Namco

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

{{#logotipo:http://images.uncyc.org/pt/7/7e/Namcopedia.png}}


Cquote1.png Você quis dizer: Aquela criadora do Soul Calibur e Tekken Cquote2.png
Google sobre Namco
Cquote1.png Você quis dizer: Manco Cquote2.png
Google sobre Namco
Cquote1.png Você quis dizer: Pac-Man Cquote2.png
Google sobre Namco

Namco é uma desenvolvedora de jogos eletrônicos semi-falida que se mantem lançando várias sequências de Pac-Man, Ridge Racer, Soul Calibur e Tekken. Hoje, foi fusionada com a NBGI.

História[editar]

A Namco começou fabricando esses brinquedos...

Fundada em 1955 como indústria de desenvolvimento e fabricação cavalos eletrônicos para práticas nefastas de zoofilia parques de diversões japoneses. No começo a empresa era formada apenas por 5 nerds e 1 cyborg, hoje a Namco conta com a ajuda de mais de 500.000 nerds como empregados que nunca viram mulheres antes.

Em 1966 a empresa (ainda com o nome de Fuji-naKombi Manufacturing Ltd) torna-se fabricante de brinquedos temáticos da Walt Disney com mensagens subliminares de apologia a pedofilia e outras pederastias. Durante essa época a Namco consegue muito dinheiro, porque o Pato Donald estava na moda.

Em 1974 a Namco compra a falida Atari num leilão por 5 cruzeiros e funda a "Namco Enterprises Asia Ltd", uma empresa voltada para o desenvolvimento de fliperamas lucrativas de fichas, e com relações com a máfia de Hong Kong.

Em 1980, depois de quatro anos lançando lixos, a Namco lança o seu jogo de estrondoso sucesso mundial, o Pacman, e seu carismático protagonista Pac-Man. Agora os fliperamas tinham uma opção para os tiozões que não tinham coordenação motora necessária e eram estúpidos o suficiente para não entenderem os controles dos fliperamas do Street Fighter ou The King of Fighters, e então a sua opção óbvia no shopping era ir jogar Pacman.

Quando a Nintendo cria o Famicom, a Namco faz uma parceria com os "Furrys Japoneses" (como é conhecida a Nintendo na Ásia) e lança jogos inexpressivos para fazer número nos emuladores de hoje, como o Galaxian. Essa longa parceria dura até quando a Namco lança o primeiro jogo que presta: Soul Calibur II para o GameCube, mas como a Nintendo achou que o jogo era violento demais, além de conter muita nudez, rompeu contrato com a Namco, sendo que ainda conseguiu tirar um lucro extra por parte dela forçando-a a fazer o Star Fox: Assault também para seu Game CÚbe.

Assim que a Namco finalmente lança alguns jogos que prestam e vale a pena, trai o movimento Nintendo e alia-se ao PlayStation, empresa com a qual hoje, brinda o sucesso das vendas de Soul Calibur.

Em 2000 e sei lá das quantas a namco fez uma fusão com a Bandai, criando a Namco Bandai, como é conhecida hoje, e faz jogos também de animês como Naruto e Saint Seiya.

Jogos e Estilo[editar]

...e terminou desenvolvendo esses jogos.

O início da empresa era baseado no lançamento de jogos imbecis que ninguém nunca ouviu falar que até uma criança de 3 anos consegue entender. Nesse gênero há os jogos Galaxian, Klonoa, Galaga, Bosconian, Dig Dug, Xevious, Mappy, corridinhas de Formula 1 e Ronaldinho Campeonato Brasileiro 96.

Os jogos que prestam porém (raros), Tekken e Soul Calibur são disputados a facadas pela Sony e Nintendo.

A Namco ainda criou a "Namco Tales Studio", que desenvolveu a série "Thales", com alguns dos RPGs mais tediosos e com o maior número de conversas por luta quadrada que existem. Entre os principais estão: Tales of Phantasia, Tales of Destiny, Tales of Eternia, Tales of Destiny 2, Tales of Symphonia, Tales of Rebirth, Tales of Legendia, Tales of the Abyss, Tales of Vesperia, Tales da Inocência, Tales dos Coraçõeszinhos e Tales of Mallandro.

Curiosidades[editar]

  • Tekken é mais popular que Soul Calibur, inclusive tem FILME (embora não exibido no país), mas como rende menos?
  • Famista é a série mais agradada pelos nipônicos.