Rabicó

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa



Em Rabicó ocorre esse bizarro fenômeno de pessoas se vestirem com caixotes pintados fingindo ser animais falantes.

Rabicó é a cidade de origem do Marquês de Rabicó, aquele porco que vive desesperadamente fugindo da panela da Tia Anastácia. Acredita-se que de lá também surgiram os outros animais falantes do Sítio do Quero-Pau Amarelo, como o Burro Falante, o Rinoceronte Quindim e a Cuca que te pega, pega dali e pega de lá, entre outros seres animalescos que sabra dios decidiram falar igual à jumenta de Balaão - essa só crentelho manja.

História[editar]

Não se sabe bem a origem real dessa cidade, alguns creem que aparece um buraco negro no matagal onde o Sítio se situa e que daí advém todos esses animais vez por outra pirados na batatinha e com capacidades sobreanimais de falar mais do que o Louro José (e olha que este último fdp fala viu!). De uma estrada próxima ao universo de onde provém a cidade de Sabugosa, Rabicó acabou sendo zombada até os dias de hoje por ter um marquês que é apenas um porco comilão, e uma marquesa, esposa sua, que é uma boneca falante pra caralho, mais irritante que aquelas bonecas que cantam, gritam, esperneiam, choram e custam caro pra caralho, mas sua irmã enchia o saco de todos pra comprar essa porra. Talvez por isso eles sumiram do mapa, já que o Marquês de Rabicó nunca levou sua consorte pra conhecer sua markgraf (marca, pros leigos como você que não entendem porra nenhuma de nobreza e ainda acham que Lula ou Bolsonaro vão salvar o Brasil, tsc tsc).

Dios1.png Importante! A Igreja Universal quer sua atenção!

Deus quer que este artigo seja ampliado.
Aqueles que o fizerem, serão ajudados pelos seus tentáculos. Os que ignorarem, irão para o inferno pra sempre.
Não seja herege e obedeça a verdade única e divina!