Messier 43

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Zorak.jpg Você está entrando em um mundo desconhecido nas imensidões da escuridão, onde
ninguém pode ouvir seus gritos!

Agora, viajar pelo espaço ficou mais fácil depois que inventaram a Coca-Cola.
Se aconchegue em sua nave e vá tomar um "chazinho" com o E.T. de Varginha.

60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Messier 43.
O cano da nebulosa que o Teu pai adora.

Messier 43 é uma das regiões que a Nebulosa de Órion tem. Como a tal nebulosa muito grande e os astrônomos não gostam de coisas grandes por elas ocuparem espaço (ui!), criaram as subdivisões da Nebulosa de Órion. Uma delas é Messier 78 e esta é Messier 43. Como Messier tinha preguiça de mudar erros dos trabalhos dele, acabou deixando essa parte da nebulosa como outro objeto Messier.

O mesmo cano só que em proporções maiores.

Descoberta[editar]

A parte da Nebulosa foi descoberta primeiramente por outro astrônomo encrenqueiro e igualmente noob.

Tal astrônomo acabou dizendo que aquilo era uma nuvem alternativa, e nem havia notado a nebulosa que estava daquele lado da nebulosa que havia descoberto.

Mais tarde, a Messier 43 teria sido redescoberta por Messier, que dessa vez desavisado, desatento e mais algumas coisas que a censura não me permite dizer, acabou catalogando o objeto por engana. Como era um "grande astrônomo" fez a mesma coisa que a Microsoft fez quando lançou o Internet Explorer: acabou não conferindo a merda que era, e até hoje nenhum empregado usa navegador do Internet Explorer.

Localização[editar]

Fica em Órion, seu idiota! Como eu já havia citado lá acima, mais ou menos 5000 anos luz daqui, ou seja, a medida em caralhômetros dá 10,6042 dm.

Suas principais formas de localizá-lo é apontando para alguma estrela e dizer que aquela estrela é na verdade uma nebulosa, a nebulosa de Messier 43.

Tal nebulosa seria também do tamanho de mais do que o sistema solar e que isso provava que nós somos pequenos diante de um universo imenso como o nosso... Ah, vamos deixar a filosofia para depois.

Atualmente[editar]

Nada acontece por lá, parece ser um lugar pior do que todas as cidadezinhas do inteiror do nordeste.

Ver também[editar]