Pinóquio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Encantada03.jpg Pirlimpimpim! Este artigo é encantado!

E é um oferecimento de "Andalásia" estilistas.

Cquote1.svg Que todos tenham um final feliz! Cquote2.svg

Taxus wood.jpg Este artigo é amadeirado!

E pode ser encontrado na xiloteca mais próxima com a benção de Mokujin. Tome cuidado com os cupins e não vandalize, ou será atazanado pelo Pica-Pau!

Pinóquio com dúvidas sobre a sua sexualidade.
Pinóquio e seu complicado sistema reprodutor.

Cquote1.svg Você quis dizer: Tengu Cquote1.svg
Google sobre Pinóquio
Cquote1.svg Você quis dizer: Jean Wyllys Cquote1.svg
Google sobre Pinóquio
Cquote1.svg Gostoso e nutritivo! Cquote2.svg
Cupim sobre Pinóquio.
Cquote1.svg Me inspirei nele Cquote2.svg
Velho comunista canhoto sobre Pinóquio
Cquote1.svg Jogava aqui! Cquote2.svg
Grêmio FBPA sobre Pinóquio.
Cquote1.svg Esse garotinho cara de pau vai aprontar todas nessa aventura que vai mexer com toda a família!!! Cquote2.svg
Narrador da Sessão da Tarde sobre Pinóquio.
Cquote1.svg Meus galhos! Cquote2.svg
Árvore sobre Pinóquio.
Cquote1.svg Tu és o pai da mentira! Tu és um mentiroso!... Cquote2.svg
Pastor sobre Pinóquio.
Cquote1.svg Meu nome é Pinóquio!! Cquote2.svg
Pinóquio possuído sobre citação acima.
Cquote1.svg Como o Pinóquio descobriu que era de madeira? Bateu punheta e pegou fogo! Cquote2.svg
Seu tio engraçadão sobre Pinóquio.
Cquote1.svg Mentiroso!... MENTIROSO E CALUNIADOR!!.... CALUNIADOR E MENTIROSO!!! (n+1 vezes) Cquote2.svg
Orestes Quércia sobre Pinóquio.
Cquote1.svg I WANT THE TRUTH!! I WANT THE TRUTH!! I WANT THE TRUTH!! I WANT THE TRUTH!! (256x) Cquote2.svg
Muse sobre Pinóquio.
Cquote1.svg Meu pior inimigo. Cquote2.svg
Verdade sobre Pinóquio
Cquote1.svg Meu melhor amigo. Cquote2.svg
Mentira sobre Pinóquio
Cquote1.svg Meu filho. Cquote2.svg
Diabo sobre Pinóquio

Pinóquio foi um dos maiores escritores da Alemanha no período nazista, não por ter escrito, mas por ter servido de matéria-prima para os lápis feitos na época. Dizem que de tanto Fapear queimou a barriga da baleia onde estava seu pai bigodinho de leite.

Características do Piroquio: Todas vezes que ele mentia seu pau crescia 3 Centímetros!

História[editar]

Nascimento[editar]

Pinóquio levando esporro.
Pinóquio em sua forma humana.

Certa vez, Gepetto, um pansexual excêntrico, caminhava por um bosque quando se deparou com um majestoso espécime de Carvalho e, tomado por seus impulsos, estuprou a pobre árvore. Quinze dias depois (tempo de gestação de uma árvore mamífera) nasceu Pinóquio, no entanto, sua mãe logo o abandonou em uma outra floresta perto dali.

Infância[editar]

Comovidas pela situação, as árvores desta mata decidiram criá-lo. Porém, ali o ambiente era barra pesada. Havia todos os tipos de plantas, desde bananeiras taradas até seringueiras traficantes de agrotóxicos. Mesmo assim, ele teve uma infância feliz crescendo junto de seu amiguinho Euca, um eucalipto colega de escola.

Adolescência[editar]

Só mesmo na adolescência Pinóquio foi realmente conhecer a dura realidade da selva, quando carpinteiros invadiram o seu território e transformaram a maioria dos seus amigos em bancos, armários ou portas. Apenas ele e Euca conseguiram escapar. Depois disso Euca foi para a América para tentar uma vida melhor como poste elétrico em Porto Alegre. Já Pinóquio permaneceu ali, entrou em depressão, começou a usar agrotóxicos e até tentou o suicídio. Foi quando ele conheceu Tamarindo, um exemplar frutífero mexicano imigrante ilegal que o levou para o mundo dos crimes. Começaram assaltando arbustos indefesos, mas, certo dia, um desses resolveu se vingar e contratou a Máfia Castoriana para pegá-los. Assustado, Pinóquio fugiu para o Brasil a convite de Euca, já seu amigo Tamarindo não teve tanta sorte e foi devorado pelos castores.

No Brasil[editar]

O que restou das pernas de Pinóquio.
Quando você entender...

Euca lhe arrumou um bico de poste, mas logo que perceberam que ele não era um eucalipto ele foi demitido. Abatido, começou então a vagar pela cidade até que em um belo dia, depois de ter chutado uma bola com sua perna-de-pau, olheiros do Grêmio o observaram e ele logo foi contratado. Em meio a perebas e feridas, imediatamente adquiriu fama e prestígio entre a torcida de seu time, o que despertou o interesse de um clube alemão que o contratou.

Na Alemanha[editar]

Pinóquio ia bem em seu novo clube até que Hitler tomou o poder. Com suspeitas de que fosse judeu, foi perseguido até ser capturado e levado a um campo de concentração e, de lá, para uma madeireira para ser transformado em lápis. FelizMENTE ele conseguiu sair com vida de lá pois um grupo de gnomos o resgatou e o levaram para o ACRE (onde habitam as raças mais evoluídas de gnomos!). Ele aprendeu muito com os seus salvadores (tudo que não presta, claro) e os gnomos lhe indicaram o mundo da política já que ele além de dinheiro, queria ser conhecido. Foi para a grande São Paulo, mudou seu nome para Paulo Maluf e conseguiu o que queria. AtualMENTE é um carinha legal e bem visto por todo mundo.

Drogas[editar]

Devido ao uso de agrotóxicos na adolescência e de entorpecentes como verniz, ao longo do tempo ele adquiriu um quadro de psicose e freqüentemente tem alucinações como ouvir grilos falar e coisas do tipo.

Pinóquio na Sessão da Tarde: Estrelando, Lagoa Azul, vai balançar o coração da galera! Nesta quinta-feira, na sua Sessão da Tarde!

Ver também[editar]

Pinoquio.jpg

Pinóquio é extremamente mentiroso(a)!
Clique aqui e veja outros narigudos.


v d e h