Liédson

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Liédson da Silva Muniz (ou simplesmente Liédson) é um ex-jogador que atuava como atacante. Liédson ficou marcado ao jogar pelo time do Curintias como atacante. Marcado não só pela sua trajetória mas principalmente pelos zagueiros adversários e as torcidas dos rivais. Ele nasceu na cidade de Cailou, na Bahia, e em 2009 ele se naturalizou prrt'gueix, e ainda disputou a Copa do Mundo de 2010. Antes de ser jogador, Liédson ajudava seu pai na sua quitanda.

Carreira[editar]

ET, parceiro do Rodolfo, se apresentando no Corinthians.

Liédson começou a carreira no EC Macumba, e mais tarde se transferiu ao time do Prudentópolis, mas ele no mesmo ano se mudou ao time do Inter de Santa Maria, mas só ficou um mês no time. O principal motivo da saída de Liédson do time do Inter foi que ele era muito franzino e que o Inter não acreditava que ele pudesse jogar na segunda divisão do Torneio Chimarrão. E também porquê Liédson era muito pobre e participou de apenas um só treino recreativo, com tênis de corrida velhos ao invés de chuteiras.

No Framengo, Liédson deixou uma boa impressão, marcando 15 gols em 29 jogos no Campeonato Brasileiro de 2002. No ano de 2003 Liédson foi contratado pelo Curintias, mas no meio do ano se transferiu para o 5p0r71ng. Enquanto era do Corinthians, Liédson marcou 10 gols em 18 jogos. No 5p0r71ng, ele demonstrou que corre pra caralho, é bom de finalização, utilizando o famoso e poderoso chute de média e longa distância com incrível precisão e força.

De fato, seus números no timeco português também são impressionantes:

  • Na temporada 2004/05, Liédson foi o maior marcador da Master Liga de Portugal, chegando a marcar 70 gols em 20 jogos, além de disputar a UEFA e marcar 9 gols e ser o segundo maior goleador do torneio (2º como o time)
  • Em 2005/06, Liédson novamente fica em segundo, como artilheiro e no campeonato, sendo o segundo colocado no torneio
  • Um ano depois Liédson voltou a ficar em primeiro, ao contrário de seu time que terminou em segundo.

Em 2009 Liédson marcou seu gol 100 no Campeonato Portuga, sendo o 179º jogo em que ele disputou no torneio.

No seu jogo de despedida do recém-contratado pelo Curintias, Liédson marcou 2 gols no empate em 3 a 3 contra o time Batalha Naval. Na sua reestréia pelo Curintias, Liédson marcou 2 gols contra um timaço muito forte, campeão da Libertadores de 1959, o Ituano.