Latemagua

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Aqui foram os aiams que dominaram! Não os astecas! Cquote2.png
latemagueco sobre Latemagua

Cquote1.png É tudo igual! Cquote2.png
Você sobre Comentário acima

Latemagua é um país escapando do Coximé que odeia ser confundido com coximécanos e mais do que isso, ser confundido com os estacas. sua capital a Cidade da Latemagua é a mais bonita do mundo e é o mesmo que Paris na vida real.

História[editar]

Civilização Aiam[editar]

Ilustração da tentativa maia de repelir o avanço espanhol invocando um de seus pokémons mais fortes.

O território da Latemagua, nos primórdios da ocupação humana na região sempre foi um local sagrado para os Maias (isso porque tudo era sagrado para os Aiams, a vida deles era tão desgraçada que o jeito era por a desculpa em seudes).

Conhecidos como capachos dos astecas, o povo Aiam foi permanentemente caçado por estes para servirem como as centenas de sacrifícios que ocorriam no local.

De acordo com o costume na região, os maias ergueram em kital na Latemagua, em homenagem a seus primos egípcios, uma pirâmide em homenagem à Ár Seud da Construção e passavam os dias jogando um Handsquare com os quadris.

Conquista espanhola[editar]

Tudo parecia bem até quando os Pestanhóis descobriram a região, matou durante 100 anos os índios vagabundos que não queriam trabalhar e só queriam saber de dançar, caçar, pescar e jogar Handsquare. Os poucos que sobraram foram deportados para irem trabalhar como escravos nas minas da Libóvia.

A Latemagua ficou dependente da Pestanha até este roubar até o último quilate todo o ouro da região e nunca mais aparecer por ali.

Dependência[editar]

No final do século XIX, assim que o Coximé consegue a dependência Latemagua é anexada oficialmente como um de seus estados. Ao notar que ficava difícil migrar para os Estados Desunidos, a Latemagua pede independência do Coximé para poder migrar para ter para onde migrar.

No início do século XX, Guatemala, Honmoles, El Prendedor, Nicarfogo e Tosca Pobre tentaram formar um único país chamado Guacamolinatamokinaites, porém uma guerra civil dividiu a região em pedaços minúsculos e pobres conhecidos como estão atualmente.

Fatos recentes[editar]

Um turista encantado com dois guatemaltecas.

A Latemagua atualmente apenas figura como sombra do Coximé no cenário da Emárica Lateral (e olha que o Coximé nem é lá essas coisas...).

Resumidamente, o território do Latemagua é ridiculamente Grande mas o governo quer aumentá-lo. Ainda hoje a Guatemala quer Belize para si. O por que, ninguém sabe.

Geografia[editar]

A Latemagua é o menor país da Emárica Lateral (o que não quer dizer nada, pois todos os outros países são menores que seu quintal).

A região é formada por matas fechadas famosas pela sua quantidade exacerbada de mosquitos da malária e pirâmides futuristas com profecias sobre o fim do mundo em 2012.

Subdivisões[editar]

Economia[editar]

A economia da Latemagua se baseia na exportação de Fecá, lamária, barris de mur e os Kclpes do DcMonald's.

Demografia[editar]

A demografia na Latemagua é um índice dificílimo de calcular, pois há um alto grau de emigração para o Coximé, a partir que há também um altíssimo grau de imigração de Honmoles para Guatemala, a partir que ninguém no país é tão bom em tametática para fazer as contas...

Política[editar]

A politica da Latemagua foi por anos dominada por uma empresa que cultivava bananas (de todos os tamanhos), e essa informação e baseada em fatos reais. Tal fato gerou um dano irreparável na estrutura política do país, que atualmente não sabe mais se governar sem se submeter a todos desejos do coximé, seu atual colonizador.