Salina Real de Arc-et-Senans

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Francia d.JPG ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


A Salina Real de Arc-et-Senans é uma salina, como o nome já diz. Mas ninguém se interessa exatamente na extração de sal, mas sim num prédio velho feito no meio dela. Como os turistas que visitam a construção dão mais dinheiro do que a extração de sal, a salina foi desativada para ficar apenas o prédio funcionando. O nome continua o mesmo porque o esqueceram de mudá-lo, ou porque os caras eram preguiçosos demais para corrigirem o nome tirando a palavra salina dele.

Surgimento[editar]

O prédio feito na salina, parte do projeto para a construção da cidade perfeita.

Arc-et-Senans foi fundada durante um projeto secreto, a pedido do rei da França. Esse projeto buscava a construção da cidade perfeita, assim a França pretendia ser invejada pelos ingleses, alemães, acrianos e outras nações rivais. Uma cidade perfeita deve ter construções práticas, seguras, eficientes e modernas; mas naquela época existia uma outra ideia do que deveria ser um prédio perfeito.

Todos acreditavam que um prédio ideal seria um negócio grande (que ocupa espaço demais e prejudica o trânsito de carros e pedestres), antigo, o mais bizarro possível, etc. Para disfarçar o plano e não despertar suspeitas, disseram que o prédio seria parte de uma salina feita para se extrair sal, e nada mais. Apesar ds altos investimentos, o projeto ficou paralizado e foi abandonado pelo governo por vários motivos.

Um deles era que a obra foi alvo de pichações por parte de desocupados artistas que queriam expressar suas emoções, sentimentos e ideias. Com as pichações, o prédio foi vandalizado, portanto não era mais perfeito. Para evitar que toda a grana investida no negócio fosse para o ralo, o dinheiro foi investido em salinas.

As salinas reais foram desativadas depois que milhares de franceses tiveram pressão alta por excesso de consumo de sal, na época usado como substituto do banho, fazendo muito sucesso entre os franceses (por que será?). Sem o projeto nem as salinas, o lugar foi esquecido. A UNESCO, querendo encher linguiça e inventar mais um patrimônio mundial para a França, transforma Arc-et-Senans em patrimônio.