Parque aquático

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Montfortpoulpe.jpeg Este artigo é aquático!

E é especialista em natação. Se você vandalizar, ele te joga uma tsunami, então cuidado com os tubarões e não leia sem usar uma máscara de oxigênio.

Cquote1.png MÃÃÃE, EU QUERO IR NUM!! Cquote2.png
Criança chata sobre ir num parque aquático.
Cquote1.png Aqui é melhor do que lá. Cquote2.png
Pobre no Piscinão de Ramos sobre parque aquático.
Cquote1.png Sempre quis ir em um. Cquote2.png
Free Willy sobre parque aquático.
Cquote1.png Não gosto desse tipo de lugar. Cquote2.png
Cascão sobre parque aquático.
Cquote1.png Tem água? Então tô dentro! Cquote2.png
Surfista sobre parque aquático.
Cquote1.png É que não quero me molhar Cquote2.png
Você sobre o motivo de não ir pro parque aquático ( frescura )

Um parque aquático é um grande lugar cheio de piscinas (menos a piscina de 1000 litros), tobogãs, chuveiros e demais coisas aquáticas usadas para a diversão do povão. A maioria dos parques são particulares já que o governo não pensa na diversão da população seria errado usar verbas públicas para criar algo tão inútil como um parque aquático, afinal quem quer se refrescar que se refresque na caixa d'água! É aconselhável que pessoas muito gordas não irem à parques aquáticos, vide eventos ocorridos no filme Norbit.

Criando um parque aquático[editar]

Para criar um parque aquático é muito simples. Basta você ter:

  • Os papéis coloridos.
  • Um terreno do tamanho de dois Maracanãs.
  • Água, muita água. (Não tem como fazer um parque aquático com outra coisa)
  • Gatinhas para trabalharem para você e atrair machos clientes.
  • Alguma coisa para divertir crianças. (Chupeta não vale)
  • Nenhuma praia por perto.
  • Uma propaganda na TV.

Com dinheiro você compra o terreno e manda escavar os buracos onde ficarão as piscinas. Quanto ao resto que você tem a fazer procure no Google pois estou tomando um banho de espumas ao som da sexta-nonésima (69°) sinfonia de Beethoven neste exato momento. Então se você me der licença meu querido...

Atraindo clientes[editar]

A pirralhada toda vai no parque aquático.

Na inauguração de seu parque aquático faça propaganda boca-a-boca (pagando boquete) a todos que encontrar pela rua. O melhor jeito de atrair a clientela é com carro de mensagem passando pelos bairros nobres e pobres da sua cidade, isso sempre funciona! Todos precisam se refrescar.

Quem vai no parque aquático?[editar]

  • Crianças, o principal grupo que vai nos parques. Fazem bagunça, gritam e se afogam, não necessariamente nessa ordem. Ficam longe dos seus pais e normalmente não o obedecem, gerando confusões e chororôs que atrapalham quem foi no parque se divertir.
  • Adolescentes. Quase igual com os da crianças. Só que estes já conhecem os princípios da putaria e os praticam em pleno parque. Alguns desses adolescentes são guris e gurias retardados que enchem o saco dos outros falando coisas que aparecem na revista Capricho ou coisas de nerd como animes e Informática.
  • Trabalhadores de férias. São aqueles tiozões e tiazonas de meia-idade que decidem aproveitar as férias no parque. Bebem cerveja adoidado, discutem relação na frente de todo mundo e nos casos dos homens ficam olhando para traseiros de mulheres alheias. Alguns ao invés de se divertirem preferem reclamar da vida que é algo muito útil e que faz com que os problemas vão embora.
  • Vagabundos que conseguem dinheiro de algum jeito e vão pro parque vestidos como mendigos. São clientes fiéis e vão lá quase todos os dias.
  • Minorias - Segundo Eric Cartman, tem sempre minorias frequentando o parque e isso o irrita, a ponto de forçá-lo a fazer cálculos matemáticos e chamar as autoridades, que também são minorias.

O que fazer em um parque aquático?[editar]

Nada como admirar as bundas beldades que aparecem no parque aquático...
  • Se refrescar.
  • Tomar banho.
  • Se molhar.
  • Se molhar na água.
  • Descer do tobogã.
  • Olhar as mulheres de biquíni.
  • Nadar.
  • Molhar os outros.
  • Sequestrar os filhos dos outros.
  • Verificar se seu relógio é mesmo à prova d'água.
  • Mijar na piscina.
  • Verificar se a piscina tem aquele produto que denuncia mijo.
  • Mijar nos outros.

Por que ir no parque aquático?[editar]

  • Se socializar com o mundo e sair da tela de um computador.
  • Conquistar mulheres.
  • Se divertir.
  • Verificar se você sabe nadar.
  • Mijar nas calças.
  • Você não tem piscina em casa.
  • É legal.
  • Deus quer que você vá.
  • Eu te amo.

Por que não uma cachoeira?[editar]

Bem simples: partindo do princípio que tudo de graça é ruim e tudo que é pago é melhor chega-se a conclusão que um parque aquático é melhor que uma cachoeira. Cachoeiras ficam em lugares de difícil acesso, geralmente no meio de matas, além do fato do risco de se machucar naquelas pedras. O parque aquático não parece melhor? Então...

Situações incômodas[editar]

Típica cena que ocorre num parque aquático.

O parque aquático não está livre de problemas. Segue abaixo alguns desses problemas.

Alguém se afogou[editar]

Apesar das piscinas não serem fundas, há sempre um paspalho para se perder nas correntezas das violentas águas dessas piscinas. Vítimas constantes de afogamento são crianças, idosos, nerds que nunca foram para rua, idiotas e geral e a gorda da tua mãe. E sim, o salva-vidas (ou banheiro em Portugal) também é uma minoria.

Alguém mijou na piscina[editar]

Até que esse problema não é tão ruim assim. Pensando bem, a urina serve como um aquecedor natural para as águas da piscina. O ato de mijar na água deve ser encorajado para aqueles que adoram uma água quentinha. Apenas não exagere, pois a urina pode obliterar a água e as moléculas de ureia, amônia e coisas de doping podem se drogar com ecstasy e organizar uma festa rave ou se rebelar e destruir a humanidade.

Alguém se machucou no tobogã[editar]

Alguns tropeçam nos degraus da escada do tobogã e rolam ela toda abaixo, tendo que subir de novo. Outros vão dar tchauzinho para alguém lá em baixo e acabam caindo lá de cima. Uns tantos outros se ferram das maneiras mais esdrúxulas (im)possíveis, como ser engolido pelas águas ou cair tentando subir pela rampa do tobogã.

Alguém se perdeu no parque[editar]

Muitos pirralhos melequentos pequenos acabam se perdendo na vastidão do parque. Alguns são aliciados por cafetões pedófilos e somem do parque, outros só foram brincar com os amiguinhos. Para encontrar tais crianças, basta ir até o Achados e Perdidos.

Alguém entrou sem pagar[editar]

Penetrações existem desde o tempo da pedra lascada e por isso é perfeitamente belo e normal encontrá-los em parques aquáticos. Para acabar com esse problema basta jogar o penetra de cima do tobogã ou expulsá-lo do parque.

Alguém perdeu suas roupas[editar]

Isso não é um problema sério. Se todo mundo perdesse as roupas poderia muito bem rolar um sexo grupal.

Slogan para te incentivar ir a um[editar]

Está fodido pelas contas e pelo cansaço? Então venha para o parque aquático!

Ver também[editar]