Karen Page

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Death99.png

Karen Page já morreu!

Pega o pão que presunto já tem!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Cquote1.svg Você quis dizer: Gwen Stacy Cquote1.svg
Google sobre Karen Page
Cquote1.svg Você quis dizer: Putinha do Demolidor Cquote1.svg
Google sobre Karen Page
Cquote1.svg Nunca vi, mas já comi! Cquote2.svg
Demolidor sobre Karen Page
Cquote1.svg Eu vi, mas infelizmente não comi... Cquote2.svg
Foggy Nelson sobre Karen Page
Cquote1.svg Deve ter sido o único que não comeu essa piranha. Cquote2.svg
Eu sobre a citação acima
Cquote1.svg Vou comer ela depois de comer a Tia do Batman. Cquote2.svg
Coringa sobre Karen Page
Cquote1.svg Minha descendente, aprendeu comigo! Cquote2.svg
Bettie Page sobre Karen Page

Karen Page é a puta paga do herói cegueta Demolidor. Neste caso, o termo "puta" não está sendo utilizado em caráter depreciativo, pois a personagem realmente trabalha como profissional do séquiço.

O início[editar]

Karen vive sonhando acordada com Matt (agora não sonha mais, porque morreu).

Antes de começar a namorar Matt Murdock e ter sua vida desgraçada por ele, Karen Page trabalhou como secretária dele e de seu amigo Foggy Nelson, que inclusive foi o responsável por contratá-la para a firma. Na verdade, eles nem precisavam de secretária nenhuma, mas Foggy a encontrou rodando bolsinha na esquina e ficou com um tesão incontrolável por ela, mas como não tinha dinheiro para um programa, resolveu oferecer um emprego estável.

Como Foggy é muito feio, Karen nem dá bola para ele, mas basta ser apresentada a Matt que ela fica com a bacurinha pegando fogo e inclusive oferece gratuitamente seus serviços (de puta, e não de secretária). Como Matt é cego, ele não faz a menor ideia que Karen é gostosa, e acha que é apenas uma fangirl qualquer. Com o tempo eles vão pegando intimidade e, após muito bulinar a moça, Matt decide cortejá-la.

Sabendo o quanto Karen é promíscua, Matt inventa que tem um irmão gêmeo chamado Mike para testá-la e ver se realmente vale a pena correr o risco de pegar uma DST, pois o advogado quer ver se ela realmente tem sentimentos sinceros por ele ou se quer apenas usar seu bilau e jogar fora. Assim, quem supostamente vai ao encontro de Karen fora do escritório é Mike, que na verdade é o próprio Matt disfarçado dele mesmo. Ela então fica atraída pelo gêmeo fictício também, e fantasia um ménage à trois com eles três.

Concluindo que Karen o ama pelo que ele é, já que mesmo fingindo ser outra pessoa ela não perdeu o interesse, Matt decide contar à pretendente que é o Demolidor, e sempre que um herói revela sua identidade secreta para alguém, já sabemos que vai dar merda futuramente.

Vida e obra[editar]

Fama[editar]

Após descobrir que Matt Murdock é o Demolidor, Karen Page fica puta, desta vez no sentido figurado da palavra, e termina o namoro com ele, cansada de suas mentiras. Pede demissão como secretária e muda-se para Los Angeles, onde pretende upar sua carreira de meretriz tornando-se atriz pornô.

Faz sucesso atuando em uma paródia pornô do seriado O Incrível Hulk (aquele toscão com o Lou Ferrigno que o SBT picotou em vários filmes) e adota o nome de guerra Paige Angel. Em um de seus filmes, ela contracena com o Motoqueiro Fantasma e aí troca a revista do Demolidor pela dele durante alguns anos, mas sempre mantendo-se fiel a suas origens e sem nunca deixar de ser uma figurante inútil.

Decadência[editar]

Como sexo e drogas andam lado a lado, Karen Page torna-se viciada em heroína e torra todo seu cachê cinematográfico para sustentar seu vício. Falida, ela retorna a Nova York e, durante uma crise de abstinência, conta a um traficante que Matt Murdock é o Demolidor em troca de uma droguinha. O traficante, por sua vez, vai levar a fofoca quentinha para o Rei do Crime, e logo todo o elenco de vilões da Marvel Comics fica sabendo.

Matt e Karen voltam a namorar e inclusive passam a morar juntos. Bem gado, ele abre mão do seu emprego de advogado para ajudá-la com o tratamento de reabilitação, e depois ambos fundam uma clínica de apoio para ex-viciados.

Cuspindo no prato em que comeu, Karen vira ativista antidrogas e antipornografia, o que diminui bastante seu apetite sexual. Sentindo falta da antiga ninfomania da namorada, Matt recorre aos serviços sexuais de Mary Typhoid, então a corna descobre e termina o relacionamento. Agora solteira, Karen forma-se em jornalismo e passa a fazer outros tipos de programa diferentes dos que fazia antes, agora no rádio.

Morte[editar]

Drogada e prostituída, é claro que Karen Page tinha que testar positivo para HIV, mas o que a matou não foi a doença. Ela foi burramente assassinada pelo Mercenário ao se jogar na frente do Demolidor para protegê-lo de um ataque do vilão. Matt Murdock chega a pensar em suicídio após a morte da amada, mas logo ele dá umazinha com a Elektra e a Viúva Negra e se recupera do luto.