Mulher do Seu Madruga

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Death--.jpg Mulher do Seu Madruga já morreu!

E deixou um monte de dívidas pra família pagar!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Mulher do Seu Madruga na época da fartura.

Mulher do Seu Madruga era uma mexicana mãe de família, ex-esposa do Seu Madruga e mãe da Chiquinha. Faleceu no momento em que deu a luz a sua única filha, após complicações por conta do entalamento da cabeça da criança em sua boceta.

História[editar]

Nasceu na Vila do Chaves, no princípio dos anos 40, fruto de uma orgia entre o Dono do Parque de Diversões e 28 prostitutas.

Na infância, para ajudar no sustento da casa, vendia garrafas vazias para o dono da venda da esquina, que naquela época já era velho.

Na adolescência, conheceu Seu Madruga, ao assistir uma de suas lutas de boxe, na qual foi nocauteado pelo boxeador que lutou com o Seu Madruga. Ao ver aquele homão com barriga de jabá, foi amor a primeira vista. Seu pai era contra o namoro com Madruga, já que ele era um eterno desempregado que iria ficar em suas costas pelo resto da vida, porém a Mulher do Seu Madruga, ignorando os avisos, resolveu prosseguir com o namoro e, futuramente, casou-se com o homem de sua vida.

Após alguns anos de casada, a Mulher do Seu Madruga engravidou de sua primeira filha, gerada após uma noite regrada a muitos chifrinhos de nozes, suco de limão que parece tamarindo e que tem gosto de groselha e muito sexo. Não estava muito animada com a gravidez, já que Madruga não durava mais do que 1 dia em seus empregos, e ela não estava mais conseguindo extorquir dinheiro de seu pai, que não se conformava que seu marido usasse o dinheiro do mês pra ir jogar dominó e truco valido o toba com os amigos. Por conta desse desânimo, nem chegou a pensar em um nome para sua filha, deixando essa responsabilidade para Seu Madruga.

No dia de parir, acabaram acontecendo algumas cagadas, já que o pai de santo responsável pelo parto ficou nervoso, e a Mulher do Seu Madruga acabou morrendo por não guentar o baque. Não possuía mais família, já que seu pai morrera alguns meses antes de fadiga, portanto, a responsabilidade total pela criação da criança ficou a cargo de Seu Madruga e de sua avó, Dona Neves.

Atualmente[editar]

Está fria e gelada em um cemitério de Acapulco.