Ouija - O Jogo dos Espíritos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Desinopselogo2.png

Este artigo faz parte do DesFilmes, a sua coletânea de filmes rejeitados.
Enquanto você lê, gente feia e peluda transa em uma pornochanchada

Ouija - O Jogo dos Retardados
Ouija
Ouija - O Jogo dos Espíritos (BR)
Ouija - A Jogatina das Almas Penadas (PT)
Ouija - O Jogo dos Espíritos.jpg
O pedaço de madeira mais sinistro do quarteirão...
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
2014 • colorido • 89 min
Direção Stiles White
Produção executiva Jason Blum
Michael Bay (é assim que você descobre do porquê do filme ser tão cagado)
Elenco Olivia Cooke
Ana Coto
Daren Kagasoff
Gênero Terror Teen
Distribuição Figuras Muncipais


Ouija - O Jogo dos Espíritos é mais um dentre vários outros filmes lixosos de Terror Teen, que servem mais como forma de humor do que como forma de assustar quem assiste, e pior é que a Netflix ainda classifica essa zoeira como "perturbador"... Esse filme conta a história de uma garota que encontra um tabuleiro Ouija e decide brincar com ele, só o que ela espera é ser possuída por um espírito satanista invocado pelo tabuleiro, resultando na sua própria morte. Depois disso seus amigos, ou melhor dizendo, sua amiga decide fazer a mesma coisa que ela, na chance de conseguir contato com o espírito de sua amiga, porém ela na realidade se dá de cara com uma fantasma de uma garotinha morta pela mãe, que começa a matar seus amigos, iniciando assim uma missão impossível em destruir o tal espirito. Na realidade muitas coisas acontecem antes já que nem os roteiristas tinham algo de bom em mente, além de lucrar, e junto com o fato dos personagens serem umas antas bípedes resultou nesse enredo ridículo...

Enredo[editar]

O filme começa mostrando o que já foi dito anteriormente: uma adolescente retardada brincando com um possível objeto assombrado, mais conhecida pelo nome de Debbie Mental Galardi, é morta por ele ao possuir o corpo da vítima, fazendo-a se auto-enforcar a si mesma, enquanto seus amigos ficam chocados e decidem fazer algo a respeito disso, dar uma de Sherlock Holmes do além. Mas na realidade os amigos delas estavam era mesmo cagando pra guria, ou era a má atuação mesmo dos atores que sequer conseguiam chorar falso, e o enredo também que bota um buffet no meio do funeral, e uma garota se empanturrando ao invés de lamentar a morte... Deixando de lado, Laine Morris, sua best friend forever, pensa que ela não de fato tenha se matado, e sim algo de errado relacionado ao tabuleiro Ouija, pois elas brincavam com ele quando crianças. Com isso recrutam seus amigos, sem motivo nenhum, pois poderia ser apenas ela e um especialista no assunto, em tentar fazer contato com Debbie pelo tabuleiro. Porém, como já o esperado, não dá nada certo e geral se caga de medo e decidem deixa pra lá a história, sendo que caso eles fossem adolescentes normais no mínimo teriam pesadelos e trauma até o dia em que postassem foto no Instagram com Skol Beats...

Porém não para por aí, pois o espírito "ataca" cada um deles com mensagens dizendo "comi o cu de quem tá lendo", o que seria um aviso para voltarem a usar o tabuleiro, e tentarem mais uma vez extraírem alguma informação a respeito da morte de Debbie. Contudo, novamente os adolescentes cagam em suas próprias calças e desistem no meio do processo. Isso deixa o tal espírito da garotinha puta da vida (no entanto eles ainda não sabiam que era a garota morta pela mãe a responsável, e sim a própria mãe), e com isso arma pra cima da personagem menos importante e interessante do filme, como tivesse alguém que preste nessa comédia de suspense. A tal vítima é a Isabelle, que ninguém tava cagando pra ela, e por isso ela acabou sendo morta... Isso aparenta não alterar em nada o cotidiano dos jovens, retirando o fato deles desistirem de vez em continuar usando o tabuleiro, menos Laine Morris, que pra quem se esqueceu de quem ela é, por ser tão poco marcante, ela era a best friend forever de Debbie, que decide, junto com Pete, ir atrás de informações a respeito da casa...

Nesse vasculhamento eles descobrem a "história" por trás das desgraças passadas, graças a uma velhinha enlouquecida cadeirante. Essa velha diz que eles teriam de cortar os fios da boca de um defunto de sua irmã morta há décadas, e assim ela iria "dar conta do espírito da mãe"... Porém, por mais que eles tenham feito isso o que foi mandado era uma cilada, Bino, e o que realmente acontecia era que o espírito da mãe era na verdade a vítima, e a filha que era encapetada e assassina, algo que quem já assistiu aos filmes de Atividade Paranormal já estaria melhor avisado acerca de crianças satanistas... Desse modo, após o espírito da criança-capeta ter matado uma ruma de adolescentes enxeridos, as duas irmãs Morris, que foram as únicas sobreviventes, vão atrás de uma macumbeira, que diz que a única forma da acabar com isso seria tacando fogo no defunto da guria e no tabuleiro Ouija. E é isso o que elas fazem, com direito a cenas toscas e malfeitas, e nenhum pouco assustadoras, de uma luta entre o espírito da garotinha, Laine Morris e Debbie que ressurge dos mortos, só que não pois ela continua como um espírito, ao estilo Star Wars... No fim das contas tudo termina bem, menos pro telespectador que foi forçado a assistir um filme de tão baixo nível...

Personagens[editar]

  • Laine Morris: É, ou no caso, era a best friend forever de Debbie (quantas vezes essa frase já foi repetida?), sendo que ela faz o papel daquele típico personagem que pensa haver espíritos, assombrações, demônios por detrás do problema do filme, enquanto os outros a taxam de louca e exagerada. Porém, como todo personagem de mesmo calibre, Laine logo começa a ser melhor escutada, mas isso não a livra de ser detestada nesse sentido pelos seus "amigos", isso porque caralhos ela teria de levar seus amigos juntos para depois todos morrem durante a seita satânica, e pior, porque logo de noite ela tinha de inventar de brincar com aquele troço? Com umas ideias retardadas como essas também não tinha como não ser detestada...
  • Sarah Morris: Ela é a irmã mais nova de Laine, típica adolescente rebelde, que só gosta de ir pra rave, se drogar e ficar namorando pessoas 50 anos mais velhas do que ela para depois, quando morrerem graças a idade avançada, Sarah pegue suas heranças... Além desse fato ninguém pouco se importa com ela e por hoje é só pe-pe-pessoal!
  • Trevor: Trevor é o namorado/amante/amizade colorida gente boa, sempre apoiando na medida do possível a situação, porém como ele faz parte de um típico filme de Terror Teen, ele também é o rebelde e motoqueiro que anda se capacete. Na realidade é que ele nem deva ser um motoqueiro sem capacete, ou até mesmo motoqueiro, é apenas o fato de ninguém se importa com ele, retirando a cena em que ele morre afogado só porque se prendeu na capa de piscina, sendo considerada essa uma das mortes mais burras do cinema...
  • Pete: Já Pete é o contrário do que Trevor é, mas como o filme é o um lixo e é cheio de furos no roteiro e péssimos personagens, ele é ao mesmo tempo idêntico a Trevor, tão idêntico que ele também bate as botas de um jeito iconicamente burro...
  • Isabelle: Isabelle é... espera aí quem é Isabelle mesmo...? Ah, sim, lembrei... Isabelle é a personagem mais sem graça e menos notável de todo o filme, e olhe que estamos falando de um filme onde não existem nenhum personagem marcante nele... Por conta disso ela é a primeira do grupo a morrer pela fantasminha brincalhona, sendo levitada e depois batendo a cabeça na pia...
  • Debbie Galardi: Debbie é a responsável pela morte de todos os que morreram e foram citados acima, pois se ela não estivesse brincando na zoeira com um tabuleiro Ouija ninguém teria morrido. Ou talvez ela tenha se matado para não ter que participar do filme lixoso, e tentou matar seus amigos para que o filme não se tornasse um seriado americano adolescente genérico e muito, mais muito ruim...