Mesquita Universal do Reino de Alá

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Yoda.jpg
Este artigo ou seção trata do futuro. Tudo que for escrito a partir daqui foi baseado nas premonições do Mestre Yoda.
Clique aqui para mais premonições do mestre Yoda você ver.
SheikYerbouti.jpg

"Vai tomar no cu", em árabe
Brimo, este artigo é árabe!
Se você confunfir árabes com persas, terá a casa varrida do mapa por um 747-400.

Em 2045, conforme previam as estatísticas e os atentados terroristas de homens-bomba na Noruega, a população europeia passou a ser maioria muçulmana devido à falta de sexo heterossexual pelos franceses e outros povos de origem europeia, e excesso de xilofones chineses a base de látex por parte de minoria heterossexual. A viadagem era tão alta e as taxas de natalidade dos europeus tão baixas que a maioria das gravidezes eram provocadas por lésbicas com aquela doença de ser geneticamente homem.

Sede da religião no Brasil, após já ter dominado todo o povo ignorante e passar a governar perpetuamente o Brasil.

Dessa forma, população brasileira, como é de costume, chupadora de cultura estrangeira, começou a copiar essa mania de trocar Deus por Alá. E as igrejas do reino do dízimo se viam ameaçadas por essa nova crença.

Não tardou e em 1947, a Holding Bisposedo, Industria e Comércio de Serviços Bancários Ltda resolveu abrir uma empresa do setor de muçulmanismo (sic), a então chamada, Mesquita Universal do Reino de Alá.

Preceitos dogmáticos[editar]

Público alvo da igreja mesquita. Repare no pastor rabino (rajar, sultão ou qualquer denominação do gênero) de gravata esperando que os 4 carinhas paguem os 33,3% de dizimo.

Assim como fora feito nos empreendimento anteriores, a empresa precisa de uma base ideológica para

Preceito 1: a Bíblia está errada[editar]

A Bíblia contém demasiadas informações erradas, especialmente a passagem que se refere ao dízimo ser de 10%. Como bem sabeis, na página do alcorão perdida encontra numa escavação recente no Brasil, consta claramente que o dízimo é de 33%, sendo assim uma justa de divisão de um terço para Deus, um terço para o governo e um terço para você.

Preceito 2: Deus Alá não está em todo lugar, está aqui[editar]

Nem venha com esse papo de se tornar sunita, xiita, kharijita, charlatarias (concorrente) ou o que venha a ser. Somente nós estamos certos, conforme assim consta na segunda parte da página perdida do alcorão.

Preceito 3: se for se explodir, lembre-se de transferir seus bens para a obra de Alá primeiro[editar]

A mesquita tem necessidades diárias necessárias tais como a caríssima manutenção do sistema de som, água, rede esgoto, luz, TV a cabo, piscina, condomínio do flat, compra de bombas e outras coisinhas mais. Então lembre-se de nos transferir todos os bens em vida antes de morrer de morte explodida.

Dependendo da quantidade doada, pode lhe ser dada até mesmo uma ou duas virgens extras no paraíso. Mas não vale testamente, somente transferências em vida! Não podemos nos dar ao luxo de gastar com advogados para fazer toda a burocracia legal, muito menos cuidar nos mesmo dessa burocracia.

Preceito 4: se for se explodir, pegue a bomba emprestada com um de nossos concorrentes[editar]

Homem-bomba se preparando para explodir e deixar tudo para a mesquita, após ter dado seu salário para a mesquita nos últimos 14 meses.

Devemos lhe lembrar que as bombas tem custo altíssimo. Assim, finja se converter para um concorrente e use as bombas deles assim você nos faz três bens:

  • Faz os concorrentes gastarem.
  • Nós livra dos custos.
  • Faz a mídia por a culpa nos concorrentes depois que investigarem quem lhe instigou a explosão.
  • Livra-nos de sua presença

Preceito 5: alicie emos para as causas de salvação maciça de infiéis[editar]

É sabido que emos tem uma tendencia natural ao suicídio, então nada melhor que trazer eles para a nossa, e lhe prometer uma gótico ninfomaniaca trevosa bissexual após a morte por explosão. Se eles estranharem o método, explique-os que a bomba é uma faca disfarçada, eles assistem novelas tão idiotas que com certeza acreditaram nessa bobagem.

Lembre-se de fazê-los seguir rigorosamente os preceitos 3 e 4 antes de processarem o seu bem para a humanidade.

Preceito 6: um homem deve ser casar umas 293828392 vezes[editar]

Como diz no livro sagrado, quanto mais vezes o homem se casar melhor. Se houver dificuldades financeiras causadas pelas gastadeiras, é porque você tem doado pouco a mim Alá, portanto dê um extra (além dos 33%) para a mesquita e Alá lhe ajudará.

Em relação aos filhos, você pode fazer quantos desejar, mas lembre-se que nenhum deles lhe isentará do dízimo dos 33%, nem pense em tomar de Alá nenhum centavo, lembre-se que a culpa é sua por ter feito mais sexo do que devia.

Preceito 7: não roubarás... da mesquita![editar]

Campanha promovida pela mesquita contra quem pagou menos de 33% de dízimo e portanto, roubou da mesquita.

Vou repetir mais uma vez, nem pense por motivo algum reduzir, golpear um centavo dos 33%, o anjo da direita irá anotar isso e sublinhar com caneta vermelha marca-texto, para que não seja esquecido no dia do seu julgamento.

Se roubar de outra pessoa, lembre-se que 33% desse roubo pertence à mesquita e que, se for roubado de um infiel, essa atividade extra-curricular sua contará como uma boa ação e quando for julgado está anotado no livro do anjo da esquerda.

Precedentes para concorrência[editar]

Infelizmente, a ABNT e a ISO não aprovaram a patente para contra a criação de igrejas mesquitas do gênero e a concorrência predatória do setor logo surgiu, destacando-se por exemplo a Mesquista Internacional do Poder de Alá e várias outras como a Mesquista Intercontinental Piramidal do Poder de Alá.

O lucro líquido da Mesquita Universal do Reino de Alá logo caiu catastroficamente passando a ser, ao mês, apenas 305% do valor investido. Muitos custos tiveram de ser cortados tais como a venda das mansões no Alabama, Texas, Paris, Rio de Janeiro, Nova Iorque, Alasca, Nicarágua, São Francisco, Tóquio, Toronto, Boston, Califórnia, Hong Kong e várias outras cidades.


Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Mesquita Universal do Reino de Alá no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg