Nosgoth

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Nosgoth surgiu das trevas!!

E à meia-noite vai levar a tua alma!

Puro osso.gif


Império Nosgótico
Império Gótico Vampiresco de Nosgoth
Nosgoth
Bandeira
Insígnia
Bandeira Brasão
Lema: "VAE VICTUS!"
Hino nacional: Ozar Midrashim

Localização de Nosgoth

Capital Meridian
Cidade mais populosa Avernus
Religião oficial várias
Governo Monarquia
 - Senhor das Trevas Kain
Heróis Nacionais Kain e Raziel
Área  
 - Total grande pra caralho! km² 
 - Água (%) 325 (0,5 após Kain)
Analfabetismo
População depende do humor do Kain 
PIB per Capita 550 (3,1 após Kain) 
IDH 700 (1,4 após Kain) 
Moeda B$
Fuso horário GRW + 9
Clima Ensolarado e chuvoso (somente nublado após Kain)
Website governamental www.nosgoth.net [1]


História[editar]

A história de Nosgoth se divide em A.K. (Antes de Kain) e D.K. (Donkey Kong Depois de Kain). Três raças disputavam pela supremacia em Nosgoth: os Anciões, os Hylden e os humanos. No meio disso tudo estava o Elder God, um grande dum Filho da Puta que ditava quem podia fazer o quê. Primeiro ele decidiu que os Anciões é que deviam mandar, então eles enfrentaram os Hylden e os mandaram pra Casa do Caralho. O Senhor da Cabeça Verde, chefão dos Hylden, então pinchou uma praga nos anciões, transformando-os em vampiros sanguinários e broxas. Elder God ficou chateado e xingou muito no Twitter, decidindo então que agora os humanos é que deviam mandar. Então os humanos criaram a Ordem dos Sarafan pra caçar vampiros, acabando com todos eles, menos um.

Um único vampiro sobrou. Seu nome era Kain. Kain atravessou Nosgoth inteira e dizimou metade da população, acabando por se tornar o ser supremo de Nosgoth. Em seu império, Kain escravizou os humanos, ressuscitou os vampiros e reformou todo o lugar para se tornar habitável para os vampiros, ou seja, ele acabou com tudo.

Governo[editar]

Antes de Kain, Nosgoth era governada por um grupo de nove ministros conhecidos como o Círculo dos Nove. Cada ministro era responsável por um ministério relacionado a um dos Pilares De Nosgoth, que compunham a sede do governo. O Ministro da Mente era responsável por cuidar da saúde mental da população. O Ministro do Conflito era como um ministro da guerra, responsável por resguardar as fronteiras de Nosgoth e comandar os exércitos. O Ministro da Natureza era responsável por cuidar do meio-ambiente. O Ministro da Energia era responsável pela manutenção das usinas de gás-natural e carvão de Nosgoth, já que lá não existia rede elétrica. O Ministro dos Estados era responsável por manter as cidades e vilarejos. O ministro das Dimensões era responsável por guardar os portais interdimensionais de Nosgoth. O Ministro do Tempo era responsável por administrar o tempo e por perder tempo. O Ministro da Morte era responsável pelos cemitérios de Nosgoth. O Ministro do Balanço era o manda-chuva do Círculo, responsável por mandar em todos os outros.

Depois de Kain, Nosgoth passou a ser governada apenas por Kain. Kain se nomeou Senhor das Trevas, sendo responsável por tudo em Nosgoth. Para não ter que se estressar muito, Kain criou uma ordem de tenentes puxa-sacos que faziam tudo o que era responsabilidade dele, enquanto ele tirava um ronco. Os tenentes tinham carta-branca para fazer o que bem entendessem, assim ninguém fazia mais Porra Nenhuma por lá.

Economia[editar]

Antes de Kain, a principal atividade em Nosgoth era a pecuária, com toda cidade possuindo pelo menos um açougue. Em seguida vinham o comércio de murais (todo lugar que você vai em Nosgoth tem algum mural pintado), puteiros, comércio de bebidas e armamentos.

Depois de Kain, a principal atividade continuou sendo a pecuária, porém o gado de corte agora era humano. O comércio de bebidas continuou forte, porém todas as outras atividades comerciais acabaram sendo deixadas de lado por falta de clientes.

Cultura[editar]

mais um dia tranquilo em Nosgoth!

Antes de Kain, a principal diversão em Nosgoth era pintar murais, como citado anteriormente. As pessoas também se divertiam com a prática da caça, fofoca e procrastinação. Em todas cidades de Nosgoth podiam ser encontradas tavernas, onde os moradores iam se embriagar às sextas.

Depois de Kain, muitas das atividades de lazer foram deixadas de lado, e a principal fonte de lazer passou a ser a prática de apostas em rinhas de humanos, que eram forçados a brigar entre eles para entreter os vampiros.

Cidades e vilarejos de Nosgoth[editar]

Meridian[editar]

Meridian é a capital de Nosgoth, porém ninguém faz nada de útil por lá. O lugar é bem grande, e o que mais se encontra por lá são botecos, becos escuros, transeuntes fazendo Porra Nenhuma o dia inteiro e cavaleiros Sarafan também não fazendo nada, só bebendo e fofocando.

Ziegsturhl[editar]

Um pequeno vilarejo sem nada de interessante. O dono da taverna é um grande dum procrastinador que não serve ninguém depois das 8, portanto se você passar por lá faça um favor a todos e acabe com a raça dele!

Nachtholm[editar]

Uma cidadela no meio de um lago, onde o povo passa o dia pescando. Rola uma história por lá que tem uma passagem secreta atrás do lago, onde feiticeiros se reúnem para fazer piquenique.

Steinchenchroe[editar]

Uma cidade onde ninguém toma banho. Obviamente, o cheiro lá é insuportável, por isso ninguém se atreve a visitar essa cidade. Tem um cara louco lá que é o único que toma banho.

Vasserbunde[editar]

Uma das bebidas mais vendidas em Vasserbunde.

Uma cidade grande, onde se localiza um dos principais pontos turísticos de Nosgoth, o Retiro do Nupraptor. O povo lá é bem bacana, desde que você não tenha cara de vampiro. Em Vasserbunde também fica a Red Raven Tavern, a melhor taverna de Nosgoth, onde você pode encher a cara à vontade!

Coorhagen[editar]

A cidade natal de Kain. Já foi uma bela cidade, mas depois que espalharam o T-Vírus o lugar virou um buraco cheio de zumbis e bichos cabulosos. Se você tem amor à vida nunca passe perto desse lugar.

Uschtenheim[editar]

A cidade natal de Janos Audron. O lugar é bem tranquilo, porém o povo lá se borra todo de medo do Janos, achando que ele vai voltar para buscar vingança e coisa do tipo.

Avernus[editar]

A cidade do churrasquinho de gente! É uma cidade grande pra caralho, com uma catedral ainda maior. Por lá se pratica um culto sinistro em que oferecem criancinhas para um bicho que fica no fosso da catedral.

Willendorf[editar]

A cidade dos magnatas de Nosgoth. Todo mundo lá é podre de rico e esnobe, e irão te esculachar se você aparecer por lá vestido igual um cidadão comum.

Stahlberg[editar]

A cidade universitária de Nosgoth. Dificilmente você conseguirá puxar uma conversa com alguém lá, pois o povo de lá passa o dia inteiro estudando.

Terra do Nemesis[editar]

O reino do malvado Nemesis. Quer dizer, era até o Kain matar o Nemesis no passado antes de ele virar o Nemesis, portanto pode ficar tranquilo que como não tem mais o Nemesis por lá, você não vai ser trucidado ao entrar no lugar. Só que também não tem nada de interessante por lá.

Cidade dos Hylden[editar]

A única cidade de Nosgoth que possui rede elétrica. Também é a única cidade de Nosgoth que possui iluminação noturna, televisão, internet, ar condicionado e café expresso. O problema é que provavelmente você não vai conseguir entrar lá, já que os Hylden odeiam visitantes.

A Cidade Perdida[editar]

Um lugar que todo mundo sabe que existe, mas ninguém sabe onde fica. Dizem que se você pular no Abismo você acaba parando lá, mas ninguém voltou até hoje pra dizer se isso é verdade ou não.

Pontos turísticos de Nosgoth[editar]

Pilares de Nosgoth[editar]

Grande esse pilares, não?

A principal atração turística de Nosgoth, os pilares serviam como sede do governo antes de Kain. Projetados por Oscar Niemeyer há quinhentos anos atrás, a principal característica deles era que eles eram altos pra caralho!

Mausoléu do Kain[editar]

Com o financiamento de Paulo Maluf, a família do Kain construiu um mausoléu para ele no tempo recorde de uma semana. Quem quiser visitar o lugar só vai encontrar um quadro enorme do Kain quando ele ainda era vivo e um caixão vazio.

Retiro do Nupraptor[editar]

Uma grande caveira em cima de uma cachoeira, o Retiro do Nupraptor é um dos pontos mais visitados de Nosgoth devido à sua vista. Porém os visitantes só ficam do lado de fora, e ninguém tem coragem de entrar lá dentro, pois dizem que o Nupraptor é meio completamente demente.

Bastião do Malek[editar]

O lugar onde o Malek se esconde. Não há como chegar lá. E não adianta tentar, você não vai conseguir, nem se for de helicóptero. E mesmo que você consiga chegar lá, provavelmente você não vai sair de lá vivo.

Caverna do Oráculo[editar]

Uma gruta gelada e infestada de monstros, onde o Moebius oferece seus serviços de Walter Mercado, fazendo previsões para quem chegar lá em troca de alguns trocados. Bem, se você tiver um pão com mortadela ele também vai aceitar, só tome cuidado com o que ele disser pra você, já que ele gosta de sacanear os outros.

Mansão do Vorador[editar]

Vorador irá receber de braços abertos todos os visitantes em sua mansão. Bem, pelo menos os que chegarem vivos até lá, já que a mansão fica escondida no meio de um pântano ácido cheio de monstros. Apesar de sua localização, a mansão é bem espaçosa, decorada apenas com ouro puro. Às sextas Vorador oferece uma rodada de vinho tinto por conta do anfitrião. Apenas tome cuidado para não irritar o Vorador, senão ele vai rancar seu sangue e oferecer pros convidados no lugar do vinho.

Éden Escuro[editar]

Um lugar aonde ninguém se atreve a ir, e que você também não deve ir de jeito nenhum. O lugar é uma torre no meio de um poço de lava. Se você ousar se aproximar do lugar, você será transformado em alguma criatura horrenda, como um Saci, um Chupacabras ou um Advogado.

Catedral de Avernus[editar]

Uma catedral gigantesca no meio da cidade de Avernus, que serve como a base para o culto do churrasco humano. No calabouço da catedral mora um bicho feio do capeta que na verdade é o Turel, um dos tenentes de Kain que foi sequestrado no futuro e aprisionado lá. Azimuth, a manda-chuva por lá, é bem simpática e deixará o Turel te devorar se você for bonzinho!

Cabana do Elzevir[editar]

Uma pequena cabana no meio de um lago onde mora o Elzevir, um cara que conserta bonecas. Apenas tome cuidado se a sua boneca sair andando sozinho e gritando “CÉREBRO”!

Fortaleza dos Sarafan[editar]

A fortaleza impenetrável que qualquer um consegue penetrar. Lá é a base da Ordem dos Sarafan, os caras que caçam os vampiros, ou os pelegos do Moebius, como você preferir.

Retiro do Janos Audron[editar]

Janos, aguardando pacientemente por algum visitante que consiga entrar em seu retiro.

O modesto cafofo do Janos, que fica no alto de um morro. Ninguém sabe como entrar lá, já que o lugar não tem nenhum portão ou coisa que o valha. E mesmo que consiga entrar não vai mudar muita coisa, já que lá também não tem escada, elevador, máquina de teletransporte ou qualquer coisa que permita a alguém andar por lá.

Prisão Eterna[editar]

O cadeião de segurança máxima de Nosgoth, para onde são mandados todos os meliantes de alta periculosidade. O tempo não passa lá, por isso o lugar passou a ser bastante frequentado por socialites que não querem gastar grana com Botox.

O Abismo[editar]

Também conhecido como o Cú do Mundo, o abismo é um grande ralo de banheiro no meio do grande Lago dos Mortos. Kain visita o lugar com frequência para lavar suas roupas e brincar de empurrar seus tenentes pra ver o que tem lá em baixo.

v d e h
LegacyKainLogo.png