Lula:

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bemƒ-vindo(a) à Deƒicropédia

O dado concreto, ou ƒeja, é que nunca anteƒ na hiƒtória deƒƒe paíƒ, ƒe ƒez uma enƒiclopédia livre de conteúdo e que qualquer companheiro pudeƒe editar.

55 991 artigoƒ · 195 641 imaƒgenƒ

Ajuda

Embaiƒada (dotô ƒelƒo Amorim)

Perguntaƒ

Decretoƒ

Mídia doƒ Jornaliƒtaƒ Covardeƒ

Ajude
noƒo intitutoƒ

Artigo Deƒtacado
Algo demasiadamente comum nessas aulas.

Bem pessoal... neste exato momento é hora de mais uma aula chata...

Tudo começou lá no começo (jura?), quando Platão e Aristóteles, na Grécia antiga, criaram seus colégios rivais, a Academia e o Liceu. Neles, começaram a ensinar suas teorias de filosofia extremamente legais (só que não). Provando que as aulas sobre maiêutica ou sobre a lógica aristotélica eram mó pé no saco, o primeiro aluno da turma do fundão da história, Diógenes de Apolônia, mandou ambos os professores pra puta que o pariu e começou a dar aulas pras alunas de medicina, sempre pelado, o que nos deixa suspeitas sobre os procedimentos das aulas. Foi expulso de ambos os colégios e virou filósofo de boteco, rumo comum de muitos que se queixavam das aulas chatas.

Passando-se os anos, a partir da Idade Média, os professores da Europa, diferente dos de outros continentes, como os da Ásia, que ensinavam a ganhar grana, medicina e outras coisas úteis e os da África, que ensinavam a fazer menino, os mestres europeus, todos padres chatos pra caralho, passaram a tão-somentemente ensinar religião e pras meninas, ensinavam Puericultura (pra quem não sabe que porra é essa, é "a arte de ser mamãe e dona-de-casa"). Durante quase mil anos, essa foi a "cultura" que passaram pros pirralhos: como dar o trízimo dízimo, a corveia e todos os outros impostos direitinho pros suseranos, pros padres e pra quem mais interessar possa...

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Share on Google+



Eventoƒ reƒenteƒ


Neƒte dia, eu eƒtou convenƒido de que...


Companheiro, voƒêƒ ƒabia...


Imavem da Veiƒ
Diƒpenƒo apreƒentaƒõeƒ
Lula--presidente-br.jpg

Olaƒ companheiroƒ e companheiraƒ. Neƒta noiteƒ, goƒtariaƒ de deƒsejaƒ a todoƒ voceƒ uma eƒelente eƒtadia na Deƒicropédia. Minhaƒ queridaƒ e meuƒ queridoƒ, eƒsta é uma (deƒ)enƒiclopédia eƒcrita com a colaboração de todoƒ povo braƒvileiro. A Deƒicropédiaƒ é um ƒaite de umô e o que estiƒer escrito por aquiƒ não deƒe ƒer leƒvado a ƒério de ƒorma alguma, companheiro. Eƒtou conƒenƒido de que noƒƒas leiƒs e noƒo congreƒo eƒta cumprumetido com o povo braƒzileiroƒ. Nós, na deƒiclopédia, ƒomoƒ engraƒado e não apenaƒ idiotaƒ, como noƒa opoƒiƒão. Iƒo ƒigniƒica que, é... no que se reƒere a Desƒiclopédia, ƒó podem ƒer ƒeitaƒ críticaƒ que nóƒ e todoƒ povo brasileiroƒ toleramo ou ƒeja, voƒê tem que entende que deƒende ƒeu ƒime (com eƒeƒão do timão, heheƒ, claroƒ), membroƒ da oposiƒão, o goƒerno eƒƒeagacê a rede groboƒ e toda a grande mídiaƒ que tem ƒeitoƒ conƒlo contra mimƒ, é... que tenha ƒido ƒacaneado nialgum artigo da Deƒiclopédia, é... vai toma ban, companheiroƒ.

É... boa noiteƒ a todoƒ.


ƒilie-ƒe
Cumpanheiroƒ, aqui ƒomoƒ maiƒ que uma uisquepédia. Todo mundo podƒe cuntƒribuir aqui e lá não. Nunca antes na iƒtória de uma uisquepédia as peƒoas puderam cuntribuir tanto, e iƒo graƒas ao noƒƒo governo, onde oƒ maiƒ pobreƒ puderam aƒeƒƒar a nossa uisquepédia, a Deƒicropédia! Noƒ lanƒaremoƒ ainda eƒte ano, para demoƒcratizar o aƒeƒo as peƒoas a Deƒicropédia, eƒtaremoƒ lanƒando o Pronatec deƒícroƒe, noffa verfão do programa premiado nin nova iorque e copiado no mundo todo. Depoiƒ diƒo, eƒtaremoƒ lanƒando o Programa de Aƒeleraƒão de Criaƒão de Artigos e viƒar, se Deuƒ quiƒer, a quintaƒ maior enƒicropéƒia do mundo.


Brasileiroƒ
Se ƒove goƒtou do que ƒiu aqui, ƒilie-se ao noƒo partido. Preciƒamoƒ de mais guerreiroƒ da demograƒia para no ƒuturoƒ virar a deƒicroƒédia de noƒo amigo Hugo e ampliar o númeroƒ de artigo em língua lulanesa e criar proƒramas de guƒerno que possa eƒpandir, melhorar e conƒolidar oƒ que já eƒiƒtem.


Projetoƒ irmãos
A Desciclopédia existe graças à entidade sem ƒins lucrativos ƒundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre:


Lista completaComeçar uma nova edição