Oars

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Oars surgiu das trevas!!

E adora assustar criancinhas!

Puro osso.gif
Goko with halo.jpg
Oars morreu...
MAS VOLTOU!!!

E nem agradeceu a Shen Long...

Clique aqui pra ver quem mais foi despejado do cemitério.


Oars Oz, Odz, e várias outras traduções erradas

Oars pintura.jpg

Bando Zumbis Dançarinos do sósia do Michael Jackson (vulgo, tripulação de Gecko Moria)
Pirata / Marinheiro
Idade Não se sabe claramente, mas a extinção de sua espécie ocorreu aproximadamente há 666 milhões de anos.
Codinomes Extrator de Dentes Continentes e Zumbi Especial 900.
Cargo Zumbi Especial (ou seja, escravo).
Técnicas Gomu Gomu no...
Perfil
Família Cronos (bisneto) Diabo (tataravô) Zeus (tataraneto).
Sonho Ser o Rei dos Piratas!
Frase Favorita "Eu vou ser o rei dos piratas!"


Oars, também conhecido com Oz, Odz, Zumbi 900, e qualquer outra tradução, que de acordo com os otakus, está errada, é um personagem de One Piece. Ele é o zumbi mais forte de Thriller Bark, e provavelmente o mais burro, como possui a zombra de Monkey D. Luffy. Ele é um gigante muito grande (O RLY?), sendo pelo menos quatro vezes o tamanho de um gigante quase normal. Ele é o ancestral de Little Oars Jr., o que tecnicamente o torna um ser que deveria estar extinto.

Aparência[editar]

Oars quebrando a cabeça para resolver um desafio de matemática: 1+1=?

Oars é um gigante realmente muito grande, e realmente muito feio, além de feder a carne podre e ter uma inteligência extremamente limitada. Sua grandeza é tão grande, que ele tem quatro vezes o tamanho de um gigante, vinte vezes o tamanho de um alho poró gigante, e oitenta vezes maior do que os seres humanos normais, e você, que apesar de anormal tem estatura relativamente normal (ou não). Seu tamanho leva as pessoas mais idiotas desinformadas, como Zoro e Franky a confindirem Oars com uma parede.
Sua cara é parecida com a caveira do demonho, com direito à cornos chifres, dentes afiados e tudo mais. Ele só tem um olho, e o topo de sua cabeça está cheia de trincheiras, devido a falta de um cérebro confiável, que forçou os ossos, a carne e a pele a recuarem, mas não igualmente. Por causa dessa deficiência, Oars também não possui cabelo no topo da cabeça, já que sua massa cinzenta é incapaz de fazer com que seu cabelo cresca no local certo, por isso suas costas estão cheias de cabelo, aliás, um belo cabelo loiro de ótima qualidade, invejado pela maioria das mulheres vivas atualmente. O cérebro de Oars é tão lerdo, que esqueçeu que seu dono estava morto, e, por isso, o cadáver do gigante não sofreu muita putrefação. Há apenas um buraco perto do suvaco da axilia esquerda, que fedia muito, e era muito peluda, por isso foi retirada por Dr. Hogback.
Seu corpo é bem gordo, com braços longos e grossos, mas pernas finas e bem delicadas. Em seu braço esquerdo há a tatuagem "SZ 900", que pode ser uma demonstração de amor, carinho e afeto feito por Gecko Moria em um momento de emo, que queria escrever s2, para fazer algo que não se parece, mas dizem que é um coraçãozinho. Também pode significar alguma mensagem satânica, ou até mesmo significar "Zumbi Especial" escrito por um analfabeto inglês, e seu número de classificação: 666 900.
Como todos os outros zumbis, Oars é completamente costurado, e cheio de curativos para cobrir ferimentos, dã resultados do apodrecimento e ainda render cheiro de ervas finas, no caso de Oars apenas para o último fim, que ainda assim não funciona, e ele ainda fede à carniça. No meio de seu estômago, há um pano azul (que pode ser a cortina de sua casa, então trate de conferir!) que pode ser aberto e revelar um camarote, com direito à vinho, poltrona reclinável e um canal pornô, onde seu mestre Gecko Moria pode sentar e assistir a batalha. O problema é que esse camarote fica no lugar dos intestinos, e por isso está sempre com cheiro de merda podre. Além de seus curativos, Oars usa somente uma tanga, e por isso já foi convidado a posar nu, pela G-Maganize na edição 666, no especial de Halloween, então, se você for gay, ou mulher, e não for fresco, trate já de comprar sua revista!

Personalidade[editar]

Oars segundo os estadunidenses.

Não se sabe como era a personalidade de Oars enquanto em vida, mas as inúmeras espedições arqueológicas ao buraco no pólo norte descobriram vestígios fósseis datados de 666 mil anos atrás, que indicam que ele era um animal feroz e cruel, que destruia países inteiros e era muito temido. Oars era descendente de um clã de gigantes grandes até mesmo para os gigantes, que possuia membros muito maus, e muito fortes, que dominaram o mundo na época do Plestoceno, Neoceno, ou qualquer outra época geológica. Estudos mostram que ele também era muito corajoso, e muito levemente idiota, como foi para uma expedição no pólo norte, onde ia participar de um concursos de sósias só de tanga (ele era o Tarzan), e acabou morrendo de frio.
Depois que foi roubado do museu e ressucitado por Moria com a sombra de Luffy, Oars virou um jumento profissional, pois em seu corpo estava combinada a burrice dos dois animais mais burros conhecidos pela história. Ele também agia como Luffy, era incapaz de dizer que Usopp era o Sogeking, conseguia ver a semelhança entre Sanji e um cantor emo seu cartaz de procurado, gostava de carne, e usava os ataques Gomu Gomu no... sei lá o que, sem pagar direitos autorais, o que o leva a ser um plágio. Ele achar que era o Luffy, e achou estranho ele não poder se esticar, mas hoje sabe-se que foi uma jogada de marketing para esconder o plágio, trocando-o por deficiência mental.
Oars também possui um senso muito forte de individualidade, por isso desobedecia Moria, para tentar virar o rei dos piratas, mas com seu cérebro apodrecendo ainda mais, ele foi lentamente obedecendo seu mestre.

