Ribeirão Branco

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Mazzaropi02.jpg Enxada-2.pngEsti artigu é caipira, sô!!Enxada-1.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Cidade sendo fundada entre o espaço, que não é preto e sim branco.

Cquote1.svg Isto non ecziste! Cquote2.svg
Padre Quevedo sobre estádio de futebol em Ribeirão Branco
Cquote1.svg Será que eu chego? Cquote2.svg
Clodovil no décimo quinto dia de viagem a caminho de Ribeirão Branco
Cquote1.svg Amo Itaboa Cquote2.svg
universitária (doida, porém uspiana) itaboense que mora em Ribeirão Preto
Cquote1.svg Num aguento mais, tomara que volte logo as aulas, aqui num tem sinal de celular, até aí tudo bem, eu dou um jeito e trepo no telhado de casa, mas quando tem água num tem luz, e qnd tem luz num tem água Cquote2.svg
A mesma universitária 10 dias depois que começou as ferias, e já começa a sentir dificuldades para tomar um simples banho
Cquote1.svg Sim, nós fodemos! Cquote2.svg
Comício de Mauro Texera após 200 anos de governo em Ribeirão Branco
Cquote1.svg Assim não pode! Assim não dá!!! Cquote2.svg
FHC sobre derrota de Mauro Texera nas eleições de 2008 em Ribeirão Branco
Cquote1.svg Plantei chuchu pros pobres Cquote2.svg
Discurso de um singelo vereador
Cquote1.svg Ele viajou, e esqueceu de assinar o cheque Cquote2.svg
secretaria do prefeito Sandro Sala sobre sobre o pagamento para os fornecedores e funcionários
Cquote1.svg Eu ainda to pagando conta do Neno Cquote2.svg
Sandro Sala, atual prefeito

A cidade de Ribeirão Branco fica ao noroeste do centro sudeste norte do sul do estado de São Paulo. Sua população atual é de 23.622.223 habitantes cuja população rural é de 0,02 % correspondente ao prefeito e ao vice que moram no paço municipal. O restante da população é rural.

Atividades econômicas[editar]

O parque industrial de Ribeirão Branco é um dos mais desenvolvidos do Brasil. É composto basicamente pelas empresas Ford, Fiat, GM, Toyota, Dell, HP, Sharp, Gillette, fábrica de Sabão caseiro do Nhô Dito e fábrica de farinha Falopa. Outra atividade significante para a região (e para os fiscais trabalhistas) é o cultivo de tomate, essa atividade tem uma arrecadação fiscal muito relevante para o país (principalmente pelas multas milionárias aplicadas nos tomateiros que vivem quebrando a cara, quando não é com multa é com o preço baixo da fruta), a cidade ficou conhecida em 2013 pelo preço exorbitante que a fruta atingiu, e que no ano seguinte pela euforia dos tomateiros que plantaram ainda mais (se foderam) no ano seguinte, tiveram que alimentar o gado no inicio de 2014 por conta desse preço baixo (de graça, tomate a preço de banana e que não pagava nem o frete).

Outra atividade intensa é a indústria (do pau) madeireira, é pau entrando e pau saindo...podemos citar grandes industrias do pau (que ninguém, que não more na região conheça) tais como a Sguario e Placido Silva, próximo de Ribeirão existe ainda uma indústria (de fumaça e cheiro de peido) de celulose e papel.

Bandeirantes andando no Ribeirão.

A partir da década de 70 a cidade mergulhou em uma profunda crise de identidade e histórica. Grande parte da população de viados, prostitutas, ladrões, drogados, adolescentes, velhinhos e políticos migraram para as cidades de Sorocaba, São Paulo, Rio de Janeiro, Nova Campina e Brasília, levando consigo o patrimônio do município. Um dos milionários que deixou o local foi Antonio Ermírio de Moraes, que posteriormente fundou o povoado de Votorantim e Silvio Santos, que fundou a emissora Somos Bundões de Terceira (SBT). Com isso, o município perdeu todos os seus monumentos e atrações turísticas. Tal episódio é descrito em um dos livros de Paulo Coelho: “O Maracanã, a marginal do rio Tietê, o Pão de Açúcar, a Rede Globo, o Cristo Redentor, o Ponte Rio-Niterói, a Avenida Paulista, as torres Gêmeas do WTC e a Torre Heidfeld foram içados por 3713 helicópteros mais o jatinho do GUGU para os respectivos locais onde se encontram hoje, no movimento conhecido como Diretas-já”.

Diz a lenda, não confirmada nem pelo Fantástico, nem pelo Globo Repórter, que o local também foi sede do Vaticano, por ter em seu parque industrial a fábrica de tubos Tigre e das Olimpíadas de Atlanta, por concentrar na época 95% da mata Atlântica do Brasil. A maior empresa da cidade é a Prefeitura Municipal (cabidão de emprego) onde só se trabalha se for parente do prefeito ou se já tiver dado a bunda pra algum grandão de lá.

Turismo e belezas naturais[editar]

O município é muito conhecido por seus moradores por suas praias artificiais as quais podem ser destacadas o Rio do Taíde, a Cachoeirinha e o Rio Preto. Também é muito conhecido pela luta constante pelo fim do preconceito iniciado por sua cidade co-irmã, Ribeirão Preto, que combatia a população Branca. Aliás, o município foi uma resposta a tal ação, por isso em Ribeirão Branco apenas 90 % da população pode ser negra. Um detalhe totalmente aleatório é o de que na cidade há duas placas que ficam a uma distância de 10 metros (Bem vindo a Ribeirão Branco e Limite de município).

Ainda temos o famosíssimo distrito de Itaboa, assim como o de Campina de fora duas aliadas (que vivem em pé de guerra) e onde existe a disputa entre campineiros e itabosenses para ver qual dos dos distritos é melhor (digo pior, o Rio do Taíde citado acima fica em Itaboa, e o Rio Preto não tem nada a ver, pq pertence a Apiaí, apesar de ninguém saber ao certo. Na disputa entre os dois distritos Itaboa tem grande destaque por ter ficado famosa pelo ET de Varginha que não era de Varginha, e que nem era ET era um chupa cabra, que deu grande prejuízo e fama ao sr. Nicanor ribeiro, vulgo Nica pai do Du e do joão joaquim (que se acha muito importante, mas ninguém conhece), o chupa cabra chupou algumas das cabras do seu Nica.

O distrito tbm é conhecido pelas suas inúmeras lombadas construídas recentemente (2014) pelo vereador (Bu)tuca Ribas, que de todos os vereadores que nunca fizeram nada além de desviar verbas da prefeitura, e tampar buracos por conta propria com carrinho de mão e inchada (tio Otavio, que nunca soube direito o que um vereador deveria fazer além de tampar buracos de um asfalto que nem existia), e que atualmente no lugar de buracos existem as lombadas (a cada 50 metros) proposta pelo (Bu)tuca, se for pra Ribeirão Branco não deixe de visitar a lombadas de Itaboa e a cachoeira da campina de fora (isso se você conseguir voltar ou chegar vivo da Campina de fora, sem levar nenhum tiro ou nenhuma facada).