Senador Kelly

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Senador Kelly ao ver dois mutantes transando Cquote1.png Isso é repugnante! É escatalógico! Cquote2.png
Senador Kelly

Cquote1.png Mutantes são repugnantes! Cquote2.png
Senador Kelly sobre uma frase que rima
Cquote1.png Mutantes são perigos constantes! Cquote2.png
Mais uma frase criativa de campanha de Kelly
Cquote1.png Ahhhh! Estou com medo! Cquote2.png
Senador Kelly sobre ser capturado por Magneto
Cquote1.png Agora eu amo os mutantes! Cquote2.png
Senador Kelly sobre ter sofrido lavagem cerebral

Senador Kelly é um senador filho da puta criado pelo Universo marvel, aonde ele atua como um antagonista que seria imune aos X-Men, já que era político, tinha dinheiro e molhava a mão do Professor Xavier todo dia para permitir que sua lei anti-mutante não afetasse a sua escola de meninos super dotados e outros negócios como prostituição que ocorria lá na escola também.

Segundo o que acontece na cronologia idiota das histórias dos X-Men, senador é um anti-mutante e quer parar as aberrações o quanto antes, pois sofre do mal do estereótipo e acha que todos os mutantes são filhos da puta como Magneto ou aquela mulher que apareceu no Avatar e aparece no filme dos X-Men comoalguém que consegue assumir fisionomias de várias pessoas.

História[editar]

Kelly e sua cra muito bonita quando vira mutante.

Kelly teria nascido em Loisiana mentira, eu nem sei onde esse cara nasceu e quando era pequeno, sofria de Bullying de um mutante que se chamava Anole e tinha escamas verdes. Kelly sentia muito medo naquelas horas e geralmente urinava nas calças. A única coisa que Anole queria fazer era convidar Kelly para jogar bola com ele, pois vida de mutante é mutio solitária, a sociedade acha que você sempre está jogando pedra na cruz.

Então Kelly jurou que iria se vingar para sempre dos mutantes e eles se arrependeriam de ser... Mutantes.

Participação[editar]

Sua participação na tama é como um antagonista que não chega a ser um super-vilão ameaçador para os X-Men. Além disso, se Kelly fosse um vilão, o X-Men não salvaria a bunda dele o tempo todo.

Senador Kelly abriu até um partido político que visa mais a degrinição da imagem dos mutantes e também para a retirada dos poderes deles. Por isso mesmo, em um dos filmes dos X-Men, ele manda seus comparsas criarem uma vacina que tirava os poderes.

Além disso, queria implementar uma lei que obrigasse o registro de todos os mutantes, para que a aniquilação deles fosse mais fácil.

Fim[editar]

No fim, Kelly revê seus conceitos e mudou de ideia: agora ele não queria mais os mutantes mortos, ele queria ver eles serem aniquilados em um holocausto bizarro.

Ver também[editar]