Natural Horror

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

 

Rambo.jpg Bem-vindo à selva!

Este artigo é sobre algo ou alguém localizado no meio do mato e vai te levar para o Lado Verde Escuro da Força. Se vandalizares, Rambo vai descarregar a metralhadora no meio da tua fuça!

Night creature.JPG Natural Horror surgiu das trevas!!

Always lurking... Always in the darkness...

Puro osso.gif


Cquote1.png Você quis dizer: Animais do capeta Cquote2.png
Google sobre Natural Horror
Cquote1.png Leon, HEEEELP! Cquote2.png
Ashley Graham sobre cães com o diabo no couro
Cquote1.png Essa água é tão cristalina... Cquote2.png
Loira burra antes de ser decapitada por um crocodilo possuído
Cquote1.png Isso, garoto! Merece um ossinho (de criança). Cquote2.png
Stephen King sobre seu bichinho de estimação
Cquote1.png Detesto esse gênero! Cquote2.png
Julius Rock sobre trauma de infância
Cquote1.png Isso não é nada kawaii. >_< Cquote2.png
Otaka retardada sobre gatinhos bonitinhos e fofinhos
Cquote1.png Que ótimo. Quer dizer então que agora vou ter que competir até com animais e plantas? Cquote2.png
Freddy Krueger sobre Natural Horror
Cquote1.png Daqui há pouco até sapos e rãs vão estar matando nessa porra. Cquote2.png
Anônimo ignorante e desinformado sobre Natural Horror
Cquote1.png Na verdade,isso já aconteceu. Cquote2.png
Nerd sobre comentário acima
Cquote1.png Não tema, com o pesticida não há problema! Cquote2.png
EUA sobre principal arma contra abelhas
Cquote1.png Mais um subgênero de Terror adorado por nerds, como todos aliás... Cquote2.png
Qualquer um sobre Natural Horror
Cquote1.png A vergonha da família. Cquote2.png
Rafiki sobre seu irmão mais novo
Cquote1.png Tá vendo só, Simba? Aqueles sim são leões de verdade. Cquote2.png
Mufasa sobre A Sombra e a Escuridão
Cquote1.png Zé, pó começá a currê que as oveia tudo tão cumendo as zoreia dus fazendero, sô! Cquote2.png
Caipira sobre ovelhas assassinas
Cquote1.png Está vivo! Cquote2.png
Dr. Victor Frankenstein sobre sua mais nova criação
Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro sobre Floresta Amazônica
Cquote1.png É essa a única forma para que esses FDP aprendam a lição. Cquote2.png
Biólogo revoltado que sempre torce para os animais sobre Natural Horror
Cquote1.png Kuchiyose no Jutsu! Cquote2.png
Kisame e Killer Bee sobre Mega Shark vs. Giant Octopus
Cquote1.png Caralho, por que sempre se esquecem que nós também matamos nesse diacho? Cquote2.png
Plantas do mal sobre Natural Horror

Um típico assassino de Natural Horror.

Natural Horror é um subgênero do Terror muito adorado por ecologistas, botânicos, zoólogos e qualquer outro ser-humano que trabalhe na área da Biologia e tenha ódio dos outros seres-humanos. O gênero é caracterizado por apresentar em 100% das vezes algum animal revoltado com a humanidade esquartejando alguma pessoa qualquer.

Sobre o gênero[editar]

Uma das primeiras criaturas a integrarem o elenco dos filmes de Natural Horror‎.

O Natural Horror foi na verdade criado por fiscais e ambientalistas do IBAMA e do Greenpeace para meter medo nos vândalos que vivem arremessando pedradas nos cães, arremesando sal em sapos, queimando formigas com lupas, botando fogo em casas de marimbondos e roubando mel de abelhas. Os filmes que integram o gênero são os maiores responsáveis pelo grande número de surtos de cinofobia, ofidiofobia, aracnofobia, apifobia, agrizoofobia, antofobia, batracofobia, catsaridafobia, mirmecofobia e selachofobia.

Uma atriz ensaiando sua cena para o próximo filme.

Num filme de Natural Horror, é obrigatório que haja algum animal ou planta assassinando geral, do contrário, deixa de ser Natural Horror e se torna uma droga qualquer como tantos outras no mundo do cinema. Porém, pode-se dizer que o gênero está relacionado diretamente com o Sci-Fi, pois em muitas ocasiões, o assassino desses filmes foi fruto de alguma experiência genética fracassada, motivo pelo qual levou o bicho a se emputecer legal e começar a massacrar todo mundo.

Uma criatura revoltada pronta para fazer algumas vítimas.

O gênero nunca foi muito bem recebido por aqueles que se dizem e se acham fãs de filme de Terror, pois o gênero em questão costuma ter uma temática mais adulta e mais evoluída para que o minúsculo cérebro de primata dessas pessoas possa acompanhar. Logo, o gênero costuma ser visto com maus olhos em comparação a gêneros mais legais famosos como o Slasher e o Thriller e ser restrito à um seleto grupo de seguidores.

