Monte Perdido

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Inquisicaoespanhola.jpg

¿¿¿Porque no te callas???
No robe los picassos de Monte Perdido o la Santissíma Inquisición lo mandará para el colo del capeta!!!

FrancesAutentico.jpg ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Cuidado! A qualquer momento um alemão pode invadi-lo!

Hill Top Winter.gif Este artigo é GELAAAAAADO!

Mamutes vigiam o artigo, então vá pra casa, coloque um casaco e beba um chocolate-quente. Cuidado com o Yeti e não lute contra Sub-Zero!

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


O Monte Perdido (ou Mont Perdu para os que acham que falar língua francesa é chique) é uma montanha gelada na divisa da Espanha e da França. Perto do Monte Perdido, também tem outras montanhas igualmente altas (ou nem tanto), mas ninguém quer saber delas.

O sagrado hábitat do monstro da neve, num dia de calor infernal.

A montanha tem esse nome porque ela fica perdida, entre milhares de outros montes, em uma zona parecida com o Triângulo das Bermudas, onde qualquer avião desaparece do mapa. Ele foi descoberto recentemente, quando inventaram as fotografias feitas por satélites. Um satélite tirou uma foto da Terra e estava na imagem um pontinho branco.

Esse pontinho branco era o Monte Perdido. O monte tem uma geleira no topo que está derretendo. Calcula-se que por causa do derretimento dessa geleira houve 42 enchentes tanto na Espanha como na França, matando 666 pessoas que não sabiam nadar ou morreram de hipotermia nas águas geladas.

Escalada[editar]

O Monte é famoso porque ele é um dos mais fáceis de ser escalados dos Pirineus. A primeira coisa que o alpinista deve fazer é encontrar a localização dele. Se o homem entrar nos Pirineus, sobreviver ao frio e encontrar a montanha, ele já completou uma parte da jornada.

Agora é só ele encontrar um local para dormir depois do dia procurando o monte. Agora é o cara atravessar abismos profundos sem fim que levam ao centro da Terra. Passada essa fase, a única coisa que falta é subir a montanha. Avalanches enormes são comuns, mas nada que rezar não resolva.

Depois de sobreviver a avalanches, o louco suicida alpinista tem que enfrentar o monstro da neve, parente do chupa-cabra. Escapado do monstro, o cara sobe a montanha sem mas perigos perigosos, chega à parte mais alta do Monte Perdido e missão concluída. Aí ele passa de fase.

Fauna e Flora[editar]

A fauna e flora do monte é muito variada, tendo vários animais e vegetais, certo? Não. Você já pensou se é possível um ser vivo morar num local onde só há gelo, neve, gelo, pedras e morte?

Por isso, a vida na montanha se resume ao monstro da neve, uma criatura que habita as cavernas entre os montes e se alimenta de alpinistas que passam por lá periodicamente. Para preservar esse ser, a UNESCO transformou o Monte Perdido em um patrimônio mundial.