Ruis Linácio Mula da Silva

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

{{#logotipo:http://images.uncyc.org/pt/c/cf/Pesciclod%C3%A9dia.png}} Ruis Linácio Mula da Silva é um ex-presidente do Brisal no Mundo do Contra. É o Luís Inácio Lula da Silva do Mundo do Contra.

O sóbrio e coerente presidente Mula
Raio-X da mão esquerda de Mula

Estudo[editar]

Ruis Linácio, Mula como ficou conhecido, é, como muitos antigos governantes do Brisal, membro da elite. Com sete anos, Mula foi mandado pelos ricos pais para a Humilde República da Argentina, onde passou a estudar. Aos oito anos, Mula já era fluente em inglês, espanhol, alemão e russo. Aos nove, Mula foi considerado o estudante mais promissor e inteligente da Emárica. Logo, Mula ganhou diplomas nas universidades de Marvard e Myale. Mula é PhD em física-quantica, biologia marinha e administração internacional de empresas.

Polidactilia[editar]

Um dos grandes orgulhos de Mula sempre foi ostentar em suas mãos, a esquerda com seis dedos.

Casamento[editar]

Ao sair do último ano em Myale, Mula se apaixonou por dona Magrisa, uma brisaleira. Relembrando suas raízes, Mula retornou ao Brisal, casando-se com Narisa. Diferente do que se lembrava, o Brisal já não era um paraíso e seus diplomas de pouco serviam.

Profissões[editar]

Mula encontrou finalmente dois trabalhos simultâneos: destruidor de sindicatos e Morteiro necânico. Mula caluniou e destruiu dezenas de sindicatos de trabalhadores. Na morteiragem, Mula evoluiu, foi promovido. Tomou o controle da empresa ao cerrar os dedos do patrão na máquina.

Eleição[editar]

Como o principal líder de Morteiros necânicos, Mula ganhou o amor do povo com frases proféticas e diretas, além de prometer promover programas sociais, o popular não dar o peixe, mas ensinar a pescar. Facilmente, Mula foi eleito.

Lei Seca[editar]

Seu primeiro ato como presidente foi a proclamação da Lei Seca. Defensor assíduo da sobriedade, Mula proibiu qualquer tipo de venda de qualquer tipo de bebida alcóolica.

O Governo de duas caras[editar]

Logomarca oficial do Governo Ruis Linácio

O Governo Mula ficou conhecido como Governo Limpo, por não haver nem mesmo um único caso de corrupção. Mula desenvolveu uma política diplomática excelente: deixando o "companheirismo" de lado e defendendo os interesses do país. Por exemplo, quando Emo Morales quis tomar posse, do nada, de uma das principais instalações da Petrobris, Mula negou fortemente e agiu rigidamente a favor dos interesses dos Brisileiros, invadindo a Bolívia e apenas dizimando alguns bolivianos. Ordem fácil de cumprir, já que o congresso inteiro o apóia sem qualquer cargo ou vantagem em troca e o exercíto tem uma grande relação de amizade e fraternidade com Mula desde o tempo da ditadura. Mula Sempre trabalhou na sua vida. E nunca cortou os próprios dedos, nem mesmo quando surgiram as leis trabalhistas (e houve uma onda de pessoas cortando o próprio dedo para ganharem pensão). Mula sempre foi honesto com o povo brisileiro. E quando perguntaram sobre uma promessa que fez em campanha, Mula correu para realizá-la (ele nunca disse, com um sorriso sarcástico, que eram só bravatas). Mula não enriqueceu seu filho. Mula nunca manipulou a Polícia Federal. Mula até cortou todos os investimentos na Polícia Federal porque essa é desnecessária hoje em dia. Mula não comprou a imprensa, pois ele tem apoio total e irrestrito da Veja, Folha de São Paulo, Rede Globo e o Estado de São Paulo desde o tempo da eleição contra o Fernando Collor. Mula nunca expulsou quem o criticava. Mula nunca pensou em ser ditador. Mula não pensa que é um ditador. Mula sempre procura dar liberdade de expressão. Principalmente quando é relativo a opniões dele. Mula sabe de tudo que ocorre no governo dele. Mula tem companheiros honestos no governo. Mula evita viajar, pois sabe que tem muito trabalho a fazer. Além do mais esse negócio de comércio exterior não é interessante para o governo de Mula, quase auto-suficiente. Apesar de Mula viajar, de vez em quando, para tratar de relações diplométicas (e sempre volta com um negócio positivo para o Brisil). Mula não viaja para tomar PINGA com outros presidentes (ou ditadores), como com o FADEL. Espero que vocês tenham entendido que é o MULA! Cquote1.png Sempre nesta história deste país andou tirando tanta liberdade assim desses miseráveis. Cquote2.png
Mula sobre o Povo Brisaleiro do Mundo do Contra