Pell

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
250px-Wario WWare.gif Este artigo é sobre um personagem secundário!

Quase ninguém sabe da existência deste zé ruela que só serve pra encher linguiça na trama e provavelmente está morto. Se bobear, nem no Google tá!

Clique aqui para ver gente que só fãs alienados conhecem.


Boieng da Trans Brasil indo pro brejo.jpg Olha o(a) Pell vindo!
Olha o(a) Pell indo!

Este artigo fala sobre coisas que avuam pro alto.
Clique aqui pra ver quem mais vai pelos ares. Literalmente.
Pell

Pell1.jpg

Bando Guarda real de Alabasta (vulgo, puxa saco do chefe e de sua família) e Organização de Macumbeiros anônimos (ex membro)
Pirata / Marinheiro
Idade De acordo com Pell, ele já teve várias reencarnações. Ele estima existir desde o surgimento do primeiro ovo, ou desde de 10 mil anos atrás, data de nascimento de um antigo amigo.
Codinomes O Falcão (sugestivo isso, não?).
Cargo Chefe da guarda, que não manda em nada, e puxa saco
Técnicas Tobizume e... e... nada mais a declarar.
Perfil
Família Titio Senegal e Horus (Pell disse que são seus parentes, e provavelmente irmãos do tio do tataravô do primo do amigo do pai de Pell)
Sonho Consiguir finalmente agradecer os deuses, se oferecendo como sacrifício.
Frase Favorita "Eu vou proteger essa joça!"


Pell, é um personagem de One Piece, guarda real de Alabasta, e supostamente guerreiro mais forte do reino. Ele é considerado a prova viva de que o local está em uma situação de pura merda, e não consegue arranjar um guerreiro que preste. Em sua primeira aparição ele parecia forte, poderoso, e principalmente fodão, mas logo a verdade foi mostrado, e Pell foi morto derrotado por uma gostosa qualquer. Apesar disso, ele foi o responsável por socorrer Luffy, embora em um trabalho mal feito, que qualquer figurante poderia fazer muito melhor. Devido a várias possibilidades de morte, há uma teoria que diz que Pell possui vários clones.

Aparência[editar]

Pell com cara de mal.

Pell é um cara alto, com cara torso, pernas, braços, pés e pênis pálida, com marcas roxas em volta e embaixo dos olhos. Alguns dizem que é resultado de uma batalha, mas o mais provável é que seja um tipo estremamente bizarro de maquiagem, rejeitado pela maioria das celebridades atuais, mas muito valorisada no Egito antigo, onde era usado apenas pelos maiores sacerdotes. Ele se veste com uma túnica branca com estrelas marrons, um grande colar laranja e um trapo pano em sua cabeça. Sua aparência geral se assemelha a de um macumbeiro secerdote egípcio, armado de uma espada.
Devido aos poderes de sua fruta (não pense merda, me refiro a uma Akuma no Mi) Tori Tori no Mi, Pell também apareceu como um meio homem, meio falcão, completo com bico, garras, penas, assas, e tudo mais que se faz um falcão mas NÃO se faz um homem, e também como um falcão completo (que se assemelha muito a forma hibrída, mas sem garras nas mãos).
De qualquer forma, Pell é simplesmente um animal vestido para o ritual.

Personalidade[editar]

Pell tem um grande senso de burrice honra, e vai proteger a família real com tudo que pode, até se sacrificando para isso. Isso também leva a ideia de Pell estar revoltado com a vida, ou tentando se sacrificar para agradar os deuses, pois ele não perde a oportunidade de se matar, apesar de nunca dar certo, mostrando a incompetência e a incrível situação do reino de Alabasta, cujo guerreiro mais forte é incapaz de matar a si mesmo, apesar de inúmeras tentativas frustradas.
Ele tem medo de perder seu emprego, devido a incompetência e a tendência a praticar rituais satanistas, e a se oferecer como sacrifício aos deuses da maconha à família real, por isso ele age como capacho e puxa saco da princesa. Pell geralmente usa-a como desculpa para se matar.

Habilidades[editar]

Pell é supostamente o guerreiro mais forte de Alabasta, e era capaz de derrotar um grande número de cones membros da Baroque Works somente voando baixo e multilando todo mundo com suas unhas garras. Ele também é bastante resistente (ou ignora as leis da física, química, medicina, biologia, etc), sendo capaz de ficar de pé e socorrer um animal ser igualmente desastrado pouco tempo depois de quebrar suas costas, e sobreviver a uma bomba atômica, que era para destruir uma cidade (provavelmente a bomba foi reutilizada em algum lugar, alguns anos depois). Ele também possui uma Akuma no Mi, que faz com que ele possa se transformar em um pardal falcão.

Pell prestes a realizar seu desejo: se fuder.

Akuma no Mi[editar]

Pell comeu a Tori Tori no Mi Modelo Falcão, que o permite virar o que?! Se você disse: um monstro do Lago Ness falcão, parabéns, pois você tem o mínimo de senso de realidade e provou não ser tão idiota, agora pode pegar seu prêmio aqui.
Pois bem, voltando ao assunto que provavelmente você já deve ter esqueçido, a fruta que o Pell comeu tem um sabor afrodisiaco, além de ser rica em vitaminas e um laxante natural lhe permite virar um meio falcão, e um falcão completo. As duas formas são basicamente a mesma coisa, porque haviam acabado as ideias do autor. Essa fruta permite ao seu usuário voar (sim, geralmente os falcões voam, caso você não saiba), cair descer em grandes velocidades para realizar um ataque devastador, usar suas garras e seu bico para multilar qualquer coisa, e enxergar qualquer coisa, mesmo que esteja em lugares lugares desconhecidos pela humanidade (vulgo, puta que pariu).
Depois da incrível experiência de ficar três dias no banheiro para se livrar da fruta virar um falcão, Pell achou que aquele desastre milagre foi um presente de alguma divindade com nome desconhecido, mas provavelmente de origem baiana egípcia, e prometeu agradecer, morrendo na primeira oportunidade, para presentear os deuses.

Armas[editar]

Como qualquer sacerdote egípcio de respeito, Pell carrega sempre sua espada consigo, apesar de nunca usá-la em combate, pois provavelmente é um instrumento para realizar seus desejos rituais. Ele também possui um par de metralhadoras, para tentar parecer um avião de caça. Rumores dizem que Pell também carrega mísseis, lançadores de foguetes, bombas atômicas e biribinhas, junto com suas metralhadoras, em algum buraco.

Ataques[editar]

Pell tem criatividade absurdamente alta, por isso possui apenas um ataque nomeado. Eu não vou perder tempo com tantos códigos html, então vou logo dizer que ele usa um ataque chamado Turbozine, que se resume em ficar invisível e voar para remover os intestinos de qualquer um ao redor.

Pell lendo a desgraça de sua vida.

História[editar]

Passado[editar]

Pell nasceu no Egito, mas aos 5 anos se mudou para a Bahia onde fumou comeu sua Akuma no Mi aprendeu a fazer macumba. Ele era uma criança muito vigiada e por isso não podia nem sair de casa, por isso virou um cara pálida. Aos 10 anos, Pell entrou em um buraco imaginário intergalático, que o levou para o Acre incrível mundo de One Piece. Ele se instalou em Alabasta, onde tentou ser adotado por várias famílias, mas acabou virando faxineiro do palácio.
Pell resolveu então tomar uma atitude, e aprender a matar alguém. Ele procurou um mestre na arte, e aprendeu a assassinar pessoas, animais, espíritos, árvores, pedras, etc. Com esse mestre, Pell aprendeu até mesmo a arte de morrer, mas continuar vivo. Depois de completar seu treino, Pell virou guarda real.

Crocodile, o risco de demisão[editar]

Depois que Crocodile chegou em Alabasta e começou a botar terror nos piratas, ladrões, assassinos, estrupadores e vagabundos em geral, Pell e seu querido amigo Chaka, viram seu emprego em perigo, e começaram a inventar desculpas para tirar o pobre Shichibukai que só queria ajudar do reino. Quando foi revelado que Crocodile era mesmo um grande filha da puta malandro, determinado a tirar o rei de seu trono, Pell foi ordenado a se foder ir ao outro lado do reino, em uma cidade chamada casa do caralho Rainbase, para espionar o inimigo.

Pell perdendo para uma gostosa qualquer.

Guerra no Oriente Médio[editar]

Depois de chegar ao local onde ele deveria espionar o inimigo, Pell salva Vivi de um bando de vagabundos, e depois arranca as tripas de todo mundo. Quando tudo estava resolvido, uma gostosa aparece do nada, se sequestra a princesa, que desmaia instantaneamente, depois de Robin fingir empalá-la (provavelmente devido a presão em "algum lugar do corpo"). Pell fica puto da vida, pois se a princesa morre, ele perde o emprego, e volta a ser um mendingo, então voa para atacar a gostosa, mas perde humilhantemente, sem nem tocar na bunda mulher. Ele quebra a coluna vertebral, então tecnicamente ele tinha que morrer, mas não consegue, e é levado por uma força maior ao hospital.
Ele é visto novamente saindo de Las Vegas Rainbase, andando milagrosamente (percebe como o atendimento médico é bom? O cara quebra a coluna, e no mesmo dia já está pronto para quebrar de novo andando), ele encontra a gostosa de antes e um animal deitado no chão. A gostosa manda Pell tomar no cu levar Luffy (o animal, que parece também não conseguir morrer) para o hospital milagroso.
Depois disso ele leva Luffy para o pau (batalha), em Alubarna, e o deixa para morrer lutar com Crocodile, enquanto Pell tenta se livrar de uma bomba atômica (provavelmente a que foi reutilizada em Hiroshima). Ele e a tripulação de Luffy encontram a bomba, mas são incompetentes demais para desarma-la, o que leva Pell a se suicidar enquanto salva o reino. Ele pega a bomba e a leva para o céu, onde o artefato explode e realiza o sonho do grande guerreiro de Alabasta.
Todo mundo acha que ele (finalmente) morreu, então cavam o túmulo, para colocar o que sobrou do grande guerreiro, mas é revelado que um macumbeiro médico de algum lugar remoto está com o chapéu que se parece muito com o de Pell. Ele só aparece mesmo para ver que seu túmulo, e o desejo da população em querer ele morto.

Atualmente[editar]

Atualmente Pell trabalha como guarda real de Alabasta, pois tudo voltou a ser o que era antes. Ele está planejando uma nova forma de se matar enquanto mata vagabundos.

v d e h