Países Altos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Orange Dutchmen.jpg
Dit artikel is van Nederland!!
Este artigo legalizou o casamento gay, a eutanásia, o aborto, a prostituição, a putaria, a maconha e o cheiramento de gatinhos. O autor abastece seu carro num posto Shell, tem uma TV Philips, bebe Heineken e come queijo gouda com carne de cavalo.
Bandeira da Alemanha Nazi.png
Este artigo é sobre humor europeu

Desculpem, o humor deste artigo é ininteligível para brasileiros e sul-estado-unidenses.
Então, nada de zoar Argentinos, Portugueses ou sua mãe aqui, certo?

Cquote1.png Você quis dizer: Peitos? Cquote2.png
Google sobre Países Altos

Os Países Altos(tambem conhecido como Holadna) eram uma monarquia absolutista situada na Uropa. Levavam esse nome pois a altura média da população era de 2 m. A sua população vivia tirando sarro dos seus vizinhos e arqui-rivais dos Países Baixos. Estes respondiam invocando a Regra do L, segundo a qual os habitantes dos Países Altos devem ser todos meio parecidos com o Hitler nesse aspecto. Sim, o artigo está todo no passado porque essa merda não existe mais, se tiver curioso pra saber o motivo lê lá embaixo em "Guerra".

Diferença dos povos de países baixos e os povos dos países altos.

Estrutura Social[editar]

É de fundamental entendimento para a sociologia o estudo da estrutura social de um país históricamente elevado (literalmente) como os Países Altos: Acima de tudo e todos estava o rei, escolhido por uma comissão de idosos com problemas de gigantismo a cada vez que o rei antigo morria. A sociedade é considerada o exemplo principal da alturocracía, sendo a organização familiar das elites em ascenção constante, das classes menos altas e da classe pouco baixa (não havia classe baixa) nem matriarcal nem patriarcal, quem mandava em casa era o ser humano com maiores taxas de produção de hormonio de crescimento. Nessa nação as crianças, menos altas que os outros, só podiam exercer papel importante ao escolher os bichos de estimação da família, normalmente felinos, já que havia massiva campanha pública para salvar os gatos constantemente cheirados no vizinho.Na realidade o rei só queria encher o saco dos inimigos mesmo acabando com a diversão deles.

Casamento entre os dois povos, algo extremamente raro de acontecer.

Economia[editar]

A economia do país era movimentada fortemente pelo serviço metereológico, que empregava grande parte da população, especula-se que meio mundo se comunicava com os Países Altos para perguntar "Como está o tempo aí em cima?". Outra grande parte do contingente populacional exercia a função de jogador de basquete, sendo jogadores um dos principais commodities exportados pelos Países Altos (por que a surpresa, o Brasil não faz o mesmo no futebol?). Ocorria constantemente incentivo à imigração de pessoas naturais do país rival, mesmo com a grande briga entre os 2 países era mais importante superar as diferenças em nome da ocupação de certos cargos (como pintores de rodapé) tão necessárias ao desenvolvimento da nação. Na época da guerra e isolamento dos Países Baixos registrou-se enorme escassez d tampinhas no país (produto anteriormente muito importado), fato pelo qual toda a indústria de bebidas do país faliu, sobrecarregando o mercado de trabalho mundial de tios da previsão do tempo. Era notável nos tempos de crise o déficil da bança do país causado pela grande importação de banana nanica do país vizinho.

Guerra[editar]

Rei dos Países Altos torturando prisioneiro de guerra dos Países Baixos pessoalmente em tempo de crise.

Os Países Baixos ficaram muito contentes quando foram escolhidos para fazer a novela da Globo, afinal, lá só tem baixaaltaria e ninguém faz nada porque fica fumando maconha o dia inteiro. Muito parecido com as novelas do Manoel Carlos, tirando a parte da maconha, que aqui na terra do Doutor Roberto não tem isso não. Aí, os Países Altos morreram de inveja, e os que tinham sobrevivido morreram de rir logo depois.Assim, ocorreu a eliminação do país do mapa, sendo o seu território englobado pelos vizinhos nanicos. (Por isso a grande quantidade de diques no país vizinho, se ocorrer uma inundação que atinja 1,5 m d altura, quase toda a população dos territorios dos atuais Países Baixos estará extinta.)

Ver também[editar]