Mera

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Montfortpoulpe.jpeg Este artigo é aquático!

E é especialista em natação. Se você vandalizar, ele te joga uma tsunami, então cuidado com os tubarões e não leia sem usar uma máscara de oxigênio.

Mera quebrando a coluna para deixar a bunda e os peitos em evidência simultaneamente.

Cquote1.svg Você quis dizer: Merda Cquote1.svg
Google sobre Mera
Cquote1.png Experimente também: Merida Cquote2.png
Sugestão do Google para Mera
Cquote1.svg Qualquer semelhança entre nós não é mera coincidência. Cquote2.svg
Ariel (sereia) sobre Mera
Cquote1.svg Pena que eu não sou da DC, senão ela poderia ser minha namorada. Cquote2.svg
Namor sobre Mera
Cquote1.svg Sai daí, talarico! Cquote2.svg
Aquaman sobre comentário acima
Cquote1.svg Corna! Cquote2.svg
Delfim (DC Comics) sobre Mera (em pensamento, já que ela é muda)
Cquote1.svg Essa sabe me deixar molhada... Cquote2.svg
Mulher Maravilha sobre Mera

Mera, também chamada de Aquawoman pelos machos opressores que não conseguem desassociá-la de seu marido Aquaman, é a rainha dos sete mares nos quadrinhos da DC Comics. Inicialmente não passava mesmo de uma mera coadjuvante nas histórias do herói aquático, mas depois foi promovida a uma super-heroína fodona.

Sobre ela[editar]

Monumento de Mera erguido em Atlântida.

Embora seja casada há anos com o Aquaman, chegando inclusive a parir um filho dele que foi criativamente apelidado de Aquababy, Mera é assumidamente bissexual e já teve um caso com a Mulher Maravilha. Claro que logo que a personagem foi criada, lá nos idos anos 60, sua sexualidade nunca havia sido questionada, pois todo mundo automaticamente deveria ser hétero para não chocar a sociedade. Porém, com o passar dos anos e o domínio da mídia progressista, a DC resolveu transformá-la em bi sem ninguém pedir, só para agradar a turminha da lacração. Quem curtiu mesmo esta alteração foram os punheteiros, já que as fanarts hentai yuri tornaram-se canônicas.

Como já foi mencionado ali em cima, Mera em seus primórdios era apenas uma personagem secundária na revista do Aquaman e sua única função basicamente era servir de donzela indefesa para ser resgatada pelo marido. Novamente querendo agradar os fãs lacradores, a DC inventou uma porrada infinita de poderes e habilidades para ela, tacando a personagem sem mais nem menos na Liga da Justiça.

Aquaman não aguentou a nova versão feminista empoderada da esposa e arrumou uma amante chamada Delfim, que não fala e não lacra.

História[editar]

E foi assim que surgiu o Aquababy...

Originalmente, Mera era a governante de um antigo reino conhecido como Xablau Xebel, traduzido porcamente no Brasil como "Dimensão Água". Cansada de não fazer porra nenhuma e passar o dia inteiro com a bunda sentada no trono, ela decide vir para a Terra e tornar-se atriz de Hollywood, tirando proveito de sua beleza. Conseguiu a oportunidade de ser dublê da Ariel no filme A Pequena Sereia, mas como a Disney mais tarde comprou a Marvel, não faria sentido ter uma personagem ds DC enfiada ali, então Mera foi demitida e sua vaga foi ocupada por Jean Grey.

Voltando para Xebel, ela descobre que o reino foi tomado por um ditador chamado Leron e foge para buscar ajuda, indo parar na cidade perdida de Atlântida, onde conhece Aquaman e Aqualad. Ela pede ajuda aos heróis e é prontamente atendida, porque ninguém recusaria o apelo de uma gostosa dessas. Assim, Mera consegue salvar Xebel da tirania, mas acaba se apaixonando por Aquaman e decide ir embora para Atlântida com ele, deixando sua irmã gêmea como substituta no cargo de rainha. Eis aí mais uma semelhança dela com Ariel, já que ambas abandonaram seu povo por causa de um macho.

Merda no cinema[editar]

Amber Heard em seu cosplay pornô de Mera.

Já que virou heroína, Mera naturalmente foi parar no Universo Estendido DC, a tentativa flopada de copiar o Universo Cinematográfico Marvel, e fez sua estreia nos cinemas em 2017 no filme da Liga da Justiça. A escolhida para interpretar o papel foi Amber Heard, que apesar de ser tão gostosa quanto a personagem, é naturalmente loira, então teve que pintar o cabelo com água de salsicha para ficar convincente.

A atriz repetiu sua performance no filme solo do Aquaman um ano depois, mas ao que parece a tintura vermelha derreteu seus miolos e ela resolveu se rebelar contra seu então marido opressor Johnny Depp, de quem ela supostamente sofria agressões. Após uma briga judicial mais enrolada que final de novela das oito, acabou que Depp foi absolvido por falta de provas e o jogo virou, pois foram encontrados vídeos da própria Heard agredindo o ator. Isto causou a fúria dos nerds desocupados, que passaram a mover petições online para que ela fosse substituída como Mera nos próximos filmes. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos, se é que terá mais algum.

Ver também[editar]

v d e h
O incompreensível mundo do Universo D.C.