Habilidades[editar]

Oars já forte por si só, por isso no passado foi chamado de extrator de continentes. As lendas dizem que foi ele que tirou a África de cima do Brasil, o que o tornou um grande heróis no passado do Brasil. Seu estilo de luta original era de uma besta feroz, incontrolável que decepava membros, cabeças, intestinos e litros de sangue. Dizem que ele foi o primeiro ser a usar um fatality. Além disso, ele se move muito rapidamente, apesar de seu tamanho, podendo desviar de vários ataques da tripulação do chapéu de palha.
Depois que ele foi ressucitado com a sombra de Luffy, ele herdou seu estilo de luta, e deixou de lutar feito uma besta feroz, que mordia, decepava membros, etc, e passou a lutar como Luffy lutaria, ou seja, como um macaco, provavelmente um chimpanzé raivoso, dando socos, chutes, etc. A única diferença do estilo de luta de Oars, para o estilo de luta de Luffy é provavelmente a incapacidade de se esticar. Mas esse problema foi resolvido com a ajuda de um intrometido Gecko Moria, que usava uma técnica de mudar a forma da sombra para mudar a forma do corpo do zumbi, fazendo-o esticar. Se quiser entender direito como funciona esse milagre que, segundo a física, é impossível, pesquise no Google, ou foda-se.
Como um zumbi, ou um completo idiota, Oars é incapaz de sentir dor. Isso combinado com o revestimento interno de titânio feito por Dr. Hogback torna Oars um ser impermeável. Ou pelo menos deveria, como o cirurgião vagabundo não estava a fim de completar seu trabalho e fez uma modificação muito ruim, provavelmente porque esqueçeram de lhe pagar o salário, ou não lhe deram seu tão desejado aumento.

História[editar]

Oars ao descobrir que estava vivo. "CARNE"!

Passado[editar]

No passado, Oars era considerado o mais forte dos guerreiros gigantes decententes do diabo. Ele era famoso por sua força, e sua figura aparece em várias mitologias, apesar de ninguém saber de sua honrosa decendência. Essa fama se estendia por todo o mundo, principalmente quando Oars ficou infeliz com a forma como os continentes estavam e resolveu ajeitá-los. Por essa incrível demonstração, todos os índios brasileiros cultuavam Oars, em forma de várias outras divindades. Sua fama era tamanha, que na mitologia grega ele era o bisavô de todos os titãs, simplesmente porque era muito grande. Os egípcios fizeram grandes estátuas em homenagem ao grande herói, e a razão da vida, segundo Confúcio, era simplesmente Oars. No entanto essa fama foi destruída quando descobriram o quão feio idiota ele poderia ser, levando à destruição de todas as homenagens, e por vim Oarvinismo foi esqueçido.
Sendo ignorante (ou macho) demais para chorar e entrar em depressão, Oars seguiu sua vida como um guerreiro, até que um dia ele virou fã de Tarzan, e foi a um evento de sósias no pólo norte só de tanga, e morreu de frio. Esses eventos são datados de 666 milhões anos atrás, aproximadamente.

O despertar da fera[editar]

Oars chegando de xereta e atrapalhando uma luta.

Depois que Moria arranjou um jeito de invadir um museu de história natural, e roubou o cadáver Oars, ele foi colocado em um congelador para esperar por uma sombra, que foi finalmente conseguida quando Luffy chegou na ilha. Logo que foi acordado, ele acabou com a reserva de comida de todo o barco, e de quebra ainda devorou metade dos zumbis, pois fazia milhares de anos que ele não comia. Depois disso ele começou a exploraro navio feito uma criançinha muito feia em um jardim. No meio dessa brincadeira, ele levou Thriller Bark para longe do lugar que estava, pois cansou do Triângulo Florido Florian.
Depois de um árduo treinamente com a ajuda do Dr. Pet, Moria conseguiu domar Oars, e mandar ele matar os chapéus de palha. Assim o gigante começou a destruir tudo em Thriller Bark, porque enxergava mal, e não conseguia achar os pobres piratas. No meio de suas buscas, ele esmagou Dr. Hogback, por estava com raiva dele por ter feito modificações nele com peças tiradas de um lixão, e ainda por cima tirar seus intestinos. Após algum tempo, ele encontrou a tripulação (exceto Luffy, que esteva comendo, e Nami que estava se divertindo com Absalom) pronta para o pau (não pense merda, eu disse apenas pau!), e começou uma luta feroz, onde Oars apanhou bastante, mas não perdeu porque o protagonista não estava presente, e uma criatura dessas só perde para o protagonista. A tripulação do chapéu de palha até que lutou bem, mas acabou completamente fudida com a força do gigante.
Então, no momento mais dramático da batalha, surge Nightmare Luffy, ou seja, Luffy azul e grande, super fodástico com 100 sombras, para dar uma surra em Oars e em seu cocô mestre que estava assistindo a luta dentro de seus intestinos. Depois que Oars acorda sem mais nada dentro de sua barriga, ele tenta continuar a luta, mas tem a coluna quebrada por quem? Pelo protagonista, claro. Assim, ele não pode mais se mover, e ficou pagando de idiota em Thriller Bark pelo resto dos próximos 5 minutos, quando Moria resolveu tirar a sombra de todo mundo em Thriller Bark, inclusive de Oars, que voltou a ser um inútil morto.

v d e h