Lavagem de tijolos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Pode não parecer, mas a degradação solar é um dos principais motivos do uso de tijolos lavados.

A lavagem de tijolos é uma prática não muito comum adotada por empresas altamente conceituadas que vendem pedreiros e mão de obra (ou então, na falta, obram elas mesmas), ao perceberem que lavar dinheiro já era, obviamente, algo ultrapassado.

Detalhes do esquema[editar]

O processo não consiste apenas na aquisição de terra superfaturada: também é preciso verificar os possíveis impactos ambientais que podem de alguma maneira ferrar a natureza até o talo. Visto que a água já virou um recurso escasso, percebe-se que compensa mais lavar tijolo por tijolo, do que construir um muro inteiro e depois enxaguá-lo por completo.

Outro detalhe importante é a consistência do material, pois dependendo do modo de fabricação, é possível que o tijolinho não resista à lavagem e vire apenas um punhado de barro molhado, o tijolo de Anápolis é um belo exemplo disto. Caso perca a consistência, o tijolo pode inclusive perder sua utilidade em meio aos outros tijolos e entrar em depressão, o que certamente traria impactos negativos para o resto da obra em si. Isso porque, além de uma moradia, todo tijolo também possui o direito de se sustentar e de viver limpo, obviamente.

Como fazer[editar]

Lavar um tijolo é muito simples: basta adotar um tijolo, e lavar o mesmo, oras. Às vezes não é preciso nem batizá-lo. Tem um vídeo bem ali ensinando como se faz. O que é, você esperava que teria todo um tutz tutz explicadinho de como fazer algo tão simplista? Vai querer agora que eu pegue na sua mãozinha e ensine como tomar um copo d'água também?

Vídeo ilustrativo[editar]

Relacionados[editar]


v d e h