Palácio de Versalhes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Francia d.JPG ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


O Palácio e Parque de Versailles ou só Palácio de Versailles é um palácio real que fica afstado do centro, na área mais cara dos arredores de Paris. Nele moravam o rei, a família real inteira (contando parentes de até centésimo grau), os funcionários pessoais do rei, a amante da rainha (este vivia escondido), o cachorro do rei, o gato do rei, etc. Portanto, em Versalhes moravam as pessoas mais famosas do país, e lá era lançada a moda do país.

História[editar]

Os corredores do palácio eram amplos para permitirem o trânsito normal de obesos.

As mulheres da realeza de Versalhes que iniciaram o costume de não tomar banho, hábito adotado pelos franceses, que o mantém até hoje. A região onde fica o palácio era um subúrbio habitado por pessoas mais pobres. O rei e sua corte se estabeleciam no centro de Paris, mas a família real estava descontente com a localização da sede do poder, o que motivou a mudança deles para o Palácio de Versailles.

A grande maioria dos mendigos que viviam na periferia se mudaram para o centro, na época o bairro mais nobre da capital. O problema é que a família real tem pavor de mendigos e de pobres, argumentando que estes fediam e não tomavam banho , que nem os parentes do rei. Como os mendigos resistiram à polícia e não foram expulsos, o rei e sua família decidiram se mudar do centro. A área escolhida para a construção do novo palácio real era uma favela.

A guarda real teve que expulsar os moradores do subúrbio para que o novo palácio fosse construído. As obras para a construção de Versailles foram muito demoradas, já que além do tamanho, o palácio tinha vários detalhes insignificantes e complicados, mas esses detalhes eram um pedido do rei, e quem desobedecesse era morto. O negócio era tão demorado para ser feito que a maioria dos envlvidos na obra morreu durante o trabalho de velhice, e todos foram contratados quando eram jovens.

Nos séculos seguintes, o palácio finalmente ficou pronto, para a alegria do rei, que durante as obras morou no palácio antigo, num bairro habitado por mendigos. Versalhes tinha aproximadamente 4200 quartos, 5100 banheiros e 6900 janelas. Isso foi necessário porque a família real era muito grande, já que o rei passava a maior parte do tempo ampliando seus descendentes.

Outra hipótese é que a maioria dos moradores do palácio eram filhos da rainha, mas com outra pessoa. Versailles foi plagiado exaustivamente por milhares de reis de outros países, que achavam o local chique. Calcula-se que existam espalhadas pelo mundo aproximadamente 300000 cópias mal-feitas do palácio, a grande maioria muito mal-feita, sendo que alguns nem chegam a lembrar Versailles.