Lagoas da Nova Caledônia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Você quis dizer: Poças d'água Cquote2.png
Google sobre Lagoas da Nova Caledônia
Cquote1.png Experimente também: Oceano Pacífico Cquote2.png
Sugestão do Google para Lagoas da Nova Caledônia
Cquote1.png Nova Caledônia? Não conheço esse estado da França. Cquote2.png
Sua irmã sobre Lagoas da Nova Caledônia.
Cquote1.png Nem eu. Cquote2.png
Você sobre Lagoas da Nova Caledônia.
Cquote1.png É que fica em algum lugar remoto da Oceania. Cquote2.png
Eu respondendo.
Cquote1.png Jurava que a França ficava na Europa. Cquote2.png
Você e seus perspicazes conhecimentos sobre geografia.

Lagoas da Nova Caledônia são alguns pontos onde houve acúmulo de água dos excessivos tufões que costumam varrer a parte da oceania onde está a remota Nova Caledônia, uma ilha perdida no imperialismo do século XIX, one ainda há aborígenes e dodos, além de outros seres completamente extintos como mamutes e torcedores do Guarani.

Perdidas onde?[editar]

Nova Caledônia, perdida no azul do mar em algum lugar.

Essas lagoas, devido a falta de espaço da ilha que não passa de um pedaço de rocha basáltica proveniente de uma erupção vulcânica mal calculada por Gaia, mas tirando imperfeições físicas de lá o local é ótimo, afinal sem defeitos só sobram as coisas boas, que não sao muitas, mas fazer o quê? O franceses nesse dilema decidiram explorar o local para obtenção de matéria-prima e turismo sexual.

As lagoas estão perdidas no meio da ilha, já perdida na imensidão azul do oceano Pacífico, a localização é imprecisa já que nem os satélites tem saco para olhar um local tão inóspito e primitivo, onde a população só serve para fazer tênis da Nike e as bolsas da Coco Chanel para vender em outros lugares desse imenso mundo.

Patrimônio[editar]

Habitante que aproveita as belas lagoas da região.

O local é basicamente uma selva, e com isso tem sua beleza selvagem, que ainda não foi substituída pelo concreto com seu tom cinza sexy e pelo asfalto aliado ao trânsito proporciionado pelos eventuais carros, contudo no local o maior congestionamento possível é o para pegar água no balde lá no riacho que serve, também, como banheiro, esquistossomos e tênias agradecem tais hábitos.

Ali, naquelas lagoas, há basicamente uma natureza intacta ao que por si só já é assustador, já que toda essa matéria-prima renderia um ótimo dinheiro no mercado negro, a biopirataria está em alta. O local tem uma variedade ecológica de deixar militante ecochato do Greenpeace de boca aberta babando rios e rios da mais pura saliva.

Com tal carga ecológica a UNESCO tornou o local um patrimônio mundial, mas principalmente para aumentar a divulgação do mesmo, para assim o capitalismo poder por as garrinhas em todo aquele material transformando-o em comida para jovens ianques obesos ou em roupas para velhas peruas feiosas da Inglaterra, é a civilização chegando a todos os locais do mundo.

Ver também[editar]