Mamadeira de piroca

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Jacobblackbah.jpg Este artigo pode te levar para o lado rosa da Força!

Clodovil pode ser citado neste artigo.

Não o leia, exceto se você for macho, mulher ou está pintando as unhas de glitter.


Hammer and sickle.png Este artigo foi aprovado pelo Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética como sendo livre de conteúdo subversivo.


Cquote1.svg Adoooooro! Cquote2.svg
Jailson Mendes sobre Mamadeira de Piroca

Receita da bebida anticorrupção (Beber na mamadeira de piroca).
Se a piroca for de gringo tá liberado.

A Mamadeira de piroca é uma das coisas bizarras inventadas pelos seguidores do Bolsonaro e divulgada pelo mesmo para mostrar o quanto a esquerda quer destruir a família e transformar bebês do sexo masculino em homossexuais ensinando a eles que chupar piroca e engolir leitinho é bom.

Sobre[editar]

Diziam as lendas que um cientista maluco chamado Fernando Haddad tinha inventado tal objeto em seu laboratório clandestino comunista controlado pelo Foro de São Paulo e estava distribuindo por decreto nas creches e nas escolas com o objetivo de fazer com que crianças pequenas ficassem chupando para crescer gostando de mamar pirocas e ainda por cima engolir de bico calado. A mamadeira consiste em uma mamadeira aparentemente normal, mas com uma ponta com uma piroca feita de borracha, e o líquido saía pela parte da piroca que simulava a uretra.

Ao que contaram foram produzidos diversos modelos e diversas cores para a criançada se divertir. Tinha mamadeira azul, vermelha, roxa e principalmente rosa para meninos, para aviadar as crianças ainda mais, já que menina veste rosa e menino veste azul.

Quando essa notícia bizarra começou a circular pelos arredores do Brasil, as velhas evangélicas e tiozões do zapzap começaram a surtar, por um bom tempo milhões de trouxas fizeram campanha para tirar algo das creches que sequer existia, inclusive essa coisa foi levada tão a sério que pastores pregavam isso com convicção nas Igrejas e tiveram até protestos e manifestações realizadas por partidários do Bolsonaro a respeito disso.

Ver também[editar]