Linda Danvers

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
20121009225518!Os Incríveis.jpg Este artigo é um(a) super-herói(na).

O texto a seguir é sobre alguém que voa, tem poderes, salva donzelas e prende bandidos. Se vandalizar este artigo, eles te levarão à Justiça.

Para conhecer mais desses seres incríveis, clique aqui.

Linda te chamando para você fazer um hentai com ela!!

Linda Lee Danvers é uma das várias loiras gostosas que já assumiram o manto da Supergirl. Para você se situar, ela é aquela que usa uma miniblusa branca que deixa a barriga à mostra, minissaia azul e cabelo com franja e tiara, sendo portanto a versão com aparência mais teen da heroína.

Características[editar]

Ao contrário das demais Supergirls, Linda não possui origens alienígenas. Ela nasceu na Terra mesmo, sendo filha do policial Fred Danvers e sua mulher Sylvia. Sendo uma típica adolescente humana, Linda namora um babaca metido a rebelde só para fingir que é uma bad girl e não apenas a mera guria retardada e patricinha que realmente é. Acontece que Buzz, o namorado em questão, é um satanista que pretende sacrificar a vida de Linda durante um ritual de culto ao demônio, mas acaba sendo impedido por Matrix, a Supergirl na época, que consegue salvar Linda da morte, mas não chega a tempo de intervir que Buzz faça nela um corte com um punhal. Até aí, tudo bem, porque a Supergirl é foda e tem poderes acelerados de cura, podendo usá-los sem problema em Linda. Só que o sangue dela foi suficiente para libertar espíritos demoníacos e ao invés de curar a ferida de Linda, Matrix entra dentro dela e ambas se fundem em uma só pessoa, dando origem a uma nova Supergirl.

Linda, a patriota, mostrando como pegar no mastro!

Como a fusão de Linda só foi possível devido às intervenções demoníacas, ela absorve, além dos poderes da Matrix, habilidades derivadas do fogo concedidas diretamente pelo inferno, MWAHAHAHAHAHA! Mas foi um acidente que não aconteceu por maldade, e sim por burrice, então a alma de Linda pode ser considerada boazinha afinal de contas... Ou não. O fato é que Linda deixou de ser uma pessoa normal e agora é um anjo caído. Então, além de força, velocidade, invulnerabilidade, voo, telequinesia e teletransporte como todas as outras Supergirls, Linda também é dotada de asas e visão flamejantes.

Mais tarde, por um milagre de Deus, Matrix consegue recuperar seu corpo e separa-se de Linda, mas reconhece que ela foi uma excelente super-heroína e por isso abre mão do cargo de Supergirl e a nomeia como sua sucessora.

Utilidades de Linda[editar]

Eu sei que é tentador, ela é muito gostosa.

O objetivo da DC Comics com esta versão da Supergirl era tornar a personagem mais polêmica e sombria, envolvendo religião na história. Mas como sempre, os crentes chiaram e ameaçaram boicotar a editora, então Linda teve que ser reformulada para agradar essa gente chata. Naquela altura, Linda já havia até alugado um apartamento em Gotham City...

Só para encher linguiça, enfiaram Linda então nos Novos Titãs, aproveitando que o grupo tinha acabado de perder sua integrante Lilith, que coincidentemente é o nome de uma súcubo... Então, a DC aproveitou para ressuscitar a personagem na forma de vilã, fazê-la sequestrar Matrix e mantê-la em cativeiro na Amazônia para depois ser morta por Linda no resgate da amiga. Acabaria aí a participação dela nos quadrinhos.

Como tem sempre algum burro que não lê as revistas e é contratado para trabalhar nas adaptações para desenho animado, Linda voltou a aparecer no desenho da Liga da Justiça, o que obrigou os roteiristas a formularem seu retorno e enfiarem-na na cronologia da Crise Infinita para ter um mínimo de sentido.

Ver também[editar]