Manequim

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png ... Cquote2.png
Manequim sobre este artigo
Cquote1.png Porque as estátuas podem ter pênis e eu não ? Cquote2.png
Manequim sobre injustiça
Cquote1.png EUNUCO! Cquote2.png
Estátua sobre Manequim

O Manequim, também conhecido como Boneco(a) Inflável sem Graça é aquela estátua miserável, com síndrome de Peter Pan que faz você sempre parecer mais gordo, mais baixo, mais feio, ou até mais burro que ele.

Introdução[editar]

Manequim transexual em flagrante alguns minutos após o ataque sexual

Inventado com o intuito de evitar acidentes e outros constrangimentos no momento da confecção das roupas sobre o corpo, o manequim com certeza já salvou muitas nádegas de agulhadas, beliscões e outras safadezas comuns de alfaiates baitolas.

Alguns alfaiates revoltados apenas descontaram sua raiva se elegendo à política e, desta forma, conseguindo a possibilidade enfiar algo mais grosso do que apenas uma agulha nas nádegas da população. Outros usaram de roubo do patrimônio público, mas o que poucos sabem é que o verdadeiro motivo destes ataques era saciar sua necrofilia, e arranjar alguns manequins "mais reais".

Assédio sexual[editar]

Manequim após esquartejamento

Por serem fortes, torneados, estarem bem vestidos os manequins independente do sexo (?) sofrem de assédio sexual. Alvos de pessoas invejosas que se sentem minimizadas ao vestirem as mesmas roupas e se tornarem tão sexies como um forno elétrico, os manequins normalmente aparecem esquartejados, sem partes de braços e pernas, ou até mesmo sem cabeça em casos mais graves.

Casos de abalo psicológico nos manequins são conhecidos, mas alguns superam este trauma e utilizam deste como um passo para o sucesso, a carreira de Bonecos Infláveis, que dá muito mais dinheiro e fama.

Sucesso[editar]

Manequim em seu dia de glória. Se até analfabeto passa no Vestibular, porque nosso grande ilustre não pode se formar ?

Apesar de todos estes problemas, alguns Manequins conseguem dar a volta para cima, a parte de cima da loja, onde ficam amontoados, aposentados. Outros se formam e podem ser comparados a personalidades de grande Quoeficiente Idiotístico como Fernando Henrique Cardoso.

Ver também[editar]