obstáculos também). No final, se Sonic vencer, Sonic terá o desprazer de salvar a Amy e levar outro "abraço forte do mal". Se Metal Sonic vencer, Sonic terá o de perder uma vida. Ou seja, em ambos os casos Sonic só vai se fuder nesta merda mesmo. Mas quem liga pra isto? É a vida, pacas.
  • Metallic Madness: A última fase do jogo. Ela lembra muito a Scrap Brain, por isto não se impressione com salas difíceis de passar, maquinas escrotas, passagens pelo fim do mundo, plataformas, um chefão aparentemente difícil e chato pra caralho (porém considerado não o mais difícil), e tudo a 4. Ao menos no final Sonic consegue um Game Over e salva o mundo mais uma vez (ou não, dependendo do que de bom você fez neste jogo perdendo suas verdinhas).

Os Finais do jogo[editar]

A depender de sua habilidade e desempenho (ou a falta dele) no decorrer de toda a jogatina, o game pode ter até três finais diferentes:

Ihhh, você esqueceu de alguma coisa.
  • Good Final - Este é o final bonzinho que só aqueles verdadeiros gamers que passaram mais de 24 horas virando a noite conseguem destravar. Para consegui-lo é necessário coletar todas as Time Stones nos Special Stages, bem como voltar ao passado em todas as santas fases e mandar todos os hologramas de Metal Sonic e as Máquinas Transportadoras de Robôs pra puta que pariu. Nesse final, depois de derrotar o ultimo chefão, Sonic pega a Amy e se mandam de Little Planet vendo só aquela corrente fudida se arrebentar e um monte de trambolho tecnológico explodindo que nem fogos de artifícil e formando a cara do Sonic com luzes no céu. Depois caem umas estrelinhas, Sonic faz pose de foda, vem os créditos com várias cenas das fazes do jogo em forma de anime, e nos pós-creditos, aparece Little Planet indo pra o cu do espaço e um monte de florzinha gay dizendo Obrigado por jogar! Sim! É uma curt-cene bem babaca.
  • Bad Final - Este é aquele típico final pra quem pouco se fudeu pros Special Stages e só fez ir até o final da fase como nos jogos do Mega Drive. Nesse final, depois de matar o último chefão, acontece a mesma cena inicial do final bom: Sonic e Amy se mandam do planetinha desgraçado, a corrente se fode, só que depois disso é mostrado Eggman todo fudido fugindo com uma Time Stone em uma de seus penicos voadores; nisso Sonic dá uma de Davi e atira uma pedrinha na nave do Dr. Balofo que explode e vai pra casa do caralho; com isso, Sonic faz amesma pose de foda e a sequência de cenas são iguais a do outro final até chegar nos pos-créditos, onde só se vê Little Planet ainda parecendo a Estrela da Morte acorrentada na Terra e a frase maldita de Raul Seixans Tente outra vez! Ou seja, é um final ferrado só pra deixar o jogador com raivinha e obriga-lo a jogar tudo novamente só que agora fazendo as coisas direito.
  • Game Over - Este é o único final que você, seu noob de merda, vai conseguir nesse jogo. Basta ir jogando de qualquer jeito pois cedo ou tarde você vai acabar gastanto todas as suas estúpidas vidas e vai se fuder apenas vendo o Sonic morrendo, uma musica eletronica do demônio distorcida e a palavra Game Over seguido da tela azul da morte preta.

Resumão desse jogo[editar]

Um dos poucos pontos positivos do jogo foi ter essa abertura em anime num console de 16 bits (só não me perguntem como diabos a SEGA fez isso...)

A Censura na notícia do Sonic CD[editar]

down
NOVO JOGO PARA PORTUGAL: SONIC CD! Por volta das 8 da manhã de hoje veio às bancas o jogo Sonic CD. Muitas pessoas foram comprar e até houve um cortejo no Porto com todas as pessoas que compraram esse jogo. Toda a gente ficou muito entusiasmada por este processo da tecnologia e houve alegria por todo o Portugal!
down
Diário de Notícias, 24 de julho de 1965