Otohime

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Tubarão.jpg Este artigo é aquático!

E é especialista em natação. Se você vandalizar, ele te joga uma tsunami, então cuidado com os tubarões e não leia sem usar uma máscara de oxigênio.

Otohime

Otohime-cosplay.jpg

Bando Família Netuno
Pirata / Marinheiro
Idade Mais de 30
Codinomes Otohime Mandela
Cargo Rainhaa
Técnicas Nenhum
Perfil
Família Netuno (marido), Fukaboshi (filho), Ryuboshi (filho), Manboshi (filho), Shirahoshi (filha)
Sonho A paz entre os tritões e humanos
Frase Favorita "..."


Cquote1.png Você quis dizer: Rainha da pepeca larga Cquote2.png
Google sobre Otohime
Cquote1.png Como ela conseguiu ter uma filha desse tamanho todo! Cquote2.png
Fukaboshi sobre Shirahoshi
Cquote1.png Foi a minha potencia! Cquote2.png
Netuno sobre citação acima
Cquote1.png Larguei um tiro no meio da fuça! Cquote2.png
Hody Jones sobre Otohime

Otohime foi a rainha do Reino Encantado da Ilha dos Tritões no Mundo Fantástico de One Piece. Ela foi mulher do rei Netuno e parece um peixinho dourado, ela teve a façanha de parir um bebê que tem dez vezes o tamanho dela. Ela queria um acordo de paz entre humanos e peixes para acabar com a pescaria.

Aparência[editar]

Otohime levantando panfleto de anúncio chato.

Otohime sempre foi aberta ao diálogo entre os humanos e tritões. Ela é uma sereia de tamanho normal, ao contrário dos outros membros de sua família. Ela tem cabelos loiros com um penteado meio doido amarrado com um laço, ela usa um quimono branco que ganhou de presente do mestre do karate, e com desenhos de escamas.

História[editar]

Passado[editar]

Otohime pregando contra a carne de peixe no sushi.

Otohime era uma pequena princesa peixinho dourado que nadava na Ilha dos Tritões, ela era a realeza dos peixinhos e foi dada em casamento para o rei Netuno para governar a Ilha dos Tritões e botar ordem naquele cardume muito louco. Otohime sempre quis a paz na ilha, mais sempre vinha uns pescadores humanos para cozinharem e fritarem os peixes daquela ilha, a treta era muito louca e Otohime tentava de todas as formas pacificar as coisas entre os humanos e os homens-peixe.

Conciliação[editar]

Otohime começou à espalhar panfletos com a intenção de espalhar a paz entre os homens-peixe e os humanos, mandando correntinha de coraçãozinho e os caralhos, armou um churrasco de conciliação para unir as duas raças, começou à fazer discursos e palestras pra pregar a paz no mundo. Mas nada saciava a sede dos humanos de comer um filé de peixe frito na hora do almoço, e essa merda não dava certo.

Morte[editar]

Certo dia, um Dragão Celestial estava indo lá querendo fazer pirão de geral, mas levou uns tiros de uns piratas para ficar esperto, São Mjosgard estava fodido, mas Otohime ficou com pena dele e levou ele pro hospital, apesar dos tritões quererem mandar ele para boca do tubarão. Hody Jones não gostou dela ter ficado com pena dele e queria comer o cu dele com areia, largou um tiro na Otohime e pôs a culpa nos humanos. Otohime virou filé de peixe à milanesa.

Ver também[editar]

Loser 2.JPG Otohime já morreu!

O Cramunhão agradece por esta alma!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

v d e h