M110 SASS

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Somebody set up us the bomb!!!

Esta página contém elementos bélicos, químicos, atômicos ou bombásticos,
podendo causar um grande estrago no computador (e na mente) do leitor.
Bombaatomica.gif
Mg42trpodstrtm3.jpg M110 SASS é uma arma criada com o intuito de matar (ou não)

Possivelmente tem algum número no nome...

HK G36.png
"Este esboço é uma Silmaril. Faça ele mais forte
antes que Morgoth o conquiste."

Cquote1.png Aquele ali é civil? (Taw, Taw, Taw) Cquote2.png
atirador mercenário sobre o terraço de um prédio no Iraque
Cquote1.png Acho que era... (Taw) E esse também... Cquote2.png
outro atirador mercenário sobre o comentário
Cquote1.png Tem um carro passando na avenida, dá uma conferida pra ver se é civil mesmo... Cquote2.png
rádio dos mercenários falando
Cquote1.png (Taw, Taw, Taw) Acho que era... Cquote2.png
atirador mercenário respondendo no rádio
Cquote1.png Para quem a gente tá fazendo isso? Cquote2.png
Um dos mercenários do video sobre os homens que ele estava matando
Cquote1.png Marines (Fuzileiros Navais dos EUA) Cquote2.png
um outro mercenário sobre a pergunta

O fuzil M110 SASS, um Sniper Rifle para camper filho da puta ninguém por defeito...

O fuzil americano da Knight's Armament Company modelo M110 SASS é o queridinhos dos atiradores psicopatas high-tech dos EUA. É um fuzil semi-automático, ou seja, a cada vez que você aperta o gatilho, ele repõe um cartucho na câmara, sem necessidade de você ficar puxando ali, mexendo aqui e fechando isso... Ele também foi feito para dizer para os prussianos que os yankees sabem fazer uma boa falsificação do PSG-1 um fuzil de precisão.

História[editar]

Ele veio para substituir os antigos fuzis de ação manual: M24 e M21, muito comuns em jogos de tiro. Foi feito pensando nas necessidades do exército americano, mas é muito mais vendido para mercenários, mas seu principal mercado comsumido são para pais de família estadunidenses, que querem manter os motherfucker filhos da puta longe de suas filhas gostosas.

O governo do império do mundo todo, havia feito uma licitação em que apareceu várias empresas: Knight's Armament Company, Remington, e a Dêprê-EMOS Panteras de Braço; mas nenhuma séria. O modelo deveria ser feito nos moldes do M16, já que tais fuzis frescos combinam com espírito militar americano. Em 28 de Setembro de 2005, o M110 foi vencedor.

Soldado americano com um M110 vestido de mulher samambaia

Em Abril de 2007, os primeiros fuzis chegaram no Afeganistão, em 24 horas do mesmo dia, 100 talibans e 18 americanos haviam sido mortos pelo mesmo. Os gastos do projeto do fuzil chegaram há 12 bilhões de dólares, desviados do projeto "Pró-Gueto Nova Orleans/Katarina". E culminou com um impressionate fuzil totalmente original, com cano mais longo, um silenciador, e cor areia, diferente do M16.

Durante a fase experimental, o fuzil recebeu o nome de MC XM-Beacon, mas logo houve a necessidade de mudar o nome para MC XM-Beacon - Esse produto não é comestivel, após alguns acidentes. O fuzil pode usar miras telescópicas Leupold 3.5-10x para o dia (também usadas pelo satélite Hubble), bipé da guitarra do Joe Sartriani, mira com termo-visão-noturna AN/PVS-14, e pentes extra-grandes, para ajeitar a franjinha. A empresa, KAC, nomeou o fuzil de SR M110 - Sniper Rifle M110, mas o exército americano chama somente de M110 Semi-Automatic Sniper System, a necessidade do "Sniper Rifle" é de não cometer o mesmo erro anterior com os antigos fuzis, M24 (precisa dizer que é da Marinha?) e M21, quando os militares insistiam portar os fuzis em coldres como revolveres, causando acidentes.

Video[editar]


Outros artigos militares[editar]