Mia Khalifa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
ESTE ARTIGO É SOBRE UMA GOSTOSA!!

Ela provavelmente não sabe atuar, dançar, cantar, desfilar, praticar esportes, fazer cálculos matemáticos ou qualquer coisa de útil para a humanidade. Mas quem liga? Todo mundo a conhece apenas porque ela é uma baita duma

GOSTOSA

Ruiva na piscina.jpg
Mia Khalifa
Mia K 2.jpg
Mia quando foi se apresentar pra mãe do namorado
Nascimento 10 de fevereiro de 1993
Bandeira do Brasil Brasil, Paraíba
Ocupação Estudante modelo de física, química, matemática, português e biologia, principalmente, com foco em anatomia peniana
Altura 1,58
Signo Virgem que não é
Cabelo Castanho

Milena Cristina Khalifa, muitíssimo mais conhecida pelo seu nome de guerra de Mia Khalifa (10 de fevereiro de 1993) é uma estudante paraibana que venceu uma olimpíada de ciências, mas que por não conseguir sustentar-se como pesquisadora, tornou-se apenas mais uma peituda de rabo grande (ou não) que se aventurou na carreira de atriz pornográfica para fazer a alegria dos nerds punheteiros em suas madrugadas solitárias. Se tornou uma das mais famosas putas pagas da atualidade, mesmo tendo apenas uma meia dúzia de vídeos de qualidade questionável espalhados pela internet.

Em 2017, declarou estar sofrendo ameaças do Estado Islâmico (pelo terceiro ano consecutivo) porque os punheteiros terroristas não gozaram ao ver o vídeo da atriz dando o cu [carece de fontes] enquanto usa uma burca. Apesar disso, Mia continua vivendo sua vida normalmente e afirma que não está com medo, pois já está acostumada a tomar no cu (ou não).

Biografia[editar]

População norte-americana comemora. Por decreto oficial, Mia Khalifa não foi deportada no primeiro ano de presidência Trump, em 2017, mesmo sendo libanesa.

Nasceu na casa dela, mais precisamente na cozinha. A parteira não sabia exatamente quantos tapas precisava dar na bunda da recém nascida, então acabou dando aproximadamente 2678, o que fez o rabo de Mia inchar e nunca mais voltar ao seu tamanho normal.

Teve uma infância tranquila e pacífica, brincando com os amiguinhos de desviar das bombas jogadas pelo Hezbollah e pelo exército israelense que caíam em seu quintal. O vencedor da brincadeira era quem sobrevivia.

Na adolescência, cansada de usar os gritos de "ALLAHU AKBAR" como despertador, Mia mudou-se para os Estados Unidos, onde foi apresentada para o sexo, as drogas e o Rock 'n Roll a Oprah Winfrey.

Influenciada pelo estilo de vida americano e querendo ganhar uns trocados para pagar pela cirurgia de aumento das tetas, Mia resolve ingressar no mercado pornográfico e faz isso dando para um negão dentro de um táxi, infelizmente, não estamos falando do lendário FakeTaxi ou do Taxi do Gugu, logo, não há link desse ato para seu cachorro.

Carreira pornográfica[editar]

Mia e o ponto de encontro entre suas carreiras.

Mesmo aguentando sorrindo o que você aguentaria chorando, por alguma razão obscura, Mia não fez uma quantidade expressiva de filmes.

Basicamente, ela possui apenas três filmes famosos, aquele em que ela trai o namorado com dois negões, um em que ela usa uma burca e é enrabada junto com a madrasta e o último, no qual ela é comida em todas as posições dentro de uma biblioteca pública. O resto dos vídeos disponíveis é tudo compilação e seleção de melhores momentos.

Mia se aposentou da carreira cinematográfica, mas não da sexual, pois como jornalista esportiva gostosa, protagoniza orgias com jogadores sempre que pode, além de ter se casado e dar todos os dias pro maridão sortudo e corno.

Carreira acadêmica[editar]

Volta e meia, Mia Khalifa vira notícia após vencer alguma olimpíada de matemática, ganhar algum prêmio importante de química ou realizar alguma grande descoberta da física. Já foi vista estudando em universidades dos Estados Unidos, do México e ixtado da Paraíba. Não dá para verificar a veracidade desses fatos, mas como foi minha tia que me enviou um viral um dia desses, é melhor não duvidarmos, afinal quando Mia põe seus óculos, realmente fica parecendo uma física nuclear graduada em Harvard...

Carreira jornalista[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Ninguém se importa