Pokémon Brilliant Diamond / Shining Pearl

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Yoda bebezinho.jpg
Do futuro, este artigo ou seção trata. Baseado nas premonições do Mestre Yoda, tudo que está escrito a partir daqui foi.
Clique aqui para mais premonições do Mestre Yoda você ver.
Virtualgame.jpg Pokémon Brilliant Diamond / Shining Pearl é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Doom guy mata mais 20 cacodemons.

Pokémon Brilliant Diamond / Shining Pearl
Brilliant Diamond e Shining Pearl Capa.jpg

Capa do jogo

Informações
Desenvolvedor INCA
Publicador Pokémon Com Paninho
Ano 2020 2
Gênero Catar bichinho no mato
Plataformas Suíte
Avaliação Anão/100
Classificação indicativa 8 anos, mas o tiro saiu pela culatra

Pokémon Brilliant Diamond / Shining Pearl (credo, até parece nome de creme dental!), ou pela sigla BDSM é mais um jogo de Poquimão que faz parte da Geração Nutella 8 do jogo. Após muitos anos e encheção de saco dos fãs, finalmente lançaram a droga do remake de Sinnoh que todo mundo estava esperando, mas foi decepção atrás de decepção que foi só lançarem um outro jogo de Pokémon que jogaram toda a atenção que tinham pro jogo lá pras cucuias.

Pela recente (re)entrada da Nintendo no mercado de jogos brasileiro, todos pensavam que Brilliant Diamond e Shining Pearl poderia ser o primeiro pokémon traduzido em português (ou simplesmente, com sotaque fedido a bacalhau), mas pela decepção do público brasileiro, terá que mais uma vez ter que aguentar jogar ou em inglês ou em espanhol.

Jogabilidade[editar]

Um incrível encontro entre as protagonistas dos remakes de gerações passadas

Eles seguiram a mesma do Bora Lá, Picachurros e Ivi, em que você anda pra tudo quanto é canto para buscar num matinho os bichinhos, capturá-los e usá-los em rinhas de galo 100% legalizadas. O único problema é que os protagonistas, assim como os demais personagens do jogo, sofrem ao mesmo tempo de gigantismo e nanismo; quando você fica andando nos matos, o tamanho de seu personagem é o de um fodendo anão, mas quando é a hora do fight contra um treinador que deve ter pelo menos uns cinco Pokémon no Nível 1, os personagens ficam num tamanho normal, mas quando a luta acaba, a radiação ataca e o tamanho deles diminui.

Além disso, o jogo também possui mínimas mudanças para que não seja apenas um remake porco que é a mesma porcaria, só que com gráficos do Let's Go, possuindo mais coisas fúteis, como costumização de roupas e deixar o seu protagonista afrodescendente mesmo em uma região congelante.

Outra mudança foi o jogo ter incluído o sistema de pokémon lhe seguindo maniacamente. A maior mudança deste jogo é na criação da Grand Underground, que é um sistema de cavernas que promete ser maior que o original, podendo assim achar vários pokémons de penetra neste jogo, como os pokémons de fogo que eram raríssimos caso escolhesse algum inicial que não se chamasse Chimchar.

Recepção[editar]

Pokémaníacos momentos depois do lançamento de Pokémon Legends: Arceus

Quando o jogo lançou, os fãs começaram a falar mal desse negócio dos protagonistas serem anões e só ficarem com um tamanho "normal" na hora das Batalhas Pokémon, apesar disso acontecer desde o Red, Green e Blue. Mas como eles decidiram parar de fazer isso desde a sétima geração, os fãs começaram a gostar disso. Quando a Game Fresco resolveu botar esse negócio no jogo de novo, os fãs, frescos do jeito que são, começaram a odiar. Quando anunciaram o Pokémon: Breath of the Wild, que é uma mistureba danada de Pokémon de uma cambada de gerações diferentes, todo mundo começou a cagar e andar pro BDSP.

Enredo[editar]

Continua a mesma coisa que o do primeiro, em que você é um menino, ou menina que quer virar um grande Treinador Poquimão. Tem também o seu amigo, que vive te atazanando e é quase um rival, só mudaram o nome para não usaram esse clichê pela 12345676543456ª vez. Você precisa derrotar os quarenta e dez Líderes de Ginásio em rinhas de galo até você participar de um campeonatinho que vai lhe transformar num Treinador Poquimão. Além disso, você pode perder metade da sua vida inteira tentando capturar todos os Pokémon pra depois ficar se mostrando pros seus amiguinhos da escola.