Pokémon O Filme: Eu Escolho Você!

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
キミにきめた!
Pokémon O Filme 20: Eu Escolho Você! (BR)
PokemonM20.jpg
Bandeira do Japão Japão
2017 • Pokémon • Dormiram e não anotaram
Direção Uns japas ai
Roteiro Uns japas ai (2)
Elenco A mula de Pallet e dois desconhecidos
Gênero Infantil


Cquote1.png Mas por que diabos fui trocada? Cquote2.png
Misty sobre O filme 20 de Pokémon
Cquote1.png Quem são esses dois idiotas? Cquote2.png
Genwunner sobre Verity e Sorrel
Cquote1.png Finalmente um filme meu! Cquote2.png
Ho-oh sobre Filme 20 de Pokémon
Cquote1.png Ele nem é seu! Cquote2.png
Pikachu do Ash sobre citação acima


Pokémon O Filme 20: Eu Escolho Você! é mais um dos vários filmes inúteis da série Pokémon que usam a técnica do Ctrl+C Ctrl+V, que pela obviedade do nome, é o vigésimo filme com intuito de tirar o dinheiro de otários que dizem ser fãs da série.

Pela falta de ideias em criar um filme com cada lendário, já que as ideias eram tudo copiadas dos outros filmes, além de vários fãs falando bastante merda dos outros filmes, os criadores resolveram ter a ideia tosca de transformar os incríveis 30 minutos iniciais do primeiro episódio e transformar em um drama filme da série.

Para trollar os fãs da primeira geração, resolveram retirar dois personagens mais conhecidos da primeira temporada, além da própria mula de Pallet e resolveram colocar dois desconhecidos quaisquer com pokémons que não são nem de Kanto, gerando intensa revolta entre as comunidades de fãs do jogo. Para se explicarem com vários protestos e tumultos principalmente feito pelos próprios Genwunners, os responsáveis pelo filme resolveram dar a desculpa esfarrapada que o filme se passaria em outra dimensão.

O filme[editar]

Durante sua viagem para fracassar em se tornar um Mestre Pokémon, pela falta de iniciais, resolve obter um Pikachu que diferentemente da sua versão de primeira geração, não era gordo, mas continuava babaca, onde a mula de Pallet tenta convencer seu próprio Pikachu a tentar gostar do mesmo. Com isso, Ash conhece dois treinadores descopados e desconhecidos chamado Sorrel e Verity, que como óbvio, são versões de segunda de Brock e Misty, que possui quase os mesmos sonhos e esperanças, mas como nem todo filme possui apenas personagens bons, Ash no meio do caminho também conhece Cross, um garoto que é meio Gary, meio Paul, meio aquele figurante ex-dono do Charmander do Ash na primeira temporada com jeito metido a valentão. Durante o filme, Ash também conhece Bonji, um velho viciado no pokémon Ho-oh. Mas como o foco do filme não é o próprio Ho-Oh (ou sim), Marshadow também quer fazer uma participação figurante especial no filme e apenas aparece querendo stalkear-lo com algum objetivo.

Além disso, Cross faz umas batalhas com Ash com o intuito de tentar humilhá-lo mais que as derrotas da Mula de Pallet nas seis ligas disputadas e seu Incineroar consegue dar um Especial de Porrada no Charmander e no Charmeleon de Ash, mas quando evolui para Charizard as coisas se invertem e Cross perde a luta. O mesmo treinador fica putasso e pega emprestado a pena colorida de Ho-Oh que Ash achou no chão, o que acaba corrompendo-a e Marshadow também fica putasso, e deixa todos os pokémons ao seu redor também putassos (WTF?) e ficam atacando tanto Cross quanto Ash sem nenhum motivo, razão, causa ou consequência, tanto que no final, tentaram imitar a mesma coisa que marcou o primeiro filme, a Mula de Pallet sendo morta, e depois dando uma de Goku ressuscitando. Como se isso não fosse possível, também imitaram o filme Rei Leão e em outra cena qualquer do filme, o primo elétrico do Mufasa de Sorrel (apesar de parecer mais o Scar) também morreu de hipotermia, sendo a primeira morte de verdade de um pokémon em um filme.

Personagens enchedores de linguiça novos do filme[editar]

Ash fracassadamente tentando escravizar capturar o rato amarelo com sua pokébola especial.
  • Makoto/Verity/Vera: Uma garota com jeito de lésbica energética, que também gosta de pokémons de água e diferentemente do Staryu da Misty, a mesma resolveu tentar ser original dizendo que era fã da Dawn e também possui um Piplup só que esse menos irritante. Ainda estão em dúvidas se é filha biológica, adotada ou parente de terceiro grau da Cynthia.
  • Souji/Sorrel/Sérgio: Um guri retardado que quer ser um péssimo identificador de sexos professor de Pokémons, onde com a falta obrigatória de Lucarios como algum papel secundário durante no anime quanto no jogo Sun & Moon, resolveram coloca-o como mascote do mesmo.
  • Cross/Cruz: Como o filme também tem que possuir um personagem com jeito meio babaca sem ser o próprio Pikachu no primeiro episódio do Ash, resolveram colocar o próprio Cross como o "personagem babaca" do filme, onde o mesmo é nada mais, nada menos que um filho do Gary com o Paul, um moleque qualquer que parece o próprio Gary, mas com a personalidade do Paul, onde acredita que a força é tudo (ui!), e que possui um Lycanroc e um Incineroar, que possui um cabelo tão estranho quanto seu próprio pokémon.
  • Bonji: Um velho esquisito que se vê usando o mesmo boné do Red, não sabendo que pode ser o mesmo, ou que tenha pegado emprestado do mesmo. Além disso, Bonji também é realmente viciado, e possui tesão pelo pokémon Ho-oh por ser um pokémon meio suspeito considerado belo, além de escrever um livro dele, chamado de "Minha vida é o Ho-oh".

Ver também[editar]