Mogi das Cruzes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Fogo.jpg Este artigo é queeeente!

Se quiser editar este artigo, entre numa geladeira, ligue o ar condicionado no máximo e beba uma coca-cola gelada. E não lute contra Kyo Kusanagi!

Mazzaropi02.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!


60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Mogi das Cruzes.

Cquote1.png Você quis dizer: Mogi Mirim Cquote2.png
Google sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Você quis dizer: Roça Cquote2.png
Google sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Experimente também: Caipirandia Cquote2.png
Sugestão do Google para Mogi das Cruzes
Cquote1.png Experimente também: neymidia city Cquote2.png
Sugestão do Google para Mogi das Cruzes
Cquote1.png Você quis dizer: Hell Bor Cquote2.png
Google sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png O Japão é aquii!!! Cquote2.png
Jack Chan sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Eu tenho Medo! Cquote2.png
Regina Duarte sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Terra do Caqui Cquote2.png
Qualquer Estudante sobre sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Nesse lugar é que a cobra fuma! Cquote2.png
Retardado sobre o brasão da cidade.
Cquote1.png ahhh, eu so me f#d* nessa merda ! Cquote2.png
Conrado sobre Mogi.
Cquote1.png Se ocê iscreve mais nesse artigu, a cobra vai fuma! Cquote2.png
Mogiano do centro da cidade sobre esse artigo.
Cquote1.png Eu sou melhor que Mogi! Cquote2.png
Suzano sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Aqui fede menos! Cquote2.png
Mogi das Cruzes sobre Suzano
Cquote1.png Cruzes, Mogi das Cruzes Cquote2.png
Guimarães sobre Mogi das cruzes
Cquote1.png Mogi Mirim? Mogi Guaçu? Cquote2.png
Turista perdido sobre Mogi Das Cruzes
Cquote1.png Não, Mogi Das Cruzes! A cidade que ocê passa pra ir pra praia Cquote2.png
Mogiano explicando a localização sobre Mogi Das Cruzes
Cquote1.png Cidade caipira. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Mogi Das Cruzes
Cquote1.png NhAaAaAaAaAaAaAaA, eXa É a TeRrA dU kAkI! Cquote2.png
Emo sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png U cão qui butô caki pa nóis cume! Cquote2.png
Jeremias sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Minha prima de 2º Grau, só esteve aqui uma vez, nunca mais voltou Cquote2.png
Mogi-Guaçu sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png E na cidade de Towns... er... Mogi? E onde fica isso? Cquote2.png
Narrador das Meninas Super Poderosas sobre Mogi Das Cruzes
Cquote1.png Mogi das cruzes? Quê? CRUZES! Até parece que vou acreditar!! Cquote2.png
Patolino sobre Mogi Das Cruzes
Cquote1.png Visite Mogi e receba uma multa! Cquote2.png
Brasília de paulistano revoltado sobre Mogi Das Cruzes
Cquote1.png Em Mogi das Cruzes, o caqui come VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Mais suco! Mais rápido! E com a fruta inteira! Cquote2.png
Polishop sobre o uso do Juicer Philips Walita com caqui
Cquote1.png É O INFERNO! Cquote2.png
Pessoas lúcidas sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Uma cidade no interior de São Paulo... Cquote2.png
Qualquer apresentador de TV sobre Mogi das Cruzes
Cquote1.png Aqui não tem emprego. É sério! Cquote2.png
Desempregado sobre Mogi das Cruzes

Mogi das Cruzes MU-giânu(s)
Terra aonde Só... Caqui
[[Arquivo:{{{imagem}}}|150px]]
Bandeira
KAKIZAENSSIS GENS MEA (Minha nação caquizeira)
Hino Caqui, Só aí!
Local Recheio das Serras do Itapeti e do Mar
Idioma Japonês da Velha Colônia, Sino-português da pastelaria, Caipirês Mogiano, Manês, Roubês, Zíìkáà, Vacalouquês, Divinês.
Geografia
Clima Quente pra caralho
Locais de referência Mogi Shopping crescido para os lados, Parque Centenário, Hortas da Zona Rural, Fábrica de papel Melhoramentos (esta não fede), VacaLouca, 1001 Praças e Parques do Bertaiolli, SEMAE (Serviço de Estrume Metabolizado em Água suja com cheiro de bosta padrão Toddynho e Esgoto, Buraco do Bertaiolli ciclo-túnel superfaturado
Economia Caqui, Uniesquina, Vacalouca, Horta do Cinturão Verde e Indústria da Multa
Produtos exportados Rolês do Vacalouca, Caqui, Verduras do Cinturão Verde, Mensalão do Boy, multas e afogado do Divino
Política
Governo
Nuvola apps core.png
Oligarquia do Mais do Mesmo.
Atual prefeito
Nuvola apps core.png
Super Marcus Mello Manda-Água Suja
Vice-prefeito
Nuvola apps core.png
Jumento Jum Abe filho do ex-prefeito japa ladrão
Mídia
Cidadãos ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Neymar (Nem liga pra Mogi), Luiz BATE
Esporte símbolo Beber água suja do SEMAE, colher caqui, rolê do Vacalouca, beber afogado do Divino e ficar no trânsito por mais tempo sem multa
Santo local Sant'Anna do Caquizal
Mogi das Cruzes. Bonitinha, porém, Provinciana.

Cquote1.png Quanta coisa pra fazer!... Cquote2.png
Qualquer pessoa sobre Mogi das Cruzes
Mogi das Cruzes, também conhecida como " a "Terra do Caqui", "Cú do Mundo", ou o lugar onde o mestre Yoda nasceu, ou terra da cobra que fuma, ou onde Judas perdeu a virgindade é uma cidade da Grande São Paulo, é bonitinha, porém chata, velha e deprimente. Cidade dos raios, já que é a cidade que mais recebe descargas atmosféricas no País. Seu principal centro financeiro é a Avenida dos Bancos, onde ironicamente estão concentrados quase todos os Bancos da Cidade. Mogi é uma forte produtora de hortifrutigranjeiros, por isso possui nas suas áreas rurais uma grande concentração de Alfaceiros e Caipiras da Grota. Mogi Foi fundada por Brás Cubas e Hélio Borenstein(Dono da Helbor) em 1560 antes de Cristo. E Antes mesmo de Brás Cubas ser assassinado por Machado de Assis em Memória Póstumas de Brás Cubas, este bandeirinha de futebol que fincou sua bandeira no local antes de Machado ficar em posição de impedimento. José Mogica Marins, o Zé do Caixão, teria dado o nome a esta cidade de ruas estreitas e fúnebres que o inspirou a usar cruzes e usar a locação de Mogi para filmes de terror. O Nome de José Mogi-ca inspirou Mogi que recebeu a sequência "Cruzes" porque Marins Usava colares com Cruzes em seu peito enquanto filmava Thrillers na Cidade.

Mogi é conhecida por ter mulheres de proporções anormais. A mulher mais baixinha da cidade tem 1,65m de altura. E a média normal de estatura na cidade é de 1,78m. As mulheres mais altas, 50% das mulheres da cidade, têm de 1,80m para cima. Em homenagem a Elas, foi aqui que foi fundada a rede de fast food Giraffas. Se Você for um homem baixo e namorar uma mulher Mogiana, você nunca terá problemas nas costas, pois na hora de dar uma chupada no Pastel de Cabelo da sua namorada, a Xota já fica na altura da sua boca. Como saber que as Mogianas são altas mesmos?! Vá ao Shopping Mogi em dia de Sábado ou Domingo e cuidado para que uma delas não pise em Você. Se não elas é quem vão reclamar e dizer à diretoria do Shopping quem foi a pessoa "bondosa" que tinha colocado aquele Playmobil ali no meio do caminho para elas tropeçarem sem o uso do sapato alto. Obs.: Elas não usam nenhum tipo de sapato alto para ficarem deste tamanho!!! Podem conferir!!! Mogi das Cruzes conta com 4 estações de trem construídas a quase dois séculos e que nuncam foram reformadas, e um único Shopping que foi ampliado para os lados, porque não possui estrutura para um segundo andar.

Mogi é provida de bairros que a cercam, e a maioria deles possui nomes geralmente exóticos, como por exemplo o Jardim Aeroporto (não existe aeroporto em Mogi) ou a Vila Nova Suissa (que de suiço não tem nada e ainda por cima tem dois s ao invés de ç).

Mogi possui uma alta concentração de caipiras e vendedores de cachorro quente na area central da cidade, sendo um dos maiores polos alimentícios da região. Pipoqueiros também predominam a cidade, geralmente um a cada 50 metros.

Também muito famosa por uma grande concentração de pastelarias chinesas onde se encontram os banheiros mais limpos do estado. As especialidades dessas pastelarias são jogos caça-níqueis, pasteis de ratos, baratas, moscas (desde murissocas à varejeiras), mendigos bem remunerados que passam o dia todo no balcão infernizando a vida dos queridos imigrantes chineses. A população de Mogi é dividida em mogianos, mogianos japoneses, imigrantes asiáticos e ZIKAS. Não importa onde você está, sempre irá ter um mlk zica/mina zica, ouvindo funk sem fones de ouvido e portando Oakley.



Brasão alternativo da cidade.


Centro de Mogi em um dia de pico.

Fundação[editar]

A cidade de Mogi das Cruzes começou como um povoado, por volta de 1560, servindo como um ponto de repouso aos bandeirantes e exploradoressexuais indo e vindo de São Paulo, entre eles El Dourado Brás Cubas. Gasparzinho Vazelina Edu Guedes foi responsável pela abertura da primeira estrada entre à Capital e Mogi, iniciando o povoado, posteriormente pókevoluindo À "Vila", com o nome "Vila de Sant'Ana de Mogi Mirim". O fato foi oficializado em 1º de setembro de 1611. Em 13 de março de 1865 foi upando de level chegando a ser reconhecida como cidade, e em 14 de Abril de 1874 à comarca. Mogi das Cruzes acolhe colônias de todos os cantos do mundo, com destaque especial para a colonização de chinas e japas(acredite só tem asiatico nessa merda...) , com uma grande quantidade de japoneses e seus descendentes (aproximadamente 90% segundo a prefeitura), que já estão em sua terceira geração no município.

Estátua do Bandeirantes Brás Cubas no Fim da Rodovia Mogi-Dutra
Imagem de José Mogi-ca Marins, O Zé do Caixão, um dos fundadores da cidade junto com Brás Cubas. Em Homenagem a Ele e aos crucifixos usados pelo mesmo em seus filmes de Terror rodados nos anos de 1578 a 1650 a cidade foi baptizada de Mogi das Cruzes(Mogi que vem de seu nome "Mogi-ca" e "Cruzes" em referência aos seus adornos utilizados para exorcizar índios daquela região).

Até o século XIX[editar]

Mogi começou com algumas pequenas casas onde moravam distintos idiotas senhores, e senhoritas que faziam fofoca na janela. Só que naquele tempo, a cidade era muito pequena, e por isso, não havia muito sobre o que fofocar. O tédio muitas vezes tomou conta das pessoas, que estavam aborrecidas de ter que repetir todos os dias as mesmas fofocas. Mas felizmente graças a invasão migração, Mogi foi se ampliando e assim seus habitantes agora tem mais assuntos para fofocar diariamente.

Século XX[editar]

Essa época foi conhecida como a Grande reviravolta Mogiana. Mogi esteticamente evoluiu para uma cidade de um porte relativamente maior , abrigando Fábricas e inúmeros outros estabelecimentos, mas infelizmente, o povo continuava imbecil provinciano , tanto é que as famosas "colunas sociais" Mogianas perduram até hoje cultuando sobrenomes de famílias que, para falar a verdade não tem nenhuma importância ou contribuição na história humana, e muito menos Mogiana.

Recebeu também nessa época grande imigração japonesa e, mais recentemente, chinesa. Nomes como Jaspion, Ninja Jiraya e os Chineses Bruce Lee e Jackie Chan são comuns por aqui já que os mesmos moraram durante muito tempo na cidade e deixaram parte de suas famílias se perpetuarem durante várias gerações. Dizem que o Gigante Guerreiro Daileon vive dentro da Serra do Itapety que se abre quando o Filho do Jaspion precisa correr atrás de algum monstro ou criminoso.















II Guerra Mundial do Mundo[editar]

Após o fim da segunda guerra, especula-se que Hitler tenha pedido asilo político em Mogi e foi prontamente atendido. Foi eleito prefeito 16 vezes seguidas e seu maior legado foi a construção do Tiro de Guerra afim de conquistar a cidade de Suzano, culminando na Terceira Guerra Mundial. Outra obra de notável arquitetura e equilíbrio foi a construção do campo de concentração de emos ou carinhosamente chamado de Suzano. Seu amigo, o médico Joseph Mengele também pediu asilo político em Mogi só que a prefeitura o despachou para Bertioga para cuidar da saúde da população local. A cidade ainda possui um feriado em comemoração a chegada de Hitler em Mogi onde a população local costuma jogar emos da janela de trens em movimento.

Educação[editar]

Conrado e a educação da sua terra natal.

Pelo menos nessa área serve para algo. A cidade de Mogi das Cruzes conta com excelentes universidades para os estudantes que não conseguiram passar na Fuvest. As instituições mais destacadas são a UBC (Universidade Brasileira de Caqui, a faculdade onde os pobres que não terão futuro estudam) e a UMC (Universidade Mogiana de Caqui, onde os riquinhos que terão uma oportunidade ou outra estudam). O aluno mais ilustre da cidade foi Tiririca que concluiu seu PHD em jumentologia. Ainda segundo consta os comedores de caqui alunos dessas pseudo-universidades se ofendem ao ouvirem os dizeres "DIA 10 NÃO TEM BOLETO DIA 10 NÃO TEM BOLETO" E "AINDA BEM QUE O SEU PAI TEM, PAGA O SEU E O MEU TAMBÉM". Para os alunos do ensino médio, temos a opção ruim das escolas particulares, onde os pais pagam pros filhos não aprenderem nada (a cada dia brota uma escola particular nova em Mogi). Os alunos das escolas particulares caras são burros, drogados, vadias, que se acham melhores que os outros adolescentes. Também tem escolas particulares religiosas, que vem tomando conta de toda a cidade e onde o índice de gravidez vem aumentando mais e mais. Temos a opção pior das escolas estaduais, onde os alunos brigam, se dorgam, bagunçam, só não aprendem, e é teoricamente a mesma coisa que os alunos das particulares, a diferença é que os outros são ricos e bonitos (os critérios de beleza da cidade é bem peculiar). E há a opção mais infernal, que é a ETEC Presidente Vargas (Escola Técnica Especializada em Caquiologia), um antro de nerds que falam sozinhos e têm manias esquisitas. As pessoas dizem O ETE, mas diz a lenda que esse "C" integrado ao nome surgiu do caqui. O símbolo da ETEC não quer dizer nada também. Lá os alunos sofrem uma lavagem cerebral, e passam nos melhores vestibulares do estado, apenas para falarem que são melhores que o Objetivo. Mas na verdade, todas as escolas de Mogi das Cruzes esconde (ou não) plantações de maconha.

Bairros[editar]

Jardim camila/ Mogi Moderno/Vila Natal/ Caputera Melhor lugar para se viver na cidade, , porém grande concentração de fofoqueiros e linguarudos cuidando de sua vida. Tem de tudo, mercado, farmácia, açougue, puteiro, praças e campos de futebol . Porém existe um lado obscuro- a Vila Natal e campo do Água Verde,jamais ande por esses lados a não ser que você esteja atrás de drogas, ou querendo ser vítima de mais alguma chacina. Serio não recomendo andar pela vila natal sem colete a prova de balas.

Jundiapeba: É a favela da Rocinha de Mogi. É o Lugar onde tudo o que não presta tem... 300 escolas, o dobro de igrejas e o triplo de botecos, em cada rua tem uma biqueira. Tome cuidado ao entrar lá pois assim que você descer da estação sera abordado por um noia pedindo dinheiro ou tentando te vender crack. O bairro ostenta ainda o título de lugar com mais CDHU's por m² do país e a maior taxa de natalidade de gente feia, algo em torno de 18,04 por mulher. O lugar vem evoluindo e já é possível andar com o carro blindado sem perigo de assalto.Se você tiver dinheiro pode ir até a avenida e catar uma puta isso é o que mais tem, ou ir na praça de frente com a estação de trem e ficar olhando pro nada. Pessoas que irá encontrar: Noias, zicas, traficantes, estupradores, maria gasolina, crackudos, putas, tiroteios, pomba gira e tudo de ruim.

Brás Cubas: é um distrito cheio de bairros ao redor do centro, tem muitos emos/góticos e noias também, lá também você encontra muitas frutinhas na vila pomar perto do nada e faz divisa com lugar nenhum.

Selva de Souza Cesar de Souza: Praticamente igual a brás cubas, porém com menos mato e mercados, faz divisa com a roça e fica perto de lugar nenhum.

Alto do Ipiranga: Lugar alto. Muitos morros, mas onde pode se encontrar gente bonita.

Quatinga: Para chegar em Quatinga pegue o ônibus em Mogi das Cruzes e desça um ponto depois do fim do mundo. Lugar conhecido por ter muita gente feia, governado a punhos de aço pelo Imperador Odair. Pontos turísticos: uma pedra idiota gigante; se você for a Quatinga algum cretino te convidará para subir na maldita pedra. Opções de lazer: botecos fedorentos, um cano filha da puta e uma quantidade hedionda de igrejas. Pessoas que irá encontrar lá: gente feia everywhere, ladrões de automóveis, viciados, gente velha, vagabundos em geral.

Barroso: Bairro mitológico que muitos afirmam já ter visto, situado no município de Mogi das Cruzes. Há relatos de criaturas humanas que vivem lá, mas eu pessoalmente não acredito. Diz a lenda que para chegar até Barroso você deve pegar o ônibus com destino ao fim do mundo, e descer antes que o desespero tome conta de seu corpo.

Sabaúna: Roça, muita roça.

Taboão Tem mais buraco (de portos de areia) que a bunda da sua mãe. Sede da Associação de Fofoqueiros e Gente Feia, é cheio de gente que não tem o que fazer. O único lazer é nada em rios (e morrer afogado). É mais fácil para a população local ir na embaixada do Acre do que no centro de Mogi.

Vila Oliveira: Bairro dos pseudos play boys que se acham, mas a maioria não tem bosta no cu pra dar uma sujada na porcelana. Bairro de gente ryka e phyna, e com alto índice de assalto, apesar de tudo, por lá o capitalismo é predominante.

Aruã e Real Park: Bairro dos prei bói moterfocas master extreme. MUITO RYKASSOS E PHYNISSIMOS.

Socorro: Igual vila oliveira. Recebeu o nome já que as pessoas gritam "socorro!" ao entrarem lá

Vila Morais: Roça

Vila da Prata: Igual Vila Natal

Centro: Grande concentração de mendigos, pessoas sequeladas com um leve distúrbio querendo te agredir, travecos e putas com mais de 60 anos (é sério)

Vila Mogilar É uns dos poucos bairros onde ainda se vê algum tipo de mata atlântica. Porém, é um dos poucos Bairros Mogianos que está pondo em risco a fauna e flora de Mogi. Somente os Bambis não correm este risco pois a população destes animais aumentam assim como a Construção Civil aumenta e se expande para todos os lados trazendo Muitos Prédios Novos e Muito "Pô-gresso" pra aquela região. Repleta de Supermercados de madame, Shopping e lojas de Decoração e alguma Mendigada na Av. Francisco Rodrigues Filho. Possui a Faculdade mais Colorida do Brasil, a Brás Cú-bas, onde Vc entra Virgem e toma na Rima no Final do Curso concluído!!!

Sistema de Transporte[editar]

Dos Ônibus[editar]

Mogi das Cruzes sempre contou com um transporte de Massas coletivo eficiente. Operado durante muitos anos por uma empresa local que dominou o mercado, mas agora, irônicamente ruiu a falência.

A verdade é: Os Mogianos são muito exigentes e não são capazes de aguentar ônibus que demoram 3 horas para chegar no ponto. Então por isso hoje existe uma concorrência que confunde a cabeça do cidadão Mogiano comum, centenas de ônibus de cores e nomes distintos, porém uma única certeza, são as carroças mais eficazes que temos na cidade.

Da Ferrovia[editar]

Sistema ferroviário moderno de transporte de massas.

Mogi é servida por uma malha ferroviária muito, muito antiga. Especula-se que quem a construiu foi o lendário Mogiano Kent Sfrega, que apreciava muito a ideia das ferrovias no cenário internacional, e transportou para cá.

Hoje em dia é um excelente meio de transporte, quando o vagão do trem não é vitima de pedradas, e quando você não vai no trem praticamente enlatado e encoxado por todos os lados. Um marco importante na ferrovia trans-mogiana, foi o caso do punks jogados por skinheads na estação Bras-Cubas.

Carros e veículos de menor porte[editar]

Automóvel de um mogiano estacionado em via pública. Por mais incrível que pareca, existem carros lá também!

A cidade de Mogi conta com uma grande variedade e concentração de veículos automotivos, sendo que a maioria dos habitantes possui carteira de habilitação categoria "C" ou seja, "C" que permite pilotar Carroças, existe também a categoria "J" de pilotagem de Jumento. O Jumento em Mogi das Cruzes é utilizado largamente por Jumentoboys, comumente presentes em pizzarias lanchonetes e serviços de entrega à domicílio.

Recentemente cidade se viu invadida pela horda de velozes e furiosos pilotos sobre duas rodas, conduzindo de maneira Ihhhhh-responsável suas potentes máquinas de cem cilindradas, pintadas nas cores mais horrendas e ridículas, descustomizadas em qualquer fundo de quintal da vila brasileira ou em jundiapeba. Convém ressaltar que os condutores destas máquinas mortíferas são a evolução dos Jumentoboys, agora chamados de Jumento-bizboys e seu segmento feminino, pois em Caquilândia não se admite discriminação, chamado Jumenta-bizgirls ou barangas.

Segundo um estudo do IBGE, Mogi ainda tem carros, mas a maioria é mais velho que a Dercy Gonçalves

Culinária[editar]

Os mogianos geralmente não têm muito o que fazer. Por isso quando não estão dormindo, estão comendo. Assim sendo, Mogi oferece uma grande diversidade culinária, sendo que as opções são diversas.

É possivel comer desde os hotdogs de pulgueiro saborosos que vendem pela cidade toda até mesmo saborear iguarias da culinária Japonesa.

Shang Tsung do Mortal Kombat, foi um dos ilustres pasteleiros do mercadão. Dizem que Jackie Chan também já esteve por lá preparando iguarias.

O prato principal é o afogado, que não passa de uma bosta de reles sopa de carne de cavalo que ganhou um nome xucro especial para dar ares de emo provincianos a esta iguaria. Cozinheiros notórios como Ruth Lemos, Ana Maria Braga, Yngwie Malmsteen e George Foreman já provaram a iguaria.

Vale ressaltar que a parte mais deliciosa do afogado é observar as suas bolhas de gordura flutuando suavemente sobre seu caldo, uma iguaria muito apreciada por todos da alta sociedade Mogiana.

Além das famosas quermesses Mogianas onde se há muito o que comer, existe também o famoso e tri-centenário Mercado Municipal. O mercado é caracterizado por ter diversas barraquinhas de pastel, sendo que já houveram vendedores famosos fazendo seus pastéis por lá, por exemplo, o Seu Kumiyama e Seu Kutuka Oku. É possível comer pastel de bambú (o preferido de Silvio Santos), feijão podre fermentado, soja estragada missô e vento.

Também vale a pena comentar sobre os pastéis oferecidos por inúmeras pastelarias de chineses ao longo da cidade. Elas se concentram todas no centro da cidade, e são muito conhecidas por dispor de um cardápio variados de pastéis nos sabores FLANGO CANE E QUESSO (em idioma chinês, em português leia-se frango, carne e queijo). A grande prosperidade das pastelarias chinesas adicionou um novo sabor: PAMITO (em chinês, em português leia-se palmito).

Uma dica é comer pastel na festa Furosato (não se confunda).

Condomínio responsável pela acumulação de riqueza em Mogi das Cruzes mas que NÃO fica em mogi

A economia de Mogi das Cruzes é extremamente bem estruturada e conhecida pelos seus altos níveis de riquezas. 90% da receita, considerando comércio e tributos municipais são devidos aos turistas. Turistas esses que jamais fariam qualquer passeio pela cidade, ou muito menos se hospedariam, mas sim, turistas que fazem o caminho mais porco para o litoral norte, ou mais especificamente, para a Riviera de São Lourenço (antro de promotores assassinos).

Devido ao turismo (leia-se turistas), a economia de Mogi é conhecida pela sua grande sazonalidade, pois durante dias comerciais (segunda à sexta) os valores financeiros movimentados pela economia de Mogi são irrelevantes, ficando a cargo dos finais de semana uma maior movimentação financeira, e picos nos feriados e final de ano. a Helbor e o Alabarce são praticamente os donos da cidade. A Helbor é a OCP de Mogi pois em tudo manda.

O comércio[editar]

Iguaria para a maioria das crianças mogianas do centro da cidade.

O comércio dogueiro, pipoqueiro e refrigeranteiro são os três setores que mais movimentam a economia de Mogi. Em uma única avenida, a Wall Street Mogiana – conhecida por esse nome devido ao alto valor financeiro movimentando em um único espaço -, ocorre toda economia de Mogi. Comerciantes especializados ficam no único farol da Wall Street Mogiana vendendo seus produtos de alto-luxo, tudo ocorrendo com muito requinte e glamour.

Os 3 setores (dogueiro, pipoqueiro e refrigeranteiro) são investigados atualmente pelo Ministério Público por induzir o consumidor a compra de outro produto (venda casada). Foi apurado que os comerciantes dos setores pipoqueiro e dogueiro injetam grande quantidade de sal em seus alimentos, favorecendo o setor refrigeranteiro que repassa parte de seus lucros. Além das denuncias de formação de cartel.

Mogi das Cruzes tem uma grande proliferação de comércios da chamada Ordem do comércio mogiano, uma seita secreta que existe na cidade desde épocas remotas que determinou que alguns comércios na cidade devem existir em grande proliferação. Na lista temos lojas de roupas e pipoqueiros com empate técnico, seguidos por lojas de calçados. Uma grande tendência na cidade é a construção de supermercados. Estima-se que até o ano de 2.500 D.C Mogi das cruzes deverá possuír um supermercado para cada dois habitantes.

Os tributos[editar]

Turista caridoso passando a 80km/h.


O fato dos setores do comércio que movimentam a economia de Mogi das Cruzes serem informais, ou seja, não pagam impostos/tributos (somente propina), a prefeitura de Mogi das Cruzes teria o maior déficit da galáxia. Para garantir a saúde, educação, alimentação e o bem-estar da população (leia-se dos governantes e seus parentes), houve a ideia de implantar a fiscalização eletrônica por velocidade (radares).

Os radares foram implantados modestamente, sem muita expectativa dos governantes locais, porém, ao verem pela primeira vez um número com 4 dígitos na conta corrente da Prefeitura de Mogi, exatamente R$1.122,40, referente a 2 multas de velocidade – um marco histórico para cidade -, os governantes viram que talvez Mogi pudesse ser a cidade mais poderosa do estado de São Paulo. No primeiro período foram instalados radares a cada 50 metros e reduzida a velocidade de 60km/h para 50km/h, no segundo momento a cada 30 metros e a velocidade de 50km/h para 30km/h. Estima-se que em mais 2 anos a cidade de Mogi tenha 3 radares a cada 1 metro e a velocidade seja reduzida a 4km/h.

Estrada Mogi-Bertioga[editar]

Típico usuário da rodovia Mogi-Bertioga em um dia normal.

A estrada que interliga Mogi das Cruzes à cidade de Bertioga (leia-se Riviera de São Loureço), sem dúvida alguma é a responsável pela sustentabilidade da cidade (leia os tópicos comércio e tributos).

Também é uma via de acesso rápido para conectar os caipiras da cidade com os caiçaras da praia. Mas turistas de todos os pontos do Brasil se utilizam de mogi como um atalho para chegar na praia (se é que pode se chamar de praia) de Bertioga.

Mogi é invadida por Paulistanos, que geralmente não param para comprar sequer um drops na cidade e utilizam das vias de acesso principais da cidade ( que não são muitas) para fazer um atalho rápido para a praia. A lendária Praia de Bertioga, onde dizem que Jack Sparrow já passou.

Por mais que a cidade coloque radares, eles continuarão utilizando-se das vias de acesso da cidade para fazer atalho porque é mais rápido. Nisto o próprio cidadão caipiromogiano se prejudica, porque a industria da multa afeta os habitantes da própria cidade. Existe um lendário projeto para a construção de um Grande anel que ligaria os paulistanos diretamente para a estrada, já que eles passam por mogi e não param pra comprar absolutamente nada e nem chegam a descer do carro. Dizem que a construção utilizará areia, cuspe e urina de cachorro para economizar nos gastos, mas terá uma estrutura forte porque utilizarão enzimas extraídas do Chuck Norris para dar sustentação de aço nas colunas da obra.

A estrada foi iniciada provavelmente no ano de 1200 A.C. A data é imprecisa. Quem idealizou sua construção foi o lendário Waldemar Costa Filhus Rangis III, mas existem controvérsias quanto a este fato. Dizem que na verdade a estrada foi ideia do Silvio Santos, para poder levar a Hebe para dar uns pegas na Riviera de São Lourenço (Leia-se: Guarujá reduzido) mais facilmente.

Foi Quando o lendário idealizador Waldemar disse: Eu prometo que eu farei uma estrada que o mundo jamais viu igual !

A obra foi concluída e a promessa do prefeito vingada: a de criar uma obra na engenharia nunca vista antes. Realmente, a engenharia nunca havia visto uma estrada que possui curvas em 90 graus com inclinação lateral por toda via, sendo praticamente impossível chegar ao litoral com vida. Porém, na época, poucos perceberam que o objetivo do prefeito era investir no setor funerário para incrementar a economia de Mogi, pois a única funerária de Mogi estava com pedido de falência decretado, sendo assim, tendo a grande ideia de construção da rodovia mortífera. Após anos de gestão, foi percebido que podia conciliar as duas coisas e hoje, graças a melhoria parcial na rodovia, o comércio e o setor funerário são muito bem desenvolvidos.

Ao término da construção da estrada infelizmente não alavancou o comércio como esperado, porque os paulistanos infelizmente não param para comprar absolutamente nada em Mogi e passam direto por bertioga, por isto é que eles apelidaram carinhosamente Mogi de "Caminho para Bertioga".

Opções de Lazer[editar]

Mogi tem muitas opções de lazer, principalmente para os jovens, como o shopping, praças, o shopping, o Parque Centenada Centenário, o shopping, Leon Feffer. E novamente as praças como o centro Cívico conhecido com um alto índice vendas de crack (normalmente habitado por crackudos, maconheiros e skatistas fãs de chorão), um lugar onde jovens fumam nargas (expressão da cidade, e mais conhecido como: narguilé) e catam minas.

Shopping:Um dos únicos meios de lazer dessa cidade que presta, porém, hoje em dia não é mais válido, o shopping só serve para comer beber e jogar no #redirect fliperama com brinquedos repletos de #redirect porra, #redirect Dolly e #redirect bactérias que provavelmente passarão #redirect Aids, #redirect câncer entre outras doenças, antes do fliperama, tínhamos também o brinquedão, um lugar onde as mães largavam seus filhos e deixavam eles se matar, bater uma e espancar os monitores dentro daquele inferno. OBS: A parte de jogos do Shopping de Mogi é apenas indicado às pessoas bem salariadas que podem gastar o dinheiro que poderiam comprar 3 Big Macs, e 1 Coca big size com jogos por 10 minutos por pessoa, sim, POR PESSOA. Nos dias de hoje se você quiser ir ao cinema, terá que desembolsar muito dinheiro e levar consigo chumbinho para os ratos.

Mogi é uma cidade muito diversificada você encontrará zicas, emos/góticos (eles ainda existem por aqui), mendigos muitos mendigos, drogados, putas, feministas e drogados. Há ainda matinês onde crianças de 13/14 anos e jovens com +14 mal desenvolvidos mentalmente vão, onde rola muito funk e muita diversão (não recomendo). Alguns shows de bandas que você não conhece mas mesmo assim vai para fumar e beber, depois colocar no twitter que o show foi estouro. Mesmo que você tenha passado a maior parte bêbado. E o Vaca Louca que você vai quando está afim de pegar um traveco.

HINO DA CIDADE[editar]

Eu fui prestar vestibular Não passei, eu me fudi Eu sou refugo da FUVEST Eu sou aluno de Mogi Mogi, Mogi, Terra do Caqui, se existe um cú no mundo, esse cú é aqui

Foi em Mogi que eu aprendi A viver em glórias mil Agora eu quero que a FUVEST vá pra puta que pariu Mogi, Mogi, Terra do Caqui, se existe um cú no mundo esse cú é aqui

Foi em Mogi que eu aprendi A trepar até de pé Agora eu digo pra vocês: "só é virgem quem quiser" Mogi, Mogi, a Terra do Caqui, se existe um cú no mundo esse cú é aqui