Patinação artística

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Homossexualismo? Cquote2.png
Google sobre Patinação artística
Cquote1.png Que coisa deplorável Cquote2.png
Chuck Norris sobre Patinação artística
Cquote1.png A-DO-RO! Cquote2.png
Clodovil sobre Patinação artística
Cquote1.png Já fiz muito dessa porra do caralho quando era nova! Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Patinação artística
Cquote1.png Ô loco meu!! Super Dança no Gelo!! Cquote2.png
Faustão sobre Patinação artística


A patinagem (ou patinação) artistica é um dos vários tipos de patinação.

Normalmente é praticada por emos e boiolas em geral, no gelo ou mesmo na rua.

Os maiores praticantes desta viadagem deste esporte vem de Campinas e Pelotas, no Brasil, e de San Francisco, nos EUA, além de uma pancada de países gelados na Europa.

Desde os Jogos Olímpicos de Inverno de 1924, é praticada essa bichice modalidade. A pioneira desse esporte é a lendária Dercy Gonçalves.

Como surgiu[editar]

Um praticante da patinação artística em plena cidade de Pelotas

A Patinação Artística surgiu quando finlandeses de opção sexual duvidavel resolveram se esbaldar em um frenesi nos rios congelados de seu país. Nos seus primordios, era praticada apenas por homens( ou quase homens) que não aceitavam mulheres por pura viadagem pelo grande preconceito existente no país. Isso tudo mudou graças a lendaria Dercy Gonçalves, que com todo sua graça, leveza e seu vocabulario de baixo calão, encantou a todos boiolas praticantes.

Desde então Dercy gonçalves rodou o mundo a procura de discipulos para poder passas seus ensinamentos, chegando então até Pelotas, terra onde o esporte foi muito bem recebido, encontrando vários viadinhos adeptos a modalidade, entre eles Kaká, Clodovil, Gugu e muitos outros que amaram o esporte, por ter muitos movimentos elegantes, graciosos e muito leves. (e boiolas)


Regras[editar]

O porquê os homens gostam apenas de ver patinação artística.

Pode ser praticado sozinho ou com casal. O objetivo é dançar o mais imprevisível possível no gelo e no final receber notas de jurados (em sua maioria leigos ou pilantras), além de não se desconcentrar com os insistentes gritos de "Ô loco meu!!" do Faustão.

As modalidades solo são as compostas por boiolinhas mirradinhos que ficam pulando feito umas gazelas, enquanto a modalidade com casal é composta geralmente por um homem sarado e uma gostosa (se não for assim perde pontos mesmo que psicologicamente).

Contam pontos desde movimentos de pés, se for reto (considerado macho, são poucos pontos pontos), se for curvo (aí já está saindo do armário, são razoáveis pontos), se for em serpentina (a plateia ama, são muitos pontos). Outro movimento que conta pontos são as firulas, movimentos que uma pessoa normal jamais conseguiria fazer.

Na patinação com casal se o homem ficar carregando a mulher, girando-a como se ela fosse um pedaço de papel também somam-se pontos, se ocorrer o contrário são mais pontos ainda.

Na patinação feminina da modalidade, rodar a baiana e ficar levantando a saia também somam valiosos pontos.

Técnicas[editar]

Há algumas técnicas que são obrigatórias em todas as competições:

  • Tsa tsa tsuge: essa manobra, ao contrário da original, não envolve pulos. Até porque isto causaria náuseas e morte na maioria das pessoas.
  • Morte de Alucard: O atleta pula e começa a girar como um Alucard morrendo.

*E a ultima técnica pulo do viadinho: que o atleta pula feito o bambi(são paulinos) com aquelas roupas de Mulheres.

v d e h