Porém, à cada ano começam a surgir mais e mais filmes desse gênero, e à cada ano, mais e mais adeptos vão surgindo, já que atualmente o número de formandos em Biologia, Zoologia e Botânica vem crescendo cada vez mais. Isso é explicado pelo fato de que atualmente, muitos professores escapam da deixam as salas de aulas e levam seus alunos para assistirem à maratonas de filmes de Natural Horror, ensinando-os a odiarem os seus semelhantes, e adorarem aos animais e plantas, o que têm se tornado um padrão e uma obrigação para qualquer um que decida optar por Biologia. Talvez, um dos grandes pioneiros dessa tendência seja Stephen King, que era professor e obrigava seus alunos a lerem e assistirem livros e filmes como Cemitério Maldito e Cujo.

A História[editar]

Melhor amigo do homem o caralho! Experimenta atrasar o almoço dele para ver o que te acontece.

Durante seus tempos iniciais, o Natural Horror era facilmente identificável: ou você tinha aranhas matando pessoas, ou tinha formigas. As fases iniciais do Natural Horror eram compostas basicamente por isso. Apesar de atualmente aranhas e formigas continuarem a fazer sucesso no gênero, elas eram muito mais comuns antigamente, afinal, os cineastas da época eram um bando de pobretões que só faziam filmes para ter dinheiro para pagar a conta de energia que venceria no fim do mês, e não tinham grana para usarem a abusarem de efeitos especiais. Porém, para a surpresa de muitos deles, filmes como O Império das Formigas e Tarântula faziam um sucesso tremendo nas telas dos cinemas. Afinal, já estava todo mundo cansado de todo santo dia ou ver algum filme novo ou do Drácula, ou do Frankenstein, que eram as únicas coisas exibidas durante aquele período.

Foi então que os cineastas descobriram uma verdadeira mina de ouro, e começaram a criar filmes que seguiam a mesma linha viajada, só que também com moscas, lagartos, louva-a-deus entre outras criaturas, e nascia assim o Natural Horror. Porém, o gênero caiu no esquecimento novamente depois que começaram a se fazer filmes com Aliens, que apesar de terem poucos filmes se comparados com o Natural Horror, conseguem ser mais conhecidos e fazer mais sucessos até os dias de hoje, talvez por serem mais legais carismáticos. Durante esse período, talvez a única obra decente de certo prestigio no gênero tenha sido Os Pássaros.

Vendo que até seus maiores inimigos, rato e cão, já tinham filmes próprios, eles exigiram que fizessem um só para eles também, do contrário, a humanidade arcaria com as consequências.

Porém, depois de uma porrada de anos, os gênero volta a fazer sucesso, quando um desocupado chamado Steven Spielberg, baseado no famoso Moby Dick, decide criar Tubarão, marcando a entrada dos tubarões no mundo do cinema, os quais, até hoje, só perdem em quantidade de filmes para as serpentes. Posteriormente, outros plágios filmes na mesma linha de Tubarão surgem, como Orca - A Baleia Assassina, O Último Tubarão e Piranha e até mesmo O Grande Búfalo Branco, cuja única diferença é que tiraram um tubarão e colocaram um búfalo (mais a frente ainda veio um plágio do plágio, conhecido como Razorback - Nas Garras da Navalha, onde tiraram o búfalo e colocaram um javali).

Agora com a nova moda estabelecida, diversas outras drogas vieram a surgir, como O Enxame, relatando o dia em que as abelhas se cansaram de tanto terem seu mel roubado pelos humanos e resolveram atacar. Ainda no contexto, veio o famoso Alligator, filme onde um jacaré imundo que habita o esgoto resolve dar uma voltinha pelas ruas da cidade e devorar um trouxa aqui, outro mané lá, e assim por diante.

Também não podemos deixar de citar Sssssss! (provavelmente conhecido por você como O Homem-Cobra, seu ignorante que não sabe porra nenhuma de cinema), um filme que apesar de esbanjar falta de criatividade no título ao darem como nome para ele o som que as serpentes fazem, foi o pontapé inicial para a entrada das serpentes infernais diabólicas no mundo do cinema. Atualmente inclusive, 90% das produções de Natural Horror giram em torno ou de serpentes ou de tubarões.

Também são muito comuns filmes com cães assassinos, que cansados de tanto serem obrigados por seus donos a comerem ração de quinta, resolveram se alimentar de carne humana. Também existe A Maldição dos Gatos (ou Trama Sinistra), filme baseado em fatos reais que retrata o quão estes animais malignos são maus, mostrando do que tais felinos diabólicos são capazes quando irritados.

Atualmente, à cada 10 filmes de Natural Horror criados, 5 são sobre tubarões, 4 são sobre serpentes e 1 é sobre um outro animal qualquer (que geralmente vai ser ou um crocodilo, uma piranha ou uma aranha).

Alguns filmes do gênero[editar]

A seguir, uma relação com alguns filmes do gênero e os seus respectivos animais assassinos:

Num filme de Natural Horror, você dificilmente encontrará um inseto menor do que isso.
Uma cena muito comum num filme desse gênero.

Como podem perceber, o gênero apresenta bastante variedade num contexto geral.

Ver também[editar]


v d